Belo Desastre - Jamie McGuire

BELO DESASTRE
JAMIE McGUIRE
Verus


Este é o primeiro livro da autora que leio, cujo original em inglês Beautiful Disaster, com 389 páginas.

Abby tem uma boa índole. Uma jovem inteligente, sensata,
teimosa e sem excessos que carrega um passado sombrio. Por isso mudou de cidade com America, sua melhor amiga, para fugir dele e estudar, mas sua vida dá uma guinada ao se deparar pela primeira vez no submundo da universidade e conhecer o bad boy Travis Maddox, que ameaça seu mundo com seu charme e sex appeal.

Apesar de ansiar por alguém assim deseja evitar isso a qualquer custo e resiste aos seus encantos. Completamente oposto dela, que aparenta ser alguém que não é, ele é um sedutor e fatura um dinheiro lutando e jogando ilegalmente nos clubes das fraternidades. Torna-se sua grande adversária por ser misteriosa e reservada, o que o deixa intrigado. Mas ela será a única que colocará no seu lugar. Os dois nem imaginam que terão um relacionamento intenso e conturbado como um tornado.

Convencido, autoconfiante, explosivo, ciumento e possessivo, Travis é um competidor letal e imbatível. Acostumado a ter todas as garotas aos seus pés, era ciente do seu poder de atração. Apesar de ser cativante e superprotetor em alguns momentos, em outros era impulsivo, canalha e egoísta. Inseguro, temia a própria sombra, mas lutava ferrenhamente para defender os amigos. Luta para pagar as despesas universitárias, cuja família tinha um péssimo temperamento, além de serem extrovertidos. Mas o motivo dessa revolta e dessa fúria que carrega dentro de si tem explicação no decorrer da história.

Ele mexia com as emoções dela e isso a irritava, mas sua rejeição o desafiava.

- Não consigo sacar qual é a sua? Você é a primeira garota que já sentiu desprezo por mim antes do sexo. Você não fica toda desorientada quando conversa comigo e não tenta chamar minha atenção.

Pág. 26

Um dia, Travis faz uma aposta, mas quem sairá ganhando?!

- Se você ganhar, fico sem sexo durante um mês. Mas, se eu ganhar, você tem que passar um mês comigo.

Pág. 74

Por isso, Abby tem medo de arruinar os limites da amizade. Com o passar do tempo, os dois lutam contra os seus sentimentos com unhas e dentes. Ela, por medo de se envolver por achá-lo parecido ao pai com seu humor instável, que arruinou sua vida; ele, por medo de se comprometer.

- O que você quer de mim, Travis? Você não quer que eu fique chateada com o que você fez, mas quer que eu me importe. Você disse à America que não quer me namorar, mas fica irritado quando digo a mesma coisa... tão irritado que sai feito um raio e fica ridiculamente bêbado. Não dá pra te entender.

Pág. 99

Antes de conhecê-la, ele se achava invencível, mas ela era sua fraqueza, o que o deixava paranoico. Ambos são determinados e têm muito em comum como o fato de serem temperamentais, apesar dele deixá-la confusa, irritada e frustrada.

- Eu sei que a gente tem problemas, tá? Sou impulsivo, esquentado, e você me faz perder a cabeça como ninguém. Num minuto você age como se me odiasse, e no seguinte como se precisasse de mim. Eu nunca faço nada direito, eu não te mereço... mas, porra, Abby, eu te amo. Eu a amo mais do que jamais amei alguém ou alguma coisa em toda a minha vida. Quando você está por perto, não preciso de bebida, nem de dinheiro, nem de luta, nem de transas sem compromisso... eu só preciso de você. Eu só penso em você. Eu só sonho com você. Eu só quero você.

Pág. 188
- Sabe por que eu te quero? Eu não sabia que estava perdido até que você me encontrou. Não sabia que estava sozinho até a primeira noite em que passei na minha cama sem você. Você é a única coisa certa na minha vida. Você é o que eu sempre esperei, Beija-Flor.

Pág. 241

Um romance contemporâneo com uma linguagem madura, sensual e explícita distinto dos gêneros Young Adult que estamos acostumados a ler. Pelo que pesquisei no Google, ele faz parte de um novo gênero que está entre o YA e o Adult, que está chegando com força total ao país: o New Adult (NA). Além do romance em si também foca em vários temas controversos.

Narrado em primeira pessoa sob a perspectiva de Abby. Desde o princípio a leitura foi fluída, ágil e envolvente com personagens cativantes, complexos e controversos que me despertou um torvelinho de emoções em uma trama de um belo desastre arrebatador, visceral e intenso repleto de reviravoltas e surpresas a cada capítulo. Deixo um pequeno alerta: Cuidado para não ficar dependente, porque esse livro é viciante! O Ministério da Saúde adverte: “Cuidado para não passar noites insones e hiperventilar por causa do Travis, porque ele pode causar sérios danos à sua saúde.” [risos].

Esse lado fascinante, sombrio e passional do personagem, que chega a ser meio doentio, lembrou-me de Zsadist, da série “Irmandade da Adaga Negra”, como também um pouquinho de Patch, da série “Sussurro”. A família Maddox me lembrou daquelas reuniões adoráveis da Irmandade com sua camaradagem e brincadeiras, com aquele jeito barulhento e desbocado, mesmo tendo passado por todas as adversidades.

Segundo li no site oficial da autora,
“Walking Disaster” está previsto para ser lançado em 2013. É a mesma história, mas dessa vez sob a perspectiva de Travis, onde veremos algumas novidades acerca do seu futuro com Abby. Não terá sequências, mas a autora planeja escrever futuramente romances com os irmãos Maddox.

Depois de ler dois dramas seguidos (A Culpa é das Estrelas e Ausência), este livro foi um bálsamo para minha alma, porque fazia tempo que um romance não me deixava tão inebriada! Não tem como não ficar fascinada pela trama e apaixonada pelos personagens, principalmente pelo Travis, que desperta todos os sentimentos possíveis. Recomendo!


21 comentários:

  1. Não vejo a hora de ler este livro. Já gostei do título e depois que li a sinopse e outras resenhas, minha vontade só aumentou.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Carlinha, eu já estava empolgada no início da resenha. Mas pra que vc foi me lembrar do Z? Aff Mulher! Já to louca por ele. Agora vai virar uma obsessão. Será minha próxima conquista. Anote o que te digo, enquanto não conseguir esse livro não vou sossegar. Parece que atualmente estou cercada de protagonista possessivos e apaixonantes. Estou adorando essa linha de jogo de poder e sensualidade. AHHH Ansiosa pelo livro. Que Deus me permita ficar longe das livrarias pelos próximos meses e que não receba cupons de descontos. kkk Eles são a minha perdição.


    bjs no core.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Glaucia.

    Morri de rir com você. Não sabia que você também era fã da Irmandade. Mais uma para a clube das doidas pelos irmãos.

    Realmente, a personalidade do Travis me lembrou demais do Z, que é o meu favorito e pensar que no começo eu ele deu tanto medo. [risos].

    Também estou adorando essa aura de sensualidade, mas Às vezes acho essa possessividade meio sufocante. [risos]. Mas mesmo assim, não tem como resistir aos encantos desses mocinhos que sempre nos fascinam. ^^

    Nem me fale! Estou fugindo das tentações. Desse jeito vamos à falência! [risos].

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Carlinha, o pessoal está falando super bem dessa história e eu estou super curiosa para conferi-la, claro!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Nanie.
    O livro é ótimo! Bom para relaxar e se apaixonar, claro! ^^
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Carlinha!

    Você acompanhou toda a minha loucura com o livro, então sabe o quanto eu gostei kkkk

    Mas que rolou uma deprê pós livro, aahhh se rolou! kkkk

    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ka.

    E como, né? Você foi uma das primeiras a me deixar instigada com o Travis.
    Amei o livro. Fazia tempo que não lia algo assim.
    Valeu a pena!
    DPL com certeza! kkkkkkkkkkkk.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Vitória Rodrigues02/09/2012 20:48

    Já li várias resenhas de Belo Desastre, mas a sua foi o mais perto de descritivo que cheguei e realmente amei isso. Digo, com tanto alarde sobre isso, leio cada resenha que consigo e algumas me deixam mais animadas para ler, outras menos. Travis ao mesmo tempo que me seduz, com os trechos que li, fico meio desanimada(depois daquele cosplay da Bienal, sabe?). Mas apesar de tudo, sei que esse livro vai agradar, mesmo eu tentando não criar muitas expectativas.
    Ótima resenha, uma das melhores que vi, com os pontos positivos e com uma visão mais madura ou séria das coisas.
    Beijos,
    Shake Your World

    ResponderExcluir
  9. Oi, Vitória.

    Agradeço pelas palavras.

    O Travis é um personagem bem complexo, porque ao mesmo tempo em que te seduz ele traz sentimentos contraditórios do tipo ame ou odeie. É uma montanha russa de emoções.

    Garanto que não tem nada a ver com aquele cosplay da Bienal. O personagem do livro é muito instigante e apaixonante.

    Eu li esse livro sem altas expectativas e foi uma grata surpresa, porque ele me deixou inebriada ainda mais pelo carisma dos personagens e os temas sérios abordados na trama que é mais um deleite.

    Leia e depois venha aqui me dizer o que achou.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Adorei sua resenha Carlinha e estou gostando muito do livro!
    Acho que mesmo se esse livro não fosse a febre do momento, iria bombar pelo conteúdo.
    Estou gostando do Travis, da Abby, amando Mare e o ambiente que envolve a trama.
    Espero terminar logo para tirar minhas próprias conclusões.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Leninha.

    Concordo plenamente com você. Os temas abordados são bem atuais e a complexidade dos personagens são um enlevo a mais p/ nos envolver.

    Gostei muito da Mare e do Shepley. Devia ter um livro só deles também. Os personagens são fascinantes.

    Ficarei aguardando ansiosa sua resenha.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Carla!


    Muito propaganda de
    Belo Desastre , tenho medo de me decepcionar, mesmo assim não custa nada ariscar ainda mais com essa resenha tão instigante que vc fez.rsrs

    Beijos
    Luciana(✿◠‿◠)
    ♪♥ Apaixonada por Romances♥ ♪

    ResponderExcluir
  13. Oi, Luciana.

    Pelo pouco que te conheço, se você gostou de "Twilight", vai adorar este.
    Não tem nem comparação. Mas leia e tire suas próprias conclusões.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Carlinha! =D
    Eu tenho visto resenhas desse livro pela blogosfera, mas, confesso, não tinha parado para ler nenhuma até agora. Preciso confessar que fiquei completamente louca-obcecada para ler "Belo Desastre". Parece incrível!
    Adorei os trechinhos que você colocou! Achei que consegui imaginar o Travis certinho... rs Com certeza, vai para a lista de desejados!


    Um beijo!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Náh.

    Conheci esse livro por acaso no Skoob e em uma conversa em off com a Leninha. Foi uma grata surpresa, sabe?

    Fazia tempo que um livro não me deixava tão inebriada. Este é mais um que entrou na minha top list do ano.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Heeeey Carlinha.
    Esse é o livro do momento, né?? Estava em dúvida se o leria ou não mas depois de sua resenha (e a da Bruna) percebi que preciso dele NOW.


    "Esse lado fascinante, sombrio e passional do personagem, que chega a ser meio doentio, lembrou-me de Zsadist..."


    Assim você acaba comigo, malvada. =O


    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi, Gabi.

    Este livro é o ápice! Fazia tempo que não ficava tão inebriada com um romance e o Travis... *suspiros*

    Leia que você AMADORAR! Espero que aprecie tanto quanto eu.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Nossa, me arrepiei com os quotes selecionados!!
    :)

    ResponderExcluir
  19. Concordo em tudo que você disse Carla!
    Passei noite em claro lendo o livro porque é viciante, não tem como não ficar fascinada pela história.
    Ela é envolvente e ágil. Como não amar?
    Amei, viciei.
    Travis e Abby <3

    http://grilsandbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Esse livro vai pra minha lista de próximos para ler!Eu achei muito interessante a capa e estou curiosa para saber qual o passada da mocinha.
    Parabéns pela resenha,beijos!!

    Beijos
    Lu Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  21. Caramba, você arrasou na resenha. Foi simples e direta. Li "Belo Desastre" e me apaixonei. E infelizmente não tomei cuidado e fiquei viciada nele, assim lendo por uma semana umas três vezes. hahaha
    Li a "versão de Travis" em PDF e não vejo a hora de ter esse livro em minhas mão para reler novamente. Simplesmente ficou mais lindo que "BD".
    Ah! Você sem duvida tem o dom de escrever resenha.
    Bjs!

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.