O Resgate do Tigre - Colleen Houck

O RESGATE DO TIGRE
COLLEEN HOUCK
Arqueiro


Este livro (Tiger’s Quest, de 432p.), é o segundo volume da série A Maldição do Tigre.

[AVISO: Se você ainda não leu o anterior, todos sabem que evito spoilers, mas pode conter dados importantes que aconteceram no primeiro e alguns leitores podem achar que é.]

 
No primeiro volume, vimos que Kelsey deixou seu trabalho no circo e saiu numa viagem para a Índia em companhia de um antigo príncipe indiano que, por meio de uma maldição, se transformou em tigre. Junto com seus novos amigos, travou inúmeras batalhas contra criaturas imortais, tentando juntar as partes da profecia perdida para quebrar a maldição do tigre, onde superou muitos obstáculos e quase perdeu a vida.

Depois de findar a missão, se viu sozinha e vazia, mas tenta refazer sua vida longe de seu amado Ren, porque o abandonou por serem de origem e culturas distintas, porque achava que ele era muita areia para o seu caminhão.

Além de ter aulas de defesa pessoal, agora é uma universitária encarregada de desvendar antigas maldições nas horas vagas, porque precisa realizar três tarefas para conseguir quebrar esse mal que assola o povo indiano.

Apesar de manter-se ocupada, não consegue esquecê-lo, mas ainda tem esperanças de que Ren, que era perfeito, cauteloso, ponderado e apaixonado, procure-a. Por isso, começa a sair com diversos pretendentes, porque a vida é curta para viver sem amor.

Ele provavelmente acabou com minhas chances de ser feliz com outra pessoa. Como eu poderia gostar de outros homens quando não podiam sequer se comparar a ele?
Pág. 32

Ao retornar, o casal aproveita ao máximo seus breves momentos juntos.


- Iadala, você nunca vai me perder. Eu sempre estarei perto de você. Me dê uma chance Kells. Por favor.
Pág. 73
Ia além da paixão, além do desejo. Seu beijo era cheio de ânsia, necessidade e amor, (...). Mas também era cheio de promessas e juras, algumas doces e ternas, outras perigosas e excitantes.
Pág. 102

Enquanto isso, nem imagina que está sendo caçada pelo vilão Lokesh, cada vez mais ambicioso e sedento por poder. Ao ser raptado, ela sonha frequentemente que Ren está morto ou sendo torturado cruelmente com a vida por um fio.

Por alguma razão parecia que eu sempre perdia as pessoas que amava. Como iria viver sem ele?
Pág. 167

Passará por muitas provações para salvá-lo e, para isso, contará com a ajuda de Kishan, por quem ficará dividida chegando ao ponto onde questionarão seus destinos.

Ele sempre viveu à sombra do irmão, que amava e admirava, mas sentia-se um nada. Apesar de eles terem muito em comum como a sinceridade e a dignidade, ele é um bad boy cínico e fanfarrão, mas por trás dessa máscara é encantadoramente doce e vulnerável pelo fato de não saber lidar com a rejeição. Ele precisa se agarrar em algo, afinal a esperança é a última que morre. Precisa de alguém que se importe e não o deixe desistir de si mesmo.

Sente-se culpado pelo preço
alto que está pagando, por ter agido de má fé com o irmão no volume anterior, mas luta com todas as forças por um propósito para reverter isso, porque está obcecado pelo passado. Sempre suportou o sofrimento por ter o espírito partido e tenta curar o remorso. Cometerá o mesmo erro ao apaixonar-se pela namorada do irmão?

Charmoso, imprevisível, fascinante, perigoso e irresistivelmente atraente, Kishan é como uma turbulência por ser um tigre perdido e errante, mas também solitário que busca um amor. Encontrará uma resposta para o seu coração e superará suas fraquezas?

Ambos seguem na jornada em meio a perigos mortais, romances e beijos roubados com um grande propósito: o intuito de resgatar o tigre, recuperar os objetos sagrados e salvar uma nação.


- Se Ren não estivesse com você, eu faria tudo que estivesse ao meu alcance para tê-la em minha vida. Para conquistá-la.
- (...). Você... me acalma. Você conserta o que está destruído e me dá a esperança de que eu possa voltar a ter uma vida.
Pág. 180

Conseguirão resgatá-lo? E Kells, com um futuro cada vez mais incerto e sem alternativas, porque Ren pode estar morto, ficará com Kishan?


Para Ren não havia nuances de cinza. Ele era o gato branco e Kishan, o negro, literalmente. O problema era que eu não via Kishan da mesma maneira que Ren o via. Kishan também era um herói. Ambos haviam sido feridos. Ambos haviam sofrido. E Kishan merecia um final feliz tanto quanto Ren.
Pág. 346

Deterão Lokesh antes que seja tarde demais?


Eu tremia de pavor. Aquele homem me aterrorizava mais do que qualquer coisa que eu já houvesse enfrentado.. (...). O mal escoava dele em ondas, enegrecia tudo ao seu redor. Sua escuridão me sufocava.
Pág. 371

Um enredo intenso de aventuras, ação e romance que aborda muita magia intercalada com mitos e lendas, tradições hindus, mitologia, religião e cultura indianas, repleto de florestas, animais exóticos, monstros e criaturas assustadoras, além de templos, oferendas e deuses, perigos e armadilhas inimagináveis com personagens cativantes e sedutores.



Fico feliz de a editora ter mantido a capa original, que é linda com detalhes debruados em alto relevo e a imagem ilustrada é o personagem no qual o volume foca.

Além da diagramação e revisão ótimas, a leitura é agradável e envolvente desde o princípio, cujo enredo é narrado em primeira pessoa sob a perspectiva de Kelsey.

Encantei-me e tive um turbilhão de emoções com os personagens, especialmente com algumas atitudes inquestionáveis da Kells, mas agora vimos o quanto todos amadureceram em relação ao livro anterior. 

Amei os poemas e os momentos idílicos com os irmãos, especialmente Ren.

Teve um momento na pág. 399 até o desfecho que me emocionou e também me deixou completamente boquiaberta, porque não acreditei que estivesse lendo aquilo. Foi a mesma reação que tive no final do romance “Um Amor no Ninho”, da Maribell Azevedo (Quem leu, sabe a que me refiro, mas no caso aqui aconteceu com um personagem querido). Simplesmente surtei!

Sempre fui fascinada por tigre, que é considerado o grande protetor da selva e um símbolo de poder e imortalidade, mas estou aprendendo muita coisa sobre mitologia que desconhecia.

Gostei das reflexões que o livro traz nas entrelinhas, entre elas de que o verdadeiro propósito da vida é ser feliz. Quando nos importamos com o próximo aumenta o nosso bem-estar e ficamos em paz. Com isso eliminamos nossos medos e inseguranças além de ganharmos força para enfrentarmos os obstáculos que a vida imporá.


- Errar é o que nos torna humanos. É assim que aprendemos. (...) cometer um erro não é ruim. Ruim é se recusar a aprender com ele a fim de não repeti-lo.
Pág. 179

Para quem ainda não sabe, a Paramount Pictures adquiriu os direitos dos livros para adaptação cinematográfica.

Série A Maldição do Tigre
- Tiger’s Curse Series –

1. A Maldição do Tigre (Tiger’s Curse)
2. O Resgate do Tigre (Tiger’s Quest)
3. A Viagem do Tigre (Tiger’s Voyage)
4. Tiger’s Destiny
5. Tiger’s Dream

4 comentários:

  1. Oba, esse eu tenho aqui na estante faz um tempão... mas acredita que eu estou economizando?? Isso mesmo, fiquei tão chateada em saber que essa série tem 5 livros e que vou demorar para ler todos que não tive coragem de ler esse..rss Coisa de doida, né??
    Mas agora não vou mais conseguir resistir... preciso saber o que se passa na página 399 em diante...

    beijos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Débora.

      Esta série é ótima!
      Quase tive um treco quando cheguei no final deste.
      Roendo as unhas para o próximo que será lançado em novembro.
      Mal posso esperar.
      A história é fofa, mas estou apreciando ainda mais a cultura indiana.
      Beijos.

      Excluir
  2. Gostei muito da história do livro.
    Não li o primeiro, mas fiquei com muita vontade de ler e conhecer mais sobre a mitologia que a envolve.

    http://grilsandbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Déborah.

      É uma delícia! Você se encanta pelo enredo, como também se apaixona pelos irmãos como humanos e tigres. São fascinantes!
      Leia e depois me diga o que achou.

      Beijos.

      Excluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.