Cotoco :. John van de Ruit

COTOCO
JOHN VAN DE RUIT

Título Original: Spud

Primeiramente, quero agradecer, mais uma vez, à Editora Intrínseca por ter cedido esse exemplar, que foi lançado dia 19 de julho, e me concedido a honra de conhecer mais essa obra imperdível, que me proporcionou uma leitura prazerosa e de puro entretenimento!

Este foi um dos livros mais surpreendentes que tive o prazer de ler. Por isso, aconselho-os a não julgarem o livro pela capa, porque a história é inovadora e, como não podia esquecer de dizer, hilariante!

Foi a primeira vez que li algo que me fizesse gargalhar, que teve horas que chorei... de tanto rir! Excelente!

A história se passa em 1990, na África do Sul, que é um ano decisivo tanto para o país que está sob o regime do apartheid, quanto para o garoto John Milton. Nelson Mandela está prestes a ser libertado, e, aos 13 anos, John, que ganhou uma bolsa de estudos, acaba de ingressar em um internato de elite só para meninos.

O livro tem o formato de um diário. Para quem já leu "O Diário de Bridget Jones", da Helen Fielding, já está familiarizado com esse tipo de leitura. Só que nesse diário, a gente vive as aventuras de um garoto e, o mais engraçado, não sabia que eles também tinham tantos problemas e dilemas quanto as meninas. (risos). Gostei da visão sob esse prisma, ainda mais por ser, como diz o próprio título, o diário perversamente engraçado de um garoto de 13 anos. Achei muito interessante, porque é ao longo de suas páginas que acompanhamos o peculiar - e sobretudo engraçadíssimo - funcionamento da mente de um garoto de 13 anos ao descobrir a vida, a amizade... e a pluralidade da fauna humana.

John Milton faz o que pode para adaptar no internato, onde viverá muitos dos ritos de passagem, que envolvem essa fase da vida, mas isso não é nada fácil, porque ele sempre foi cercado de pais excêntricos, exóticos e completamente lunáticos, uma avó gagá e, como não podia deixar de ser, seus colegas de dormitório são pra lá de estranhos, assim como sua família, que é um show à parte.

Caros leitores, o mais engraçado são os apelidos dos professores e dos colegas do John Milton, tais como: Lagartixa, Rambo, Rain Man e Cachorro Doido. E, como seus colegas tem a mania de apelidar todo mundo, acaba sobrando para ele também que, mais tarde, ganha debochadamente o apelido de "Cotoco", devido às suas partes íntimas pouco desenvolvidas.

No decorrer da leitura, Cotoco tem como munição sua própria perspicácia e seu diário, onde vive uma série de situações bizarras e divertidas, entre elas: mergulhos proibidos no meio da madrugada, acirrados campeonatos de críquete, caça ao fantasma de um professor, catastróficas férias em família, diversas tentativas de conquistar as garotas.

As sessões espíritas em busca do fantasma eram engraçadíssimas, assim como todas as situações que envolviam a família dele, que é um show à parte! É cada uma que eles aprontam, que lembrei-me muito da Família Buscapé.

Adorei os filmes que eles assistiam, sendo que dois deles são os meus favoritos: "Uma Linda Mulher" e "Rain Man", sendo que este último é a segunda vez que vejo-o citado em outro livro que estou lendo, "Contato Visual", da autora Cammie McGovern. Em breve, falarei sobre ele.

O Cotoco e eu temos algo em comum: sou fã da Julia Roberts e amo ler!!! Adorava as listas de livros que o professor Guv passava para ele ler, incentivando a leitura, entre eles: "O Senhor dos Anéis" e o "O Apanhador no Campo de Centeio". Achei muito válida essa mensagem que o livro passa, incentivando a leitura! Acreditam que nunca li esses dois livros, mas tenho muita vontade de lê-los. Amei as partes em que o personagem discutia sobre os livros com o professor e sozinho. Identifiquei-me com ele nessas horas, já que teve alguns que ele detestou! (risos). Vocês já conhecem essa cena? (risos).

As tentativas para conquistar a Sereia foram hilariantes! A ida ao cinema foi o ápice!

As cartas e os bilhetes que ele escrevia eram excelentes! Ri muito, especialmente com o bilhete do Cachorro Doido desculpando-se com os pais do Vern. Aquela ortografia do Cachorro Doido foi de matar!!! Nem posso lembrar-me que já começo a gargalhar!!!

As peraltices e traquinagens desses meninos são de deixar a gente de cabelo em pé! Fiquei "assustada" com os trotes que eles davam no dia dos aniversários de seus respectivos colegas!

Só para vocês terem um gostinho de quero mais, deixo esse trechinho super engraçado:

Segunda-feira, 17 de janeiro


4h30 Estou acordado. (...) Ao que parece, os cachorros dos vizinhos são os únicos seres acordados também, pois estão latindo feito doidos para o sol nascente.

4h50 Papai acordou. Acabei de ouvir um grito vindo da janela do quarto dele. Os cachorros agora latem mais alto.

5h A Vizinhança acorda (...) Papai usando apenas o short de pijama das Feras do Críquete (meu presente de Natal para ele) e uma máscara para se proteger dos produtos químicos tóxicos que está lançando na atmosfera, aponta o borrifador de inseticida para o quintal dos vizinhos (...)

5h01 Pela janela vejo mamãe invadir o jardim usando sua camisola cor de maracujá e berrar alguma coisa no ouvido do papai. (...) Ele a segue dentro de casa.

Recomendo esse livro, porque ele retrata e, ao mesmo tempo, relata uma jornada bem-humorada de descoberta da vida adulta, onde Cotoco tem seus primeiros passos rumo à maturidade. Ele tem um longo caminho a percorrer nessa grande jornada. Só com sua inteligência e seu diário, ele descobre esse mundo novo com muita luta e, mesmo sendo apenas um menino, acaba abrindo os olhos para o amor, a amizade e a completa insanidade.

(...) sou uma ilha de sanidade cercada por um mar de gente maluca.

~ Pág. 357 ~

Para quem não sabe, "Cotoco" faz parte de uma série de livros:

1. Spud (Cotoco).
2. Spud - The Madness Continues... (Ainda não lançado no Brasil).
3. Spud - Learning To Fly (Ainda não lançado no Brasil).


Vamos aguardar e torcer para que os outros sejam lançados logo por aqui. Estou ansiosa pelos próximos. Mal posso esperar!

Para quem não sabe, o livro teve uma adaptação para o cinema.

Você está esperando o que para ler o seu?

Você vai rolar... de tanto rir! Isso eu garanto, porque o livro é engraçadíssimo!

12 comentários:

  1. Doida para ler, ontem quando estava lendo a última música e chorando comecei a lê-lo para para de chorar, e depois tava rindo rs. Parece ser muito bom. Adorei a resenha Carlinha.


    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Flor, antes de mais nada, da licença? Teu blog ficou LINDO! Não tinha visto o novo Lay ainda... Parabéns!
    Quanto ao livro, to sempre lendo o que vcs escrevem nos blogs ou la no chat... Interessei-me! Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei muito curiosa sobre esse livro, irei compra-lo, adoro livros angraçados e adorei a sua resenha.
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. O novo Layout ta muito meigo, parabéns!
    Vendo vc comentar o quanto cotoco é engraçado, acrescentei na minha lista de desejos.
    Logo que eu comprar te aviso!
    A resenha ficou ótima!
    beijão!

    ResponderExcluir
  5. Cotoco é demais não é ?!
    Eu também adorei !
    Parabéns pelo layout deu um up. Gostei !
    Bjs
    Luka.

    ResponderExcluir
  6. Cada dia fico mais curiosa pra ler esse livro :( e como não ganhei nenhuma promoção vou tentar comprar na Bienal ;) bjks

    ResponderExcluir
  7. Ahhh morri de rir com Cotoco... espero mto que tenha uma continuação.

    ResponderExcluir
  8. Carlinha,

    já falei que amo suas resenhas?

    E essa entao?

    Mais uma doida para ler Cotoco.

    Parabens pelo novo lay e pelas resenhas sempre otimas.

    Bjos,

    ResponderExcluir
  9. O livro é muito divertido mesmo! Estou lendo e rindo demais!!!

    ResponderExcluir
  10. O Livro parece ser mesmo muito engraçado. Tenho ouvido o povo falar muito bem dele.
    Ainda vou ler, quando minha pilha de livros diminuir - rsrs

    Bjs...
    Pri (Viaje na Leitura)

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.