Toda Garota Quer - Larissa Siriani

TODA GAROTA QUER
LARISSA SIRIANI
Madio Editorial

Recentemente, você viram aqui que comprei dois livros dessa autora. Este é o primeiro livro que leio, de apenas 94 páginas, que está na segunda edição, cuja leitura foi bem prazerosa e remeteu-me aos tempos da minha infância e adolescência, porque me lembrou dos livros infanto-juvenis que lia, como os da série
Vaga-Lume e da coleção Primeiro Amor, da editora Ática, dos autores Pedro Bandeira, Marcos Rey, entre outros, que foram muito marcantes.

Aos 17 anos, Dora, uma nerd recém-formada, está completamente frustrada por não saber que rumo dar à sua vida, porque está passando por todos os dramas vividos pelos jovens
que vivem momentos conturbados em sua pré-adolescência, em meio às dúvidas, anseios, descobertas, questionamentos e sonhos, que estão prestes a entrar na fase adulta.

Além de ser pressionada pelos pais para alcançar seus objetivos e escolher uma carreira para o futuro...

Por que a gente tem que sair da escola e se meter numa faculdade se a gente já está cansado disso?

Pág. 31
Por que diabos eu tinha que ficar adulta tão rápido, se eu ainda ia fazer dezoito anos, tinha uma vida toda pela frente e não fazia real e literalmente a menor ideia do que eu queria pra mim?

Pág. 32

...ela também sofreu uma grande desilusão amorosa e agora quer ficar sozinha.

Depois daquilo, eu não sabia mais se o que eu sentia eram ódio e aversão puros, ou um simples reflexo do meu amor por ele sendo ferido.

Pág. 11
Por mais absoluta certeza que eu tivesse da repulsa que eu sentia pelo Jake, eu tinha saudades dele. Do mesmo modo como eu costumava ser feliz com ele, como ele me fazia sentir especial. Mas não era o bastante. Eu merecia mais que isso.

Pág. 13

Por isso, ao viajar à Ilhabela, que foi um presente de formatura, surge um novo recomeço para uma nova oportunidade de superar essa dor intensa e sair da depressão, depois de namorar por oito meses. Por isso, seu sofrimento por Jake é palpável, apesar de não merecê-la! [risos].

Em seu caminho, acaba cruzando-se com Tomáz, um jovem calmo, doce, gentil, compreensivo, diferente das suas amigas que a julgavam, extrovertido, brincalhão e malicioso. Ele entendia-a e fazia sentir-se bem, porque sabia ouvir e o que sentia, como se já tivesse passado por isso. Apesar de ter pais separados, ele é o rapaz que toda garota sonha e anseia.

A quem eu queria enganar? Eu estava ali por causa de Jake, e eu sentia horrivelmente a falta dele.

Pág. 24

Depois de tanto sofrimento, ela não queria saber de apaixonar novamente, mas quem manda no coração que a própria razão desconhece? [risos]. Os dois tinham uma amizade pura e singela, por isso não queria estragar algo belo com um amor de verão. Como obra do destino, ambos tinham uma forte ligação, prenunciando algo no ar.

(...) ele estava daquele jeito que eu achei que só veria em meus sonhos. (...). Uma corrente elétrica percorreu o meu corpo enquanto eu me dava conta de que eu estava ali, vivendo o que eu tinha sonhado como um déjà vu.

Pág. 37

Apesar de ser forte, Dora está em um momento frágil, devido às responsabilidades que a aguarda e ao seu futuro incerto, por isso quer curtir a vida ao máximo, porque não há nada melhor do que estar em paz consigo mesmo, curtindo a natureza e vendo o pôr-do-sol acompanhado de alguém especial ou curtindo a solidão em um lugar paradisíaco. A capa retrata exatamente isso e o foco central da história.

Em meio à injustiça da vida, será que Dora estará pronta para amar novamente e descobrirá o que toda garota quer, e o que realmente importa para ser feliz?

Li-o em poucas horas. Diverti-me demais e relembrei dos tempos de escola, porque a autora captou com maestria os dissabores pelos quais todos os adolescentes passam nessa fase da vida. Gostei muito, porque não tem como você não acabar se identificando com um dos personagens.

Queria ter um amigo como Tomáz. Seu olhar plácido lembrou-me demais do Rafa, do livro Reencontro, da autora Leila Krüger (Breve, falarei dele aqui).

Adorei o enredo, mas por ser um livro independente, acabei encontrando alguns erros de revisão e na diagramação do texto, mas não há nada que interfira na história, que é narrada em primeira pessoa pela personagem principal. Alguns podem incomodar-se pela narrativa, mas é a linguagem universal dos jovens, o que tornou a leitura divertida.

Saiba mais sobre a autora e suas obras no site: http://www.larissasiriani.blogspot.com

14 comentários:

  1. Eu também gostei, me parece uma história muito fofa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lulu.

    É fofa, sim. E o Tomáz é apaixonante! ^^

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Hey Carlinha! 
    Que livro fofo, adorei a resenha!

    Acho que é mais comum mesmo encontrarmos erros quando trata-se de uma publicação independente! Espero que nas próximas edições isso possa ser corrigido, né?

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Gabi.

    É fofo mesmo! Lembrei de você quando li.

    Já estou anotando os erros que encontrei e vou repassar pra autora, para que seja corrigido. ^^

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Muito boa a resenha Carla, sempre muito detalhada e bem escrita. Adorei os trechos :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Carlinha!

    Adorei sua resenha! Como sempre, transmite todos os sentimentos do livro \o/

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Venha conferir o primeiro sorteio do meu Blog: http://patkovacs.blogspot.com/

    Valendo 2 livros e 1 DVD, até o dia 14 de fevereiro ;)

    Bjos!

    ResponderExcluir
  8. Nunca li nada da Larissa #shameonme. Rosana, uma amiga, tem alguns dela e gosta muito, como vc disse: é uma leitura leve.

    Autora anotada! o/

    bjs Carlinha

    ResponderExcluir
  9. Segunda resenha que leio desse livro hoje *_* hahahahah
    Quero muito ler essa história, que parece ser ótima!!!

    É uma pena quando encontramos erros de revisão e diagramação nos livros... dá para entender a história? Norlmalmente dá, mas não dá para negar que atrapalha...

    Beijos,Nanie - Nanie's World

    ResponderExcluir
  10. Oi, Lili.

    Fico feliz que você gostou e sempre evito soltar SPOILERS, que detesto. [risos]. As citações são ótimas mesmo! Adorei!

    Tem várias legais no livro, mas só citei essas, porque tinha a ver com a minha resenha. ^^

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Ka.

    Que bom! Obrigada pelo elogio. ^^

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Naty.

    Também nunca tinha lido nada da @LarissaSiriani. Aproveitei uma promo no blog dela o ano passado e comprei dois.

    Gostei muito da sua escrita e a leitura é ótima pra relaxar e passar algumas horas de entretenimento!

    Preciso ler As Bruxas de Oxford, que parece ser ótimo! Breve, falo mais sobre ele aqui.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Nanie.

    Sério que foi a segunda? [risos].

    O enredo é uma delícia e recordei-me daqueles livrinhos que nós líamos na infância. Bons tempos aquele. Tenho saudade, mas de vez em quando, ainda releio alguns que tenho até hoje. ^^

    É uma pena mesmo! Mas no caso desse livro, até que não atrapalhou, porque é a forma como os jovens normalmente falam. Mas fica tranquila, que estou anotando e vou repassar para a Larissa, para que seja corrigido.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Gostei bastante!
    A história me pareceu bem legal...
    Parabéns pela resenha... adorei os trechos escolhidos!
    bjooo

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.