Rede de Sonhos :. Felipe Pan

REDE DE SONHOS
FELIPE PAN

Arthur Ceneda é um jovem de dezessete anos que, como qualquer outro estudante prestes a terminar sua vida colegial, leva uma vida muito agitada ao ter que conciliar seus problemas pessoais com seu futuro acadêmico. Contudo, quando o garoto recebe de presente de aniversário um fantástico objeto capaz de conectar os sonhos das pessoas, chamado "Sonífero", sua vida muda completamente e ele tem ao seu alcance um incrível mundo novo e irreal, sem fronteiras ou até mesmo limites de tempo - a Rede de Sonhos.

Liderado por seu primo Eduardo e o incomum grupo dos "Caçadores de Memórias", Arthur ingressa em uma jornada que o fará viajar por diversos cantos do mundo na tentativa de desvendar intrigantes e perigosos mistérios acerca de tudo que envolve o "Sonífero" e o verdadeiro propósito por trás de sua invenção.

Misturando realidade e fantasia, Rede de Sonhos, leva o leitor a um mundo onde quase tudo é possível, e onde os laços da amizade provam ser uma força capaz de mudar terríveis destinos.

Blog do Livro: http://rededesonhos.blogspot.com/
Se quiser adquiri-lo: http://www.novoseculo.com.br

♥•.¸¸.•♥´¨´♥•.¸¸.•♥•.¸¸.•♥´¨´♥•.¸¸.•♥•.¸.•♥

Primeiramente, quero dizer que ganhei esse livro autografado em uma promoção imperdível no blog Ediverdade. Nem acreditei quando soube, porque eu desejava-o muito, ainda mais por ser de um estilo literário que também aprecio muito e, melhor ainda, por ser um romance tipicamente brasileiro! Chega de divagações... (risos).

Eu amei esse livro, que li em apenas um dia e meio, mas só agora tive tempo de postar a resenha aqui. Para quem ainda não sabe, esse livro faz parte dos "Novos Talentos da Literatura Brasileira", que é um selo da Editora Novo Século. Seu gênero lembrou-me muito das histórias do Pedro Bandeira, com os jovens detetives da série "Karas"; e do Marcos Rey, com o trio de detetives Léo, Gino e Ângela. Quem não se recorda deles em "O Mistério do Cinco Estrelas", "O Rapto do Garoto de Ouro", "Um Cadáver ouve Rádio" e "Um Rosto no Computador", da famosa série Vagalume? Pois é, "Rede de Sonhos" lembrou-me muito desses livrinhos e em estilo também e, não podia deuxar de dizer que amei!!! Fabuloso! Adoro esse gênero literário, ainda mais que são livrinhos que tem o dom de nos entreter durante a leitura!

Arthur Ceneda é um jovem de dezessete anos que, como qualquer outro estudante prestes a terminar sua vida colegial, leva uma vida muito agitada ao ter que conciliar seus problemas pessoais com seu futuro acadêmico, coisa comum que todo jovem passa em uma determinada época de sua vida. Em meio às tarefas e trabalhos escolares a serem cumpridos, preocupações com o vestibular, também há tempo para curtir a família, os amigos e namorar, afinal ninguém é de ferro! (risos).

Arthur faz parte de uma família tipicamente brasileira, com seus problemas e as emoções conflitantes do dia-a-dia. Tem uma irmãzinha, Lívia, de 7 anos, que é uma pentelha, com o qual ele implica muito, mas que no fundo a ama. Uma coisa que é muito corriqueira entre irmãos. Nunca tive esse problema, porque eu e minha irmã sempre fomos amigas.

No decorrer da leitura, alguns vão identificar-se com essa situação e com muitas outras, porque foi isso que a leitura me proporcionou e gostei muito. Lembrei-me muito da minha adolescência, na época de provas na escola, que eu ficava doida de tanto estudar, já que a vida de Arthur, em meio aos problemas familiares, virou uma bagunça e ele está confuso e indeciso sobre qual caminho trilhar em relação ao futuro quando entrar na faculdade. Parece familiar para você? Amei essa cena do livro, onde Arthur e seu pai conversam francamente sobre isso e achei muito reconfortante!

Adorei alguns personagens que são extremamente cativantes: o Thiago, seu melhor amigo, que tem uma mente brilhante, capaz de armazenar datas e informações imprescindíveis, porque tem uma grande capacidade de dedução; o Eduardo, seu primo; a Gabi, mas enfim, não vou citar todos, já que cada um, à sua maneira, tem uma particularidade especial e são muito peculiares.

Um belo dia, Arthur recebe de Eduardo, um presente de aniversário fantástico, um objeto inusitado capaz de conectar os sonhos das pessoas, chamado "Sonífero", que reúne e conecta a mente das pessoas em uma espécie de mundo paralelo enquanto elas estão sonhando, e permite-nos sempre ter controle dos nossos sonhos.

A vida do jovem muda completamente e ele tem ao seu alcance um incrível mundo novo e irreal, sem fronteiras ou até mesmo limites de tempo - a Rede de Sonhos, que é um mundo de sonhos e memórias projetado pelo Sonífero.

"Arthur debruçou sua cabeça sobre o travesseiro e procurou relaxar. Como seu cansaço era considerável, não demorou muito para seus pensamentos ficarem cada vez mais vagos e, por fim, sua consciência deixá-lo.

Imerso em um fantástico mundo só seu e sem ter controle total sobre seus atos, Arthur primeiramente sentiu como se estivesse vagando por seu próprio quarto, flutuando graciosamente como um fantasma. Então, ganhando velocidade, atravessou o teto do ambiente como se ele não existisse e voou para um lugar distante, escuro e silencioso. Muito silencioso. A falta de vida começou a deixá-lo perturbado, trazendo um sentimento de solidão que jamais sentira antes. Um vazio encheu seu peito e o deixou desnorteado. Foi então que o garoto avistou uma pequena casa bem acima de onde estava. Conforme foi se aproximando, Arthur percebeu que aquela era sua casa, totalmente isolada e longe de qualquer forma de vida."

~ Pág. 16 ~

Liderado por seu primo Eduardo e o incomum grupo dos "Caçadores de Memórias", formado por pessoas de diferentes nacionalidades: Naoki, Laura, Chris e Sarah, onde juntos viverão grandes aventuras.

Tudo começa a ficar mais emocionante quando resolvem investigar a Dreamer e quem criou o Sonífero e a Rede de Sonhos, como também querem desvendar a quem pertence a memória de uma pessoa chamada Estranho e solucionar esse grande mistério que o cerca. Em busca dessa verdade, eles viajam para lugares fantásticos, nos quais nós só sonhamos: Japão, Nova York, Londres, etc. Um mundo fantástico repleto de possibilidades, onde você viaja para lugares e socializa com pessoas que nunca imaginou conhecer.

Quando comecei a ler, pensei: "Eu quero um 'Sonífero' para mim, porque por impossibilidade, jamais poderei conhecer ou viajar pelo Brasil e pelo mundo! Só viajarei mesmo no mundo e no universo dos livros. Afinal, quem não sonharia em ser transportado por essa tecnologia e viajar por diversos lugares, países e pontos turísticos sensacionais?"

Mas, eu não aceitaria logo de cara não, porque não sou tão corajosa quanto o Arthur! A princípio, ficaria bem receosa, viu? (risos).

Bem, esquecendo minhas divagações, e continuando... (risos).

Durante a investigação dos Caçadores de Memórias, algo terrível e chocante acontece com Eduardo. Devido a esse fato, é uma questão de vida ou morte para o jovem Arthur tentar solucionar esse mistério e salvar a vida do primo, porque o tempo urge. A partir daí, ele, juntamente com os Caçadores de Memórias e o seu amigo Thiago, ingressa em uma jornada que o fará viajar por diversos cantos do mundo na tentativa de desvendar intrigantes e perigosos mistérios acerca de tudo que envolve o "Sonífero" e o verdadeiro propósito por trás de sua invenção.

Amei a capa do livro, pois lembrou-me muito da capa do livro "A Mão Esquerda de Deus", do Paul Hoffman, como também pelo fato da história mostrar um lado medieval, tais como lutas, adagas e os trajes. Só por isso, achei as duas histórias bem similares nesse quesito.

No decorrer da história, diverti-me muito com o Arthur, com as tiradas sensacionais e as brincadeiras dele. Adorei na viagem a Londres, quando ele fez uma breve alusão ao Harry Potter. Só quem leu mesmo a saga do bruxinho, saberá do que estou falando quando lê-lo. Gostei muito de ver o crescimento do personagem, sua transição da vida escolar para a universitária, porque ele amadurece muito, tornando-se uma pessoa decidida, que não mede esforços em prol de algo que acredita.

Adorei a batalha final. Lembrei-me do filme "Gladiador". Maravilhosa aquela cena em meio à arena! Fiquei tensa a cada minuto e torcendo por um grande desfecho!

Apesar de ser uma história de aventura fantasticamente envolvente, o livro passa uma bela mensagem de amizade e esperança, como também mostra os sonhos, os anseios, família, primeiro amor, enfim, todos os ingredientes necessários para um romance maravilhoso e, por isso, garanto que vocês vão adorar!

Misturando realidade e fantasia, Rede de Sonhos, leva o leitor a um mundo onde quase tudo é possível, e onde os laços da amizade provam ser uma força capaz de mudar terríveis destinos.

Mal posso esperar pela continuação dessa série, já que o autor deixou algumas pontas soltas. Será que teremos uma segunda aventura com Arthur? Vamos torcer, para que isso seja possível e aguardar, porque Rede de Sonhos está mais do que recomendadíssimo!

O AUTOR

FELIPE PAN

Nasceu em 1986, em São Bernardo do Campo, onde reside até hoje. Formado no curso de Letras – Tradutor e Intérprete, começou a escrever Rede de Sonhos em seu último ano da faculdade. Atua como professor de língua inglesa desde os dezesseis anos de idade.

Para entrar em contato com o autor, acesse:

Blog do Livro Rede de Sonhos: http://rededesonhos.blogspot.com/
Blog do Autor: http://panteaodeideias.blogspot.com
Twitter: @felipepan
E-Mail: pan.kite@gmail.com

♥•.¸¸.•♥´¨´♥•.¸¸.•♥•.¸¸.•♥´¨´♥•.¸¸.•♥•.¸.•♥

Eu apoio a literatura nacional, e você?

Ainda não?!

Sempre fui apaixonada pelos livros nacionais, mas estou surpreendendo-me com os livros que estou lendo ultimamente. afinal nossos novos escritores estão arrasando com histórias excelentes, envolventes e tão apaixonantes quanto às de muitos autores estrangeiros!

Vamos incentivar a leitura nacional!

Se quiser saber mais, acesse: http://desafio-nacional.blogspot.com/.

12 comentários:

  1. Oii
    Tem um Selinho pr vc no meu Blog!

    PS: deve ser um livro legal! Adoro livros que tem haver com sonhos!

    =)

    Visitem, comentem, sigam e aproveitem o meu blog:
    http://malucosdaleitura.blogspot.com/
    ...
    ♥ ... Bem sei que me AdoraM ...♥
    ...
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Oi Carla!
    Felipe Pan é uma graça! E o livro dele parece ser ótimo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Carla! Que sortuda!!
    E o livro ainda é autografado??
    Que chiqueeeee!
    Bjks
    Alê

    ResponderExcluir
  4. Ahhh mto doida por esse livro =)
    To amando a lit nacional.

    ResponderExcluir
  5. Hey! Este livro parece ser mto bom!! Ótima resenha *.*

    bjux

    ResponderExcluir
  6. Carla,
    Que máximo ! Todo mundo fala bem desse livro. Eu quero muito ler !
    Bjs
    Luka.

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho muita vontade de ler esse livro.
    É um dos que eu ainda não tenho. =/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Ei Carla,

    O livro é ótimo, tbm me lembrei da série vaga-lume e o Felipe é muito fofo.

    bjoo

    ResponderExcluir
  9. Oi!!
    O seu blog é um sonho mesmo, adorei!
    Beijos,
    Débora (http://umsussurro.blogspot.com/)

    ResponderExcluir
  10. Eu também ganhei esse livro em um sorteio, mas foi no blog da Nanda, o Viagem Literária.

    Adorei sua resenha. Me deu vontade de assim que terminar Fazendo meu filme 2, vou ler ele hehe

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. eu ainda não li esse livro Carla, mas depois de uma resenha dessa seria impossível não ler. Desculpa se as vezes não apareço muito mais sempre que dé estarei aqui viu. amei saber mais um pouco sobre o autor.

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.