O Casamento - Nicholas Sparks

O CASAMENTO
NICHOLAS SPARKS
Arqueiro

Este livro, cujo original em inglês "The Wedding", com 224 páginas, que mesmo sendo a 'continuação' do romance “Diário da nossa Paixão” (explico mais abaixo sobre isso), que narra a história do casal Wilson e Jane, filha de Allie e Noah (leiam a história deles no volume anterior, publicado pela editora Novo Conceito), que sempre foi fascinada pelo romantismo dos pais.

Aos 56 anos, o advogado bem-sucedido Wilson Lewis, leva uma vida confortável e estável ao lado da esposa Jane. Workaholic, sempre foi ausente e nunca foi romântico, sensível e sonhador, tampouco era completamente desprovido de emoção, mas sentia-se desconfortável com isso.

Opostos em tudo, enquanto ele era tímido, inseguro, sério, racional, firme, confiável e fiel; ela era inteligente, forte, segura, charmosa, romântica incurável, extrovertida, amável, encantadora e sociável, que demonstrava suas emoções espontaneamente. Essa diferença foi fruto da criação e educação que receberam.

Sempre educado, paciente e maduro, até hoje tenta entender os motivos que a levaram a casar-se com ele e terem sentimentos tão discrepantes em relação ao outro. Por isso, doía demais admitir que foi egoísta, teimoso e burro, mas a única coisa certa que fez foi amá-la, já que jamais duvidou dos seus sentimentos. Culpado por seus erros sente que ela deixou de amá-lo, porque trouxe muitas decepções por sua negligência, sempre colocando a carreira à frente das necessidades da família e por sua incapacidade de expressar seus sentimentos.

(...), eu não podia negar que estávamos nos afastando, e quanto mais pensava nisso, mais percebia como a distância entre nós dois tinha se alargado. Havíamos começado como um casal e em seguida nos transformamos em pais (...), mas agora, 29 anos depois, era como se tivéssemos nos tornado novamente dois desconhecidos.

Pág. 18

Por isso, após 30 anos de casamento e com todos os filhos criados - Anna, Joseph e Leslie -, Jane duvida que se casou com o homem certo, mas o que não sabe é que o amor dele cresceu com o passar dos anos.

Um incidente foi a gota d’água que trouxe muitas mágoas abalando ainda mais a relação conjugal que estava por um triz e diante dessa ameaça e da possibilidade de perdê-la, ele tenta reparar seus erros tornando-se o homem que ela sempre sonhou, porque achou que a estabilidade do casamento era inabalável.

(...) 30 anos de negligência inocente tinham feito meu amor parecer uma mentira e que o dia de pagar essa conta parecia enfim ter chegado. Nós só estávamos casados no papel. Não fazíamos amor havia quase seis meses e os poucos beijos que trocávamos não significavam muito para qualquer um dos dois. Eu estava morrendo por dentro saudoso de tudo o que tínhamos perdido.

Pág. 58

Decide se aconselhar com o sogro, Noah Calhoun, um viúvo solitário de 87 anos, que vive em uma casa de repouso e também seu melhor amigo. Sente-se triste por tudo o que este perdeu. Essas partes com Noah foram comoventes demais (nesses momentos sempre visualizei aquele velhinho do filme "Diário de uma Paixão"). A partir daí, Wilson fará o possível e o impossível nessa jornada para reacender a chama da paixão, salvar seu casamento e reconquistar seu grande amor.

Apesar do efeito dela sobre ele se fortalecer com o tempo, ele conseguirá mudar e reconquistá-la, ganhando a admiração e o respeito dos filhos?

Ambientado na Carolina do Norte, o enredo narrado em primeira pessoa, conta a história sob a perspectiva de Wilson, intercalando entre o presente e o passado. A leitura foi fluida e envolvente desde o princípio.

Segundo li no site oficial do autor, este livro tecnicamente não é a sequência de "Diário da nossa Paixão", porque nela deveríamos seguir a história de Allie e Noah após a conclusão do livro. Ao invés disso, ele decidiu escrever sobre a próxima geração. Por isso, os livros podem ser lidos de forma independente.

O mais curioso é que ele pensa em fazer também um follow up de "O Casamento", mas dessa vez acompanhando a família usando os personagens Anna e Keith. Por enquanto são só ideias, mas vamos torcer para que isso seja possível, como também até o momento, não há nada a respeito desse livro ser adaptado para o cinema.

Não tenho palavras para expressar todas as emoções que senti ao longo da leitura, mas só posso dizer que, indiscutivelmente, este foi o melhor romance do autor entre todos que já li por ser o único que teve um desfecho realmente feliz, sem terminar de forma abrupta e dramática, com cenas encantadoramente comoventes, doces, divertidas e românticas.

Ao longo da história, fui percebendo alguns detalhes nas entrelinhas que culminou em um final surpreendente e não tive como conter as lágrimas, mas desta vez de emoção mesmo.

Um enredo singelo, encantador e emocionante que aquecerá seu coração, porque o amor e a paixão estão evidentes o tempo todo na trama, que nos mostra que apesar de sermos imperfeitos há uma alegria imensa em se apaixonar e ser mutuamente comprometidos, mas somos desafiados constantemente a manter essa chama acesa, porque toda relação passa por altos baixos. Temos que reinventar sempre e ceder um pouco, respeitando a vontade do outro.

Apesar de magoarmos quem amamos com facilidade, é difícil as feridas se cicatrizarem. Só o tempo mesmo para ajudar a curar um grande amor, mas apesar disso é possível duas pessoas se apaixonarem novamente mesmo tendo sofrido uma vida inteira de decepções.

(...), quando duas pessoas vivem juntas o estresse é uma via de mão dupla. (...) esse fato é ao mesmo tempo a bênção e a maldição do casamento. Bênção porque proporciona uma válvula de escape das dificuldades cotidianas; maldição porque essa válvula de escape é alguém com quem nos importamos profundamente.

Pág. 10

Muitos casais vão se identificar com as situações vívidas pelos protagonistas. Como o próprio autor cita no livro:

“O amor é sustentado por ações, pela constante dedicação às coisas que um faz pelo outro diariamente”.

Pág. 58

Românticos de plantão, em especial o público feminino, vocês vão se emocionar demais e suspirar a cada página lida! Preparem seus lencinhos, como também os seus corações!

18 comentários:

  1. Oi Carlinha!

    Olha, eu não li muito sua resenha, só para não começar a chorar antes ahahah

    brincadeira!

    Realmente, os livros do NS deveriam ter uma caixa de lenços como peça obrigatória ahaha

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ka.

    Pode ler sem problema nenhum, já que está isenta de spoilers. ^^

    Mas esse foi o melhor dele com certeza! Um livro sem a dramaticidade que estamos acostumados e com um final feliz lindoooooo!

    Leia que você vai amar.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Bom saber que é um spin off.... estava balançaa a ler mas ao ver continuação, estanquei... já me ganhou por ser um final realmente feliz!!! Eu gosto de finais felizes... =)

    ResponderExcluir
  4. Débora Lauton18/07/2012 11:45

    Vou comprar com certeza... O diário de uma paixão foi o livro que mais gostei do autor, é simplesmente maravilhoso e esse parece ser igualmente bom...


    beijos,

    ResponderExcluir
  5. OMG, preciso começar a ler o meu!
    Leninha doida para ler o seu autor preferido!
    Linda resenha Carla, adoro quando livros nos emocionam assim, mas NS é NS, né? kkk

    ResponderExcluir
  6. Não li o livro anterior Diários de uma Paixão, mas quero ler ambos e logo,
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. AHHHH Eu querooo! Estou muito curiosa com esse livro. Eu AMEI Diário de uma paixão e chorei rios de lágrimas. Quando soube que seria lançado esse livro, quis no primeiro momento. Amo romances com dramas familiares. e Nicholas para mim é um mestre nesse tipo de livro. Amo tudo o que ele escreve e sempre choro. Agora fico pensando em como ele criou as situações do livro, de forma palpável, deixando os leitores com lágrimas nos olhos. Sinceramente to louca pelo livro.


    Bjs no core

    ResponderExcluir
  8. Muitooooooooooo linda sua resenha.
    Eu quero/preciso ler "O casamento".
    Uma história do Nicholas onde você chora de emoção e não poruqe o final foi triste!? #Milagre
    Amei tudo, a história, os personagens e tudo que você falou, mas principalmente, a última citação. ^^

    ResponderExcluir
  9. Oi, Danielle.

    Já estava meio receosa, porque sei o quanto os livros dele tem finais que deixam-nos com o coração na mão, ainda mais depois dos últimos dele que li, que fiquei um pouco frustrada!

    Pode ler este sem medo de errar, porque a história vai te encantar! ^^

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Dé.

    Este foi o único que ainda não li, mas assisti ao filme. Preciso lê-lo urgente para ver se o enredo é tão diferente do filme que é lindo!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Leninha!

    Fiz o possível para não estragar a leitura dos leitores, porque quero que vocês se surpreendam no decorrer do livro.

    Você vai amar! É a sua cara e, melhor, com um final apaixonante e momentos ternos. Pelo menos, o autor conseguiu me cativar novamente!

    Este entrou na minha lista de favoritos ao lado de "Um Amor para Recordar", "Noites de Tormenta" e "A Escolha".

    Quando puder, leia! Depois quero saber o que achou.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Glaucia.

    Sabia que você ia querer! O livro é demais mesmo!

    Infelizmente não li "Diário de uma Paixão", mas pretendo lê-lo mesmo porquê já assisti ao filme e me encantei.

    O autor é mestre na arte de escrever sobre os dramas das relações humanas e aprecio muito isso, porque sempre traz um ótimo questionamento p/ reflexão.

    Alguns dos seus livros foram baseados em dramas vívidos pelo próprio autor. Acho que é daí que ele busca inspiração p/ escrever suas histórias que sempre nos comovem.

    Sempre choro em seus livros, mas nesse foi de emoção mesmo, não de tristeza, porque tanto o enredo quanto o final me tocou muito. Enternecedor!

    Leia, sim! Recomendo!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Rose.

    Também não li, mas como disse na resenha, você pode ler de forma independente sem problema nenhum. ^^

    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Déborah.

    Obrigada! Estava até com receio de ler este livros, depois de duas leituras com finais frustrantes, mas foi realmente um #milagre! [risos].

    Sempre choro em seus livros, mas nesse foi de emoção mesmo, não de
    tristeza, porque tanto o enredo quanto o final me tocou muito.
    Enternecedor e romântico!

    Você vai se surpreender conforme for prosseguindo na leitura! Tem muitas surpresas. Não há como não suspirar. :)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. thaila oliveira02/09/2012 20:50

    que resenha linda, se ja tava com vontade de ler esse livro fiquei mais ainda agora!!! toda a vez que leio nicholas sparks os lenços ja estão preparados e as lagrimas vem naturalmente, e quero lê-lo pois amei diarios de uma paixão. Quero ver como Nicholas trata de uma relação tão delicada e tão cheia de experiencias que é o casamento e tipo ele escrevendo um final feliz: é pra se admirar e não da pra perder

    ResponderExcluir
  16. Oi, Thalita.
    Diferente dos outros livros do autor, este me surpreendeu de forma encantadora e apaixonante abordando sobre esse sentimento tão lindo que é o amor. Foi tudo muito real e tocante. ^^

    ResponderExcluir
  17. Eu amo os livros de Nicholas Sparks, mesmo tendo chorado rios na maioria deles!
    Mas respiro aliviada em saber que esse tem um final feliz. Já li Diário de uma Paixão, mesmo sabendo que esse livo pode ser lido como independente, vai ser bom lembrar de um livro tão cativante.
    Obrigado por compartilhar sua opinião conosco.
    Mais um para a lista de compras.

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Esse livro é simplesmente perfeito, li uma vez e me faz pensar sobre o casamento realmente, crises e amores, é difícil encontrar pessoas que depois de anos que ama sua companheira ou companheiro como na primeira vez. E mais difícil mesmo é lutar por anos..
    foi o que o Wilson fez, Para quem ama de verdade alguem, saberá o que Nicholas escreve..
    Ainda sou jovem, e esse livro me fez pensar o que um casamento passa, me faz ver como me comportar diante de uma vida criada depois de um casamento, pois criamos outra vidas quando se juntamos com quem amamos.
    Passamos anos e anos na saia de nossas mães, que quando casamos e saimos, é um mundo totalmente diferente, e isso o livro mostra..
    Otimo Livro Recomendo.

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.