A CASA DOS ROUXINÓIS :. M. Delly


Esse livrinho que estou postando abaixo faz parte da Brincadeira Literária, feita pela Náh do blog Ler, Dormir, Comer...


"Parabéns, Náh! Achei sua idéia maravilhosa!
Muito obrigada pelo convite.
Eu adorei participar dessa brincadeira!"


♥•.¸¸.•♥´¨´♥•.¸¸.•♥





A CASA DOS ROUXINÓIS
M. DELLY
Companhia Editora Nacional


Título Original Francês:
La Maison des Rouxignols


Foi muito difícil escolher o meu primeiro livrinho!!!



Como eu não me recordo qual foi o primeiro livro que li, vou citar o primeiro romance que tive o privilégio e o prazer de ler. Me recordo que li-o em dois dias e foi uma leitura gostosa e apaixonante desde a primeira página. Viajei e me emocionei juntamente com os personagens nesse mundo fantástico que só a leitura pode nos proporcionar.


Mas, apesar de ter lido tantos livros, acho que o mais antigo foi: 'A Casa dos Rouxinóis', de M. Delly.

Para quem não sabe
Delly é o pseudônimo comum de Jeanne Petitjean de la Rosière (1875-1947) e seu irmão, Frédéric Petitjean de la Rosière (1876-1949) que escreveram mais de uma centena de romances do tipo sentimental.

Bem, agora vou falar um pouco desse livrinho, que é o mais antigo que tenho, e que se tornou um dos meus favoritos! Eu tenho ele até hoje, apesar das páginas apaixonantes e amarelecidas pelo tempo, mas está intacto!

Essa edição que tenho é do ano de 1956, com 200 páginas. Ele era o Vol. 130, que fazia parte dos livros da Coleção "Biblioteca das Moças". Mas ele foi publicado muito antes, em 1919.


Esse foi o primeiro romance que li em minha vida, há mais de vinte e cinco anos atrás, pois, até então, nunca tinha lido algo do gênero, pois sempre lia livros, tais como a famosa 'Série Vaga-Lume', os do Pedro Bandeira e tantos outros livros juvenis, além daqueles que os professores recomendavam na escola. Até então, nunca tinha lido nenhum livro desse gênero... e me apaixonei!

Esse romance francês sempre esteve presente em minha vida, pois pertenceu à minha querida avó paterna, que era uma grande 'devoradora' de livros. Mas, como disse acima, só vim a lê-lo, muitos anos depois e isso já conta mais de 25 anos. Ela foi a minha grande inspiração! Foi por causa dela que surgiu a minha grande paixão pela leitura e meu amor pelos livros, que perdura até hoje! A partir daí, não parei mais! Andei procurando a sinopse desse romance pela internet, mas não achei. Acho que devido ao fato dele ser muito antigo. Por isso, vou contar resumidamente a história, que é muito romântica e lindinha!

"A Casa dos Rouxinóis" conta a história de Lillian, uma mocinha francesa que é criada na mansão de seus tios ingleses muito frios, que vivem ao lado da casa humilde de outros primos, os O'Feilgen, os quais desprezam por viverem cantando e com muita alegria apesar da pobreza. Por isso, o título "A Casa dos Rouxinóis". Hugh, o primo rico, bem mais velho que ela a trata friamente, mas quando ela cresce... Aí, que a história começa... e a emoção fervilha a cada página lida.


Mas não vou dizer mais nada senão perde a graça. Só lendo mesmo! Posso garantir que é um romance francês estilo conto de fadas cheio de reviravoltas, intrigas e muito, mas muito romance. É muito doce e meigo!

Esse foi o primeiro romance que me marcou muito e, a partir daí, não parei mais! Foi a partir desse pressuposto, que fui conhecendo cada vez mais autores inesquecíveis de romances, tais como Danielle Steel, Judith McNaught, Janet Dailey, etc.


E aí, gostaram da minha dica?

Espero que sim, porque esse livro é muito doce e prazeroso, que tem de tudo um pouco. Sabe aquelas novelas mexicanas em que a mocinha sofre o pão que o diabo amassou, até que encontra o seu príncipe encantado? Pois é, esse romance é nesse gênero, mas para as românticas de plantão é um prato cheio! ;)

Por isso, recomendo!

17 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar sobre esse livro..! Parece ser bom, rs..

    Valeu a dica, pelo visto a brincadeira literária vai ser divertida :)

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá, Carla!
    Nossa! Adorei seu post... Viu só? Não é bom recordar? Meu começo literário também teve a ver com minha vó (bom, mais ou menos) rs...
    Enfim... Adorei sua participação e vou te linkar lá, ok?
    Fiquei curiosa quanto ao livro... Sabe aquele gostinho de quero mais? rs
    Depois... Passa lá para conferir a resenha dos outros participantes...
    Bjus,
    Náh

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha ouvido falar. Parece ser uma delícia!

    ResponderExcluir
  4. Poxa, eu também nunca tinho ouvido falar... muito legal a brincadeira... eu estou há dias pensando e quebrando a cabeça para lembrar qual foi o meu livro... até amanhã preciso decidir..rss

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  5. Oi, Náh.

    Adorei participar da brincadeira e muito obrigada pelo convite!

    Foi ótimo para recordar bons tempos de minha infância... rs.

    Fiquei feliz que você gostou da minha dica! rs.

    Já passei no seu blog e adorei a resenha dos outros participantes, mas acho que de todos aí, o meu livro foi o mais 'jurássico', como diz a Helen Walsh, no livro 'Tem Alguém Aí?, da Marian Keyes! rs.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Biblioteca para MOça
    Adorei, bem significativo...
    Nossa muito legal, parece ser otimo esse livro..
    Me chamou a atenção e adorei o titulo!!!
    XD

    ResponderExcluir
  7. vc acredita quando eu era criança.. la longeeeeeeeeeeeeeee. é que faz tempo já.. minha madrinha era minha vizinha e tinha uma biblioteca com todos os livros de M Delly.eu li todos da coleção . foi dai que começou a minha paixão por livros..são livros que é uma delicia de ler... obrigada por me fazer voltar a infancia.. que foi muito boa.. lindo dia querida..beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa ! Esse foi um dos meus primeiros !! Procurei muito pois não lembrava do título apesar de nunca ter esquecido a história... peguei ele na biblioteca da escola e por isso não lembrava nem o autor nem o título. Finalmente encontrei !!!

      Excluir
  8. Olá, Fernanda, Laura e Lariane.

    Esse livro é uma raridade. :)

    É uma delícia de história!

    Sabe aquelas que são água com açúcar? Bem romântica?

    Então, é um prato cheio!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá, Débora.

    Esse livro é uma delícia de história!
    E essa brincadeira foi ótima mesmo!
    Adorei sua resenha!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá, Kezia.

    Esse livro é uma raridade e os livros que fizeram parte da coleção 'Biblioteca das Moças' eram uma delícia e super românticos.

    Muito bommmm.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olá, Maria.

    Que legal saber que esse livro fez parte da sua infância!

    Quando fiz essa postagem, também lembrei-me muito da minha infância! Foi ótimo recordar, afinal recordar é viver!

    Concordo plenamente com você! Esses livros que fizeram parte da coleção 'Biblioteca das Moças' eram uma delícia de ler e super românticos. Eu viajava na leitura!

    Infelizmente só tive o prazer de ler alguns livros dessa coleção!

    Beijos.

    Carla.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Conceição.

    Esse livro era da minha avó e o único que li, o que é uma pena!

    Tenho até hoje e sempre que posso releio. A história é uma delícia, bem ingênua, água com açúcar! Adorooo!

    Concordo com você plenamente.

    Se esses livros pudessem ser relançados, com certeza eu ficaria muito feliz.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Pensava que minha geração tivesse sido a última a ler M. Delly (adolescentes do final da década de 50/início da década de 60)).
     Nos anos 80, houve a tentativa de uma editora de voltar a publicar M. Delly, mas não obteve sucesso. As jovens não se interessavam mais por romances ingênuos. 
    Que foi uma delícia lê-los, lá isso foi. Eram verdadeiros  contos de fadas.

    Conceição

    ResponderExcluir
  14. Lindo este romance, todas as meninas deviam ler.

    ResponderExcluir
  15. Eu pensava que só eu tinha lido esse livro, pois com quem eu comento ninguém conhece... Quando li, devia ter uns 8, era um dos livros de uma tia - Dalila -, que lia muito e que me influenciou no gosto pela leitura. Eu era muito novinha, então não me lembro muito bem da história, lembro disso, de primos ricos e primos pobres e tal. Não sei se teria paciência para ler de novo, porque já não gosto tanto de romance água com açúcar, sem preconceito nenhum, é que já li muitos, fotonovelas inclusive, mas esse eu acho que leria... faz parte da minha infância! Pena que não o tenho mais, vou tentar encontrá-lo, enfim... Abraços
    Maria Alice

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009,2013 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.