Caixa de Desejos - Ana Cristina Melo

CAIXA DE DESEJOS
ANA CRISTINA MELO
Editora Vermelho Marinho

Em novembro do ano passado, comprei da autora Ana Cristina Melo, mais um novo talento nacional, este livrinho infantojuvenil fofo, com apenas 96 páginas, juntamente com três marcadores autografados e uma ecobag muito lindinha!

Assim que recebi, li-o em algumas horas, mas só agora sobrou um tempinho para postar a resenha aqui.

Como não podia deixar de ser, já que também adoro esse gênero literário, apreciei muito a leitura, que foi leve, agradável e prazerosa, onde fui transportada e arrebatada desde o princípio. Passei alguns momentos de puro lazer e entretenimento, divertindo-me com as peripécias da jovem Marília e sua turma.

Este livro foi publicado em 2010, pela Editora Vermelho Marinho, selo da Editora Usina de Letras, onde conhecemos Marília, uma adolescente de 11 anos, bonita e inteligente, com uma vida conflituosa e tumultuada, com suas dúvidas, anseios, descobertas, questionamentos e sonhos.

Vive com seus avós maternos e seu tio paterno, Jair, divorciado e desempregado, que instalaram-se em sua casa, que agora parece um hotel, já que sempre viveu tranquilamente com seus pais. Essa zona familiar, acabou interferindo em seus estudos e, para piorar ainda mais a situação, tem que aguentar as provocações de Verinha, uma garota tipicamente popular, fútil e insuportável, e seu bando de amigas patricinhas na escola!

Um dia, Marília recebe a notícia de que Francine, sua meia-irmã por parte de pai, vai morar um tempo com ela, enquanto a mãe desta está viajando. Ela fica chateada, porque sua irmã era uma completa estranha, já que só viu-a duas vezes na vida. Apesar das diferenças, elas têm muito em comum e, como todo relacionamento entre irmãos, elas criam uma intimidade e com isso surgem as desavenças, as briguinhas... (Eu me dou muito bem com a minha irmã, mas quem já não passou por isso?!)

Logo depois, sua avó paterna, com quem tem uma forte ligação, adoece e presenteia-a com uma caixa mágica para guardar suas lembranças e registrar seus desejos.

- Marília nunca deixe de ter sonhos. Às vezes, minha filha, eles demoram pra acontecer. Mas nunca desista deles. E de tudo que for te fazendo feliz na vida, guarde uma lembrança. Se ela for pequena, coloque nessa caixa. Se for grande, coloque no coração. (...).

Pág. 10

Nesses momentos, lembrei-me com saudade de minha avó paterna, das inúmeras conversas e dos momentos inolvidáveis que passamos juntas, entre eles fazendo crochê ou lendo um bom livro, pois tínhamos essa grande paixão em comum.

(...). Sua casa tinha o cheiro do tempo. Um tempo em que eu convivia com móveis, lembranças de uma época muito distante da minha imaginação, e com alegria que ela dizia ter por viver o presente. (...), pois ela amava os livros como eu. (...)

Pág. 12

Marília era um sonhadora e esses sonhos, que a tornam quem é, acabam formando o seu caráter para o futuro. Sempre teve muitas influências, mas o seu maior sonho era ser escritora, porque tinha um talento nato para escrever.

"Achei tão bom poder transformar o que eu sentia em história, que eu resolvi que era assim que eu queria viver: transformando. Foi por isso que eu me virei em escritora".

Pág. 49

Adorei os livros infantojuvenis citados aqui, porque vários deles fizeram parte da minha infância e adolescência, entre eles os de Monteiro Lobato e Marcos Rey.

Depois que sua querida avó falece, Marília passa a usar a caixa como seu refúgio particular, o que a ajudará muito nesse processo e, a partir daí, as coisas começam a mudar e algo muito bonito começa a surgir através de suas inúmeras descobertas, entre elas: como relacionar-se com Francine, como conviver na escola e como lidar com o primeiro amor.

Como alguns adolescentes, Marília não tem amigas na escola, porque, segundo ela, elas não sabem conversar, só gritam e falam de garotos e... são histéricas! (risos). Lembrei-me dos tempos de escola, onde se você comentava sobre livros, te achavam nerd, CDF, esquisita. Alguém já vivenciou isso? (risos). Marília nunca se interessou pelos garotos, por ser tímida, até que um dia, para quem nunca olhou um garoto na vida, surge alguém muito especial.

(...). Não ia dar esse gostinho à Verinha, nem ao Leo, que nem sabia que eu existia. Mas me perguntava por que eu tinha que começar a sentir isso. Era muito ruim. Será que todas as meninas sofriam assim? (...).

Pág. 39

Apesar das perdas que Marília sofreu, tudo acabou transformando-se em ganhos.

Gostei de diversos personagens, onde cada um tem a sua particularidade, entre eles:

  • Tio Jair: Queria ser o garotão nas praias de Ipanema e é o típico cara folgado que vive às custas na casa de parentes, que só ajuda a gastar e sujar, não colabora financeiramente. (Alguém já viu alguém assim?! Eu já!);
  • Tia Jurema: A vizinha, que foi trocada pelo ex-marido por uma mulher mais jovem.

Muitos jovens e, é claro, alguns adultos serão arrebatados pela história de Marília, pois em algum momento acabarão identificando-se com ela e com os diversos personagens que cercam sua vida.

Gostei muito da capa e das ilustrações que recheiam a história.

A escrita da autora é leve, singela e traz também uma lição nessa história que nos prende desde o princípio, fazendo com que a narrativa fique divertida e ensinando-nos que, apesar de tudo, todos nós ainda carregamos em nosso interior a criança que fomos um dia, ou seja, somos e sempre seremos eternas crianças!

"Que nunca esqueçamos de alimentar sempre o coração dessa criança maravilhosa que somos!".

E, para concluir, trago a vocês, uma excelente notícia! A história de "Caixa de Desejos" continuará em "De volta à Caixa de Desejos", onde veremos novamente Francine e Marília que, prestes a completar 18 anos, está a um passo da fase adulta e, como é de praxe, terá novos conflitos na vida pessoal e familiar, novos sonhos, novas amizades e ambas aprenderão, do modo mais dífícil, o quanto crescer é doloroso e, ao mesmo tempo, é algo inevitável na nossa vida, porque todos temos uma jornada a seguir, que faz parte desse ciclo.

"De volta à Caixa de Desejos" será publicado pela mesma editora, terá cerca de 300 páginas e o lançamento está previsto para junho deste ano. Já está marcado o lançamento para o Salão FNLIJ, no Rio de Janeiro, em 18 de junho, às 13h. (Saiba mais na agenda da autora, acessando o seu site).

Para instigar ainda mais a sua curiosidade, sobre o que vem por aí, deixo alguns trechinhos abaixo, que a própria autora
Ana Cristina Melo me enviou, autorizando a sua publicação:

"A vida tem disso, às vezes não sabemos nem o que pedir. Estamos sempre buscando sonhos e, com eles, a felicidade. Mas do que somos capazes pra realizar esses sonhos? Havia um bom tempo que eu não tinha tantos pedidos pra guardar na caixa. Minha vida corria em paz, eu continuava escrevendo, tinha um namorado, amigos e planejava um futuro como escritora. Mas de repente tudo mudou."
"Não eram só meus pais que estavam me deixando mal, bastava lembrar que Rafael não era exatamente um porto seguro. Sem contar a bomba que havia chegado pelos correios, numa carta de Francine."
"Pedro pegou minha mão que brincava com o fio de cabelo e colocou entre as suas. Uma tática eficaz. Com a mão dele na minha, meu corpo descompensou novamente, com um ataque de tremores que cortavam o raciocínio e as palavras. Há garotos que deviam vir com uma tarja preta na testa: “se olhar, não dirija, nem opere máquinas pesadas”.

Segundo a autora me disse, a história de "Caixa de Desejos" encerra neste segundo volume, mas ela já iniciou uma série de livros juvenis de aventura. Não é maravilhoso?!

Quero agradecer muitíssimo à Ana Cristina Melo, porque através de "Caixa de Desejos" trouxe-me momentos divertidos!

"Obrigada por ter concedido-me a honra de conhecer mais uma obra nacional, que proporcionou-me uma leitura agradável".

Ultimamente tenho lido muitos livros nacionais, que estão supreendendo-me, o que me deixa orgulhosa, por ver que nossos autores estão sobressaindo-se cada vez mais através do seu talento com histórias maravilhosas e quero parabenizá-los por isso.

Estou ansiosa para ler as novas aventuras de Marília e sua turma. Mal posso esperar!

"Caixa de Desejos" é ideal para todas as idades e para quem curte livros infantojuvenis. Por isso, está mais do que recomendado!

A AUTORA

ANA CRISTINA MELO

Nasceu no Rio de Janeiro, em 1972. Pós-graduada em Análise de Sistemas, atua na área há mais de vinte anos, na qual tem quatro livros publicados. Venceu vários concursos literários.

Saiba mais sobre a autora e suas obras:

No Site Oficial: http://www.anacristinamelo.com.br/

11 comentários:

  1. Que linda resenha amiga, esse livro parece ser bem singelo, adorei!
    Já vi comentários ótimos sobre ele, que apesar de ter poucas folhas é uma leitura completa!
    ótima dica!

    ResponderExcluir
  2. O livro parece fofo mesmo!!!

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu adorooooooo infanto juvenis! Vamos ver se consigo esse pra ler!
    Sua resenha, como sempre, completíssima! Adorei!

    ResponderExcluir
  4. Eu também adoro esse tipo de livro tenho uns aqui que li e não canso de ler, eles mostram os conflitos dos jovens de forma gostosa de ler e super facil de compreender, me vejo em alguns momentos e fico: é, é verdade!!!
    kkkkk
    Valeu pela dica Carlinha, adorei o Post, como sempre!
    xeru de Aju!

    ResponderExcluir
  5. Que livro mais fofo!!!

    Adorei a sua resenha, e como sempre perfeita!! =D

    Quero ser assim quando crescer!! kkkk

    Adorei a dica! Agradeço por nos presentear com mais uma bela resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. É um livro fofo que lembra bons momentos da minha infância/adolescência...

    Andy-Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
  7. Adoro esse livro =) Ele é lindo, fofo, uma história cativante =) Fiquei muito feliz quando descobri que a continuação da história (que será lançada na bienal desse ano) contará a vida das duas primas aos 18 anos \o/ Quero muito!!

    ResponderExcluir
  8. Carla,

    adorei sua resenha. Muito obrigada pelo carinho.

    Para quem achou o primeiro bem fininho, aviso que o livro 2 vem como romance, com cerca de 300 páginas. Logo, logo, divulgarei mais informações sobre a sinopse e a capa dele.

    Beijos,
    Ana Cristina Melo

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Acho esse livro super fofo, comprei na bienal de São Paulo e adorei. Carrego a bolsinha sempre com os livros que estou lendo.
    Bjkas!!
    Monique

    ResponderExcluir
  10. Bá que legal, eu já tinha visto esse livro, mas não tinha parado para ler alguma resenha, gostei da sua resenha, o livro parece fofo, leve, deve ser bem gostoso de ler. Adorei, está na minha lista!

    Bjus
    Gisele

    ResponderExcluir
  11. Gostei da resenha sobre o livro, deu vontade de ler. Bjs, Rose:D

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.