Beijada por um Anjo - Elizabeth Chandler

BEIJADA POR UM ANJO
ELIZABETH CHANDLER
Novo Conceito

Ganhei este livro da Editora
Novo Conceito, no dia 05/10/2010, que é o primeiro volume da série Beijada por um Anjo, que no original em inglês intitula-se Kissed by an Angel, juntamente com esse kit lindo da imagem abaixo e, mais uma vez, quero agradecer por inovar sempre com seus novos lançamentos surpreendendo-nos e por conceder-me a honra de conhecer mais essa obra emocionante, que me trouxe uma leitura gostosa e tocante. Já li faz tempinho, mas só agora tive tempo de resenhá-lo.

Amei o interior desse livro, que é cheio de ilustrações, com asas, penas e alguns arabescos, que deram um toque a mais, o que achei bem inovador, mas a história foi conquistando-me gradativamente no decorrer da leitura, a princípio pelo fato de achar meio fraca e de algumas cenas serem um pouco confusas por transcorrer no presente, passado e futuro, mas, ao ler a versão em espanhol, constatei que esse é o jeito de escrever da autora, mas depois fiquei tão envolvida e encantada pela história que nem percebi as horas passarem, porque, quando estava na metade da leitura, é que o enredo arrebatou-me de vez aumentando a minha ansiedade para descobrir o desfecho e o destino dos personagens.

Tristan, com cabelos castanhos, ombros largos, poderosos e cintura fina, era o rapaz mais popular da escola, além der ser um exímio nadador, que habitava o imaginário de todas as meninas da cidade, menos de Ivy, com quem teve dois encontrões, mas mesmo assim encantou-se por ela desde a primeira vez que a viu, por causa da sua beleza exótica, seus cabelos loiros encaracolados e seus olhos verdes, além de ser uma pessoa completamente desprendida.

Tristan lembrou-me muito do Clark Kent, todo atrapalhado, estabanado e tímido quando aproximava-se de Loís Lane, porque ele agia assim com o intuito de chamar a atenção de Ivy, que só queria a companhia dos anjos, especialmente do anjo da água. Sem se importar com o que os outros pensavam de sua crença, ela era capaz de ficar horas e horas conversando com eles, porque encontrava a paz. Não tinha tempo de prestar atenção nos rapazes, devido à sua vida tumultuada, porque dedicava-se à música, aos estudos, ao trabalho na loja e cuidava de seu irmãozinho, Philip, que é uma figura e um doce de menino.

Adorei diversos personagens, entre eles, as amigas de Ivy, Beth, que vivia no mundo imaginário romântico, enquanto Suzanne (achei meio chatinha, mas gostei dela), deixava os rapazes exaustos com suas paixões. E as duas uniram suas forças para juntar o casal, o que acabou sendo muito engraçado, porque elas eram completamente opostas uma da outra. Adorei o Will, a Lacey Lovitt foi um show à parte! Ri muito com ela!

Desde o princípio, fiquei com um pé atrás com o Eric (que era um chato, arrogante) e, principalmente, Gregory, apesar dele ser riquíssimo, ser autoconfiante, ter o sorriso encantador, cabelos escuros, olhos acinzentados, alto e um corpo esbelto, mas a sua frieza e indiferença me dava nos nervos. Vivia tentando ser amigo de Ivy, sempre com provocações, ainda maiores depois que seu pai casou-se com a mãe dela. Cada atitude sua tinha uma coisa velada, sempre com segundas intenções. Esses dois amigos me irritaram profundamente! (risos).

Fiquei encantada com Ella, a gatinha de Ivy, porque sempre fui apaixonada por gatos. As cenas com ela e Philip, no decorrer da leitura, eram super divertidas. Os dois eram super fofos, apesar de Ella ser arisca e desconfiada. E são os dois, assim como a água, que era o temor de Ivy e a paixão de Tristan, que seriam os responsáveis pela aproximação de suas vidas e os envolveria em uma linda história de amor, companheirismo e confiança.

- Foi isso que você fez? Quis bancar o salva-vidas, o herói?

- Não, Ivy - disse em voz baixa e levantou-se. - Provei mais uma vez que sou o herói de todo mundo, menos o seu.

Pág. 119
(...) Depois de um momento de hesitação, levou a mão dela ao seu rosto. Será que ela podia sentir a forma como seu coração pulsava mais rápido diante de seu toque? Ajoelhou-se. Pegou a outra mão dela e beijou as pontas dos dedos, depois levou a mão à sua outra face.
Ela ergueu o rosto.
(...)

Pág. 120

Às vezes, Ivy sente que ele faz parte de sua vida há anos, pois descobre que ele é o amor da sua vida. A história de amor dos dois e o relacionamento dele com a família dela, especialmente brincando com seu irmãozinho era tão divertida, singela e, ao mesmo tempo, de uma doçura sem ímpar! Afinal, que menina não quer o amor do garoto mais popular da escola? Qual delas não sonha com um romance de contos de fadas?

- Tristan, essa cantada é tão... tão...

- Velha? Mas consegui fazer com que você olhasse pra mim - abaixou a cabeça suavemente, roubando-lhe um beijo longo e delicado.

Pág. 125

Como é de praxe, em toda história tem que ter um momento que emerge das profundezas do mal. Fiquei estupefata, cheia de perguntas e desconfiada de tudo e de todos, porque, no decorrer da leitura, acontece várias tragédias, o que deixa um tempero a mais na história, que fica com um ar de suspense e essa é a melhor parte do livro, onde ficam muitas questões mal resolvidas, mas espero que isso seja esclarecido nos próximos livros.

Ivy acreditava, e confiava nele como jamais tinha confiado em alguém. Um dia, criaria coragem para dizer, com todas as letras, Eu te amo Tristan.

Pág. 162

Como uma ironia do destino, nenhum dos dois sabia o que os anjos reservavam.

A paixão envolvente, o companheiro ideal e a crença nos anjos são interrompidos no dia em que Tristan sofre um acidente e essa linda história de amor é interrompida cedo demais.

Fiquei arrasada com o sofrimento de Ivy, porque seu coração está quebrado e sua crença em anjos desaparece. Só quem passou por isso, sabe o que se passa em seu íntimo, porque tudo é muito triste e doloroso! Só Philip, seu irmãozinho, que tenta ajudá-la a superar essa perda e restaurar sua fé, porque sem essa crença, ela é incapaz de sentir a presença de Tristan, quando ele retorna - como um anjo, mas antes disso tudo, entristeci-me com o desespero dele. Fez-me lembrar do filme "Ghost: Do Outro lado da Vida", com Patrick Swayze e Demi Moore. Foi a mesma dor, confusão e emoção de sentimentos! A luz que emanava dele e sua missão fez-me lembrar das séries "Toque de um Anjo", que passava na Warner, com os anjos Mônica, Andrew e Tess, assim como de "Ghost Whisperer", com a Melinda Gordon e seu marido Jim. Quem não se recorda desses seriados? Eu adorava e ainda acompanho a segunda.

A dor que sentia era tão profunda! (...) Tinha dito a ela que a amava, mas não tinha tido tempo de convencê-la. Agora não havia mais tempo algum. Ela jamais acreditou em seu amor como acreditava em seus anjos.

Pág. 169
- Quando se ama alguém, não acaba nunca! (...) Você supera porque tem de superar, mas leva-o em seu coração para sempre.

Pág. 173

Agora, Ivy está correndo um terrível perigo, e Tristan está lutando para salvá-la.

Como ele conseguirá protegê-la se ela perdeu a fé em anjos? E se ele conseguir salvá-la, ele terá terminado sua missão aqui na terra e terá que partir para sempre deixando-a para trás.

Afinal, salvar Ivy seria o mesmo que perdê-la justamente quando consegue reencontrá-la?

Um romance envolvente, em que só o amor verdadeiro será capaz de vencer as barreiras do sobrenatural.


Série "Beijada por um Anjo"

1. Beijada por um Anjo (Kissed by an Angel)
2. A Força do Amor (The Power of Love)
3. Almas Gêmeas (Soulmates)
4. Destinos Cruzados (Evercrossed)
5. Revelações (Everlasting)


A única exceção do livro é que faltou uma supervisão melhor na revisão, já que há alguns erros ortográficos, mas não há nada que prejudique ou interfira na história!

6 comentários:

  1. Uau Carla, adorei a sua resenha. Eu já tinha lido várias resenhas sobre esse livro antes, então não achei que a sua poderia me trazer algo novo, mas me surpreendi. Estou com a sensação de que já li o livro pela maneira que você colocou a sua resenha rsrs Muito boa mesmo, parabéns.

    beijos
    delly
    Através da Névoa

    ResponderExcluir
  2. Esse é um dos livros que eu mais quero ler nos últimos tempos. Morro de curiosidade!! E sua resenha me deixou ainda mais....

    Bjs
    Amanda Miranda / Vício em livros

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é um dos que estou muuuito interessada em ler. Infelizmente até ganhei uma promoção com ele, mas como estava sem pc, não levei... snif:(
    Muito bem feita a resenha, parabéns!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Carlinha!!!

    Menina, aquela parte do passado, presente e futuro misturados também me deixou confusa...

    Agora serei eu a malvada e direi: você vai ter um trelelê quando chegar ao final de A Força do Amor!!!!!
    Se em Beijada por um Anjo você já ficou com o pé atrás com o Eric, quando chegar no próximo você vai ficar com o pé atrás com vários outros personagens!!! hehehehe

    Os errinhos de revisão também aconteceram no A Força do Amor, mas vale muito a pena ler!!

    ResponderExcluir
  5. Carlinha, adorei a resenha!

    Eu sou a única pessoa do mundooo que não tem esse livro!

    *Momento depressão*

    ResponderExcluir
  6. Ai que lindo, Carla! Quero ler! Adorei a resenha, super completinha! Eu querooooooooooooooooooooooo

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.