TOP Piriguetagem Literária 2013: Estrangeira


Durante o ano, a cada romance lido, alguns personagens nos marcam profundamente, sejam eles mocinhos ou vilões. E com esse meme divertidíssimo idealizado pela Nanda Assis, do blog Viagem Literária, temos a oportunidade de dar voz aos nossos surtos mais enlouquecidos e compartilhar com nossos leitores aqueles dez mocinhos que fizeram nosso coração disparar em algum momento da leitura.

Conforme vocês viram na postagem anterior (CLIQUE AQUI), este ano decidi dividir em duas categorias.

Então, como prometido vamos ao TOP Piriguetagem da Literatura Estrangeira, cujos personagens masculinos que me conquistaram em 2013 foram:

10 — Will Cooper - MÉTRICA, de Colleen Hoover.

Já pensou ter um lindo vizinho, que se identifica com a sua realidade e a entende como ninguém? Só estou colocando este personagem na lista por causa do primeiro volume, já que em Pausa os protagonistas me decepcionaram um pouco. Apesar de grandes responsabilidades que carrega nos ombros, ele me cativou por ser maduro para a idade, possuir um autocontrole com seu jeito intimidante e, às vezes, autoritário de ser, mas inspira segurança e confiança em todos à sua volta. Que mulher não quer um rapaz inteligente,  apaixonado por poesia, superprotetor e romântico?!

Dusan Novakovic
9 — Lucas Maxfield - EASY, de Tammara Webber.

Lucas me cativou por seu cavalheirismo e por seu lado atormentado e misterioso, devido aos seus demônios pessoais. Trabalhador e ilustrador, frequenta as mesmas aulas que ela, já que seu grande sonho é ser engenheiro. Tatuado e com piercing, age aparentemente como um bad boy, mas é ousado, seguro de si e sexy com seu olhar intenso e sorriso sutilmente enigmático. Inteligente, franco e com um humor adorável! Claro que, além de tudo isso, é romântico, intenso e apaixonado. Gente, não tem como não se encantar, né?

Christian Clark
8 — Neal Scott & Jamie O'Brien - ESTA TERRA DOURADA, de Barbara Wood.

Por se tratar de um mesmo livro, nesta posição decidi colocar dois mocinhos atraentes e tudo de bom, que me deixaram bem dividida por serem intensos e misteriosos.

Loquaz, alegre e teimoso, Neal é um ateu e bastardo. Cientista americano, deseja explorar as desconhecidas terras australianas. Intrigante, simpático, atraente e misterioso, possui uma energia e entusiasmo contagiante por conta de sua determinação e autoconfiança, porém é prisioneiro de mágoas profundamente enraizadas do passado. Ele conseguiu me conquistar à primeira vista por ser um homem intenso e apaixonado. Não consigo visualizar nenhum ator como o personagem, somente o vejo na minha imaginação. As cenas românticas com ele são de deixar qualquer mulher enlevada. *suspiros*


Jamie é um nativo fora da lei procurado pelas autoridades locais. Vigarista astuto e ardiloso, mas que também possui um coração forte, tempestuoso e vive segundo suas próprias leis. Sabe aquele cafajeste que te repele, mas você se vê atraída? Até me lembrei da personalidade de Sawyer de "Lost" em alguns momentos. rs. Por ser australiano lembra demais este belo ator da foto.

E aí, você também ficou dividida? Então, imagina o dilema de Hannah, ainda mais com dois homens intensos, apaixonados e românticos?


7 — Gabe Sullivan - NÃO POSSO ME APAIXONAR, de Bella Andre.

Coincidentemente, estava acompanhando ao seriado Chicago Fire, justamente na mesma época em que estava lendo este livro. Por isso, me apaixonei pela história, mesmo não sendo o meu preferido dos Sullivans.

Como seus irmãos, Gabe é lindo, corajoso e irresistível! Um bombeiro que ama sua profissão e arrisca sua vida diariamente. Como o Severide do seriado, ele também é um conquistador, que já partiu muitos corações, mas distinto já que prometeu não se envolver com nenhuma vítima de incêndio. Contudo, ele é daqueles que quando conhece o amor joga toda a sua cautela para o alto mostrando um lado doce e romântico. E aí, meninas? Alguém topa apagar um incêndio com esta delícia?! FOGO!!!

6 — Ryan Sullivan - QUERO SER SEU, de Bella Andre.
 

Amigo, apaixonado e superprotetor, Ryan é o homem galante que toda mulher sonha. Mesmo sendo um pouco possessivo, ele é daqueles que conquista devagarinho e com muito romantismo para quebrar as barreiras de um amor platônico. Lindo, poderoso e sexy, passa em cima de tudo e de todos para proteger a mulher a ama. Mais um Sullivan que arrebatou meu coração por seu lado encantadoramente sedutor. Um verdadeiro príncipe, digno de conto de fadas.sonha. Mesmo sendo um pouco possessivo, ele é daqueles que conquista devagarinho e com muito romantismo para quebrar as barreiras de um amor platônico. Lindo, poderoso e sexy, passa em cima de tudo e de todos para proteger a mulher a ama. Mais um Sullivan que arrebatou meu coração por seu lado encantadoramente sedutor. Um verdadeiro príncipe, digno de conto de fadas.

Jimmy Thomas
5 — Jake McCann - SÓ TENHO OLHOS PARA VOCÊ, de Bella Andre.

Mesmo não sendo um dos Sullivans, Jake é considerado pela família porque eles são melhores amigos desde a infância. Até agora este é o meu livro preferido da série por conta da intensidade e complexidade deste lindo bad boy.

Dono de uma cadeia de pubs irlandeses, ele é atormentado por uma infância difícil e por um segredo do passado. Avesso a compromissos, esconde suas emoções e acha que não é digno de merecer o amor da amiga de infância devido a superproteção de seus irmãos e melhores amigos. Ele foi me conquistando aos poucos. As cenas sensuais entre ele e Sophie... *abana* Me rendi ao seu jeito despojado, romântico e encantadoramente apaixonado.

Dylan McDermott
4 — Simon Basset & Anthony Bridgerton - O DUQUE E EU & O VISCONDE QUE ME AMAVA, da série Os Bridgertons, de Julia Quinn

Rico, bonito e solteiro, Simon é um duque amargurado pelo passado. Inteligente e charmoso, mas irresistivelmente atraente, não tem como não render aos encantos desse conquistador inveterado e misterioso que tem aversão a casamento. Adorei as cenas hilárias entre ele e a mocinha. Quem não queria estar no lugar da Daphne e dobrar este belo duque de cabelos castanhos e olhos azuis?!
Richard Armitage
Já seu cunhado e melhor amigo Anthony é um visconde belo, honesto e gentil. Além de cínico é cavalheiro, galanteador e romântico, como também superprotetor com a família, o que acentua ainda mais a sua elegância e charme. Abastado, resolveu abandonar a vida de libertino e devassidão para constituir uma família. E aí, quem não gostaria de estar no lugar da sua noiva? Seu jeito sério me fez lembrar de Mr. Thornton, da minissérie North & South, só que o Anthony tem olhos castanhos. Ai... ai... ai...

Ewan McGregor
3 — Red & Bran - FILHA DA FLORESTA & FILHO DAS SOMBRAS, primeiro e segundo volumes da trilogia Sevenwaters, de Juliet Marillier.

Tive que colocar estes dois personagens aqui, porque ambos me conquistaram. Até hoje estou bem dividida entre os dois. Só lendo os livros para entender o meu dilema acerca deles como ficaram suas amadas Sorcha e Liadan.

Red é um guerreiro forte, íntegro, racional e idealista, que me conquistou por sua coragem e cavalheirismo. Mesmo com um segredo acerca do seu passado, ele me trouxe uma complexidade de emoções em meio à aflição, dor, fúria e ódio de si mesmo. Fui arrebatada quando descobri que por trás dessa máscara de frieza e autocontrole, havia um ser humano doce e incrível com algo tão profundamente intenso e, ao mesmo tempo, sutil. Não é pra se apaixonar? Seu jeito ruivo, me lembrou deste ator.

Já Bran é um líder visionário e corajoso, temido por quem não o conhece, mas respeitado por todos. Homem belo e leal, de fibra e coragem, com uma infância perdida à margem da escuridão, ficando amargurado e incapacitado de ter esperança. Apesar do medo de amar e rir, da sua frieza e de não possuir qualquer tipo de sentimento, ele é alguém que acaba inspirando confiança. Quem quer resgatar este homem destemido, feroz, ameaçador — que possui no rosto o desenho de um corvo — das profundezas das sombras e escuridão?!

Foi um livro que não teve muito romance, mas algumas cenas idílicas entre esses mocinhos arrebatou de vez meu coração.

Henry Cavill
2 — Nick Sinclair - DOIS PESOS, DUAS MEDIDAS, de Judith McNaught.

Executivo dinâmico, enérgico e intimidador, mas também inescrupuloso, comanda seus negócios e suas mulheres com ousadia sob um autocontrole implacável. Belo, espirituoso e indolentemente charmoso, Nick irradia confiante virilidade. Seu jeito enigmático e complexo, juntamente com sua vulnerabilidade, nos atrai. Mesmo o achando pretensioso adoraria ser a Lauren para colocá-lo em seu devido lugar em alguns momentos, já que tive ganas de matá-lo. Sabe aqueles personagens no estilo gato e rato que sempre estão em ponto de ebulição? Pois é exatamente isso que me entusiasma e me fascina nas obras da Judith McNaught. Mesmo que o mocinho seja um cretino, machista e possessivo — o que abomino — é impossível ficar imune aos seus encantos.
Teve uma cena de um encontro no elevador, que me lembrou tanto de Grey. Só quem leu, entenderá do que estou falando. Ui!

Hugh Jackman
1 — Rafe Kendrick - UMA LUZ NA ESCURIDÃO, da Catherine Anderson.

Primeiro livro de Portugal que comprei na Wook e li, cujo mocinho tinha que estar em primeiro lugar. Um homem bem-sucedido e feliz, cujas circunstâncias da vida o levaram a se entregar ao alcoolismo devido a uma grande amargura por conta de uma culpa que carrega nas costas. Mesmo fragilizado, possui uma personalidade compassiva e forte, contudo ternura jaz encoberta em seu coração dilacerado. Meninas, ele é daqueles mocinhos apaixonantes, enigmáticos que daria o céu e a terra a qualquer mulher, levando-as ao delírio com seu romantismo. Só tem um porém, jurou viver sozinho para o resto da vida! E aí, quem quer fazer companhia pra ele?! Gente, o Rafe tem cabelos negros e olhos azuis, mas não sei o motivo de imaginá-lo fisicamente como o Hugh Jackman, acho que por seu lado rústico em Austrália e isso é muito Rafe. Oh, God!

Então estes são os mocinhos dos livros estrangeiros que abalaram meu mundo por algumas horas ou dias durante este ano. 

E você? Quem fez a sua cabeça este ano a ponto de hiperventilar?
 

Me conte, quem te fez surtar e deixou seu coração acelerado?
 

Compartilhe comigo nos comentários abaixo. Tanto eu quanto os outros leitores amaremos conhecê-los para surtarmos juntos!


4 comentários:

  1. Carlaaaaaaaaaaaaa!

    Além de termos gostos parecidos ( escolhe alguns desses também) kkkkkk amei os outros que vc colocou, ainda não li alguns desses e de Portugal ainda não comprei nenhum, pois se me viciar tá difícil kkkkkkkkkkkk.

    Depois veja lá o meu TOP, pois eu sou uma mega piriguete! kkkkkkkk

    FELIZ NATAL minha querida, muita saudade de vc.

    Faby - Blog Adoro Romances de Aracaju

    ResponderExcluir
  2. Ai Carlinha, que delíciaaaaaaaaaa!!!
    Adorei sua Lucas e Nick Sinclair. Mas não estava preparada para ver os Simon Basset & Anthony Bridgerton tão bem representados, Mini-intarto em 3, 2, 1...

    Seus tops são ultra tops, surtei legal aqui.
    Vou ali tomar um ar, já volto!
    rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Le.

      Se soubesse o quanto foi difícil escolher um Simon e um Anthony que fizesse jus aos personagens. Adoro esses dois delírios.

      Já o Nick foi fácil! rs.

      É de deixar qualquer mulher com hiperventilação em 3... 2... 1...

      Saudade de reler alguns desses livros.

      Excluir
  3. Oi, Carlinha!

    hehe Eu só conheço os mocinhos da Bella Andre e concordo em gênero, número e grau que eles são maravilhosos! <3

    Carlinha, passando para desejar um Novo Ano maravilhoso para você a sua família! Que 2014 seja repleto de realizações, viu?

    Beijos,
    Inara
    www.lerdormircomer.com.br

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.