Julieta Imortal - Stacey Jay

JULIETA IMORTAL
STACEY JAY
Novo Conceito

Este livro que, no original em inglês intitula-se Juliet Immortal, de apenas 240 páginas, é o primeiro volume da série.

Na minha juventude, sempre fui fascinada por Romeu & Julieta, de Shakespeare, e já li como também assisti a algumas adaptações. (Hoje, se eu fosse reler esse clássico sob uma nova visão, acharia inadmissível alguém morrer por amor), mas nesse caso, o fato de misturar um clássico com o sobrenatural me incomodou um pouco, mas a premissa do enredo foi interessante, porque vemos os personagens sob uma nova nuance neste romance. Acho que estava com uma expectativa alta acerca desse livro, depois de ter lido Julieta, de Annie Fortier, que é sensacional e, por incrível que pareça, uma versão moderna desse clássico com um final feliz, onde faz várias analogias das lendas que cercam a obra original, com personagens cativantes.

Diferente da obra shakespeariana, aqui Romeu é o inimigo, que prometeu amá-la, trancafiou numa tumba sozinha e assassinou a amada a sangue frio para assegurar sua imortalidade, mas nunca imaginou que ela se tornaria agente dos Embaixadores da Luz, que tinha por missão espalhar a luz e o amor.

Por sete séculos, Julieta lutou pelo amor, protegeu almas gêmeas e a vida de inocentes, enquanto ele destruía seus corações mortais e convencia os apaixonados a sacrificarem o amor verdadeiro pelos poderes do ódio, da destruição, do caos tornando-se imortal, porque ele faz parte dos Mercenários do Apocalipse, que se aproveitam das pessoas que vivem em um mundo sombrio, porque destroem a esperança, incitando a violência e a guerra, enquanto os Embaixadores evitam que eles destruam a beleza, a compaixão e a bondade que ainda resta na humanidade, porque as almas gêmeas estão à beira da extinção.

"Odeio ter de viajar pelo tempo, ver o mundo se transformar tão radicalmente e, ao mesmo tempo, continuar a mesma. (...) Detesto ter passado tantos anos lutando por amor quando o meu amor foi roubado. Tudo aconteceu muito rápido e eu nunca tive outra chance. Acima de tudo, abomino a esperança que me faz voltar à vida para depois morrer novamente, como se não tivesse vivido o bastante para saber que a esperança é para os tolos."

Pág. 140

A história se passa no mundo atual, onde Romeu é um assassino implacável, um monstro, sem valores morais, insano, cruel, assustador, maldoso, louco, irônico, cafajeste, falso, mentiroso inigualável e belo, porque reencarnou no corpo de Dylan, um jovem sociopata, abominável e sem escrúpulos, enquanto Julieta, a guerreira imortal do amor, reencarnou no corpo de Ariel, uma jovem antissocial, que se sente repugnante, amarga, triste, tem uma visão distorcida da vida e guarda muito ressentimento. Antipatiza-se com todos ao seu redor e tem um relacionamento distante com a mãe e, recentemente, com Gema, sua única amiga, de quem tem inveja.

Enquanto Ariel gostava de artes plásticas, era esquisita, feia devido à cicatriz, mas sua beleza encantava quem a conhecia intimamente, ansiosa, desajeitada, sentia-se constrangida com outras pessoas e queria ser invisível; Gema era mimada, confusa e uma pária, porque era maldosa, egoísta, insensata, tinha alterações de humor e vivia fora da realidade, já que era desprezada pela família.

Até que um dia, depois de escapar de um terrível acidente, ela encontra o lindo Benjamin, que lhe parece familiar, que a ajuda abalando o seu mundo, já que é incapaz de amar agora ou no futuro, porque tanto ela quanto Romeu se suicidaram para provar seu amor eterno, mas ele fará o possível para destruir a fragilidade desse amor, em uma felicidade que julgava perdida para sempre.

Para que serve a imortalidade, quando o amor é tão frágil e nenhuma vida humana tão longa?

Pág. 84
O amor verdadeiro não pode competir com a queda. É (...), um trabalho árduo, e a maioria das pessoas é egoísta ou tem medo de tentar. Em seus relacionamentos, poucos chegam ao ponto de chamar a atenção da luz e da escuridão, de comprometer-se com o amor apesar dos obstáculos, ou tentações, que surgem no caminho.

Pág. 14
Mas se alguém pode invocar a bondade dentro de mim, é ela. Meu amor, meu inimigo, minha metade, minha Julieta. Talvez ela possa desatar os nós da minha alma, derreter meu coração congelado, expulsar meus demônios. Talvez eu acorde na manhã seguinte à mágica que nos libertou e não sinta mais satisfação com o sofrimento dos outros, não sinta mais prazer com a dor. Então partilharemos o doce beijo do amor e viveremos felizes para sempre. As palavras me fazem rir. Sem parar.

Pág. 48
"Ela não me ama. Ama outro. (...). Ela é a minha alma gêmea. Não deveria brilhar para mais ninguém além de mim. Isso me dá vontade de matá-la. Matá-lo também. Acabar com todas as pessoas desta cidade, qualquer um que tenha sido testemunha desse novo amor, dos seus olhares e suspiros."

Pág. 172

Ben, cujo irmão é um policial, é a antítese do ódio e inatingível. Um jovem doce, carinhoso, romântico, forte, decente, cavalheiro, que passou por vários tropeços impostos pela vida e carrega uma tristeza profunda em seu olhar. Os dois sentem uma forte atração. Ao seu lado, ela é espontânea, porque se sente segura, mas não está preparada para amar, porque sente raiva, frustração e tristeza por ter sido traída por Romeu.

- Não há nada além de um triste e profundo vazio do qual eu faria tudo para escapar.

- Porque a parte de mim que se lembra de como éramos no passado ainda sente algo por você... te ama.

Pág. 82

Quando descobre algo, precisa estar em paz para proteger duas almas gêmeas, porque não quer que Gema sobrecarregue-o com seus problemas emocionais.

Será que ela conseguirá mudar o passado, perdoar Romeu e ter uma vida feliz?

O amor não usa as pessoas e as joga fora. Ele é infinito e nos torna pessoas mais fortes, mesmo quando a pessoa que amamos já se foi.

Pág. 219

Entre a luz e a escuridão, quem prevalecerá e triunfará? O bem ou o mal?

Em meio a mistérios, segredos e revelações bombásticas, a história é permeada de suspense e, claro, romance.

E se Romeu estiver certo? E se essa for a minha última encarnação? E se eu nunca mais voltar das sombras? Ou e se houver algo pior do que as sombras... algo desconhecido?

Pág. 95

Fiquei incomodada com algumas coisas, entre elas: a imaturidade de Julieta, que me irritou em diversos momentos. Não entendia como uma pessoa que viveu setecentos anos, não aprendeu nada. Achei o Ben e o Romeu melhores do que ela em personalidades, mesmo que o segundo fosse o "vilão".

Teve um momento que não sabia para qual lado Romeu pendia: o do vilão ou o do mocinho, romântico, sonhador, valente e corajoso, porque fiquei bem dividida. [risos].

Apesar da leitura fluir rapidamente, teve algumas questões que não foram bem esclarecidas. Acho que só saberemos no próximo volume.

A continuação deste livro sob a perspectiva de Romeu, intitulada Romeo Redeemed, está prevista para este ano nos Estados Unidos. Aqui no Brasil, só em 2013.

8 comentários:

  1. Oi!
    Pretendo ler este livro em breve, mas sem grandes expectativas. Não foi só vc q teve reclamações sobre a história.
    =0/

    A história me parece bem... humm... estranha. rsrs.

    Bjoo,
    Daniela Tiemi
    www.livrosfilmesemusicas.com.br

    ResponderExcluir
  2. OI Carlinha!

    Eu também não gostei nadinha da Julieta, kkkkk

    Muito imatura!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei muito dessa história *-* Não fiquei contra a Julieta, mas confesso que ela não é exatamente uma heroína que me ganhou não... 
    Sério que o segundo já vai sair esse ano?! Opa! Bacana =)]

    Beijos, Nanie - Nanie's  World

    ResponderExcluir
  4. este eu não li, mas no Shakespeare mesmo já acho o Romeu super volúvel e a Julieta uma mosca morta. E sim, eu adoro o livro. Julieta de Anne Frontier é uma leitura maravilhosa mesmo, mas não sei se leio este não. 

    ResponderExcluir
  5. Oi, Carla!

    Eu gostei do livro, mas alguns pontos ficaram meio forçado. O final principalmente, a autora torceu e deu um jeito para fazer um final feliz. Não precisava.

    beijo

    ResponderExcluir
  6. Já separei o livro para ler esta semana. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Desde a primeira vez que assisti Romeu & Julieta na tv aos 12 anos, fiquei apaixonada por essa historia e as maiorias de Shakespeare. Por isso qndo fiquei sabendo do lançamento desse livro com uma historia totalmente diferente da contada, na verdadeaté meio sureal, logo desejei esse livro. Até achei um pouco original o enredo da autora, mas faltou alguma coisa a mais para prender o leitor; ´rincipalmente o fato da personagem principal ser bem chatinha. Não sabia que esse licvro teria continuação, mas dei para perceber no final da historia, pelo menos um personagem (Ben) na minha opnião cativou e espero poder ter melhores expectaticas para essa continuação.

    ResponderExcluir
  8.  Oi, Malucky.

    Concordo com você, porque também sempre fui fascinada por esse clássico.

    Com essa nova roupagem não me convenceu totalmente, por conta da imaturidade da personagem, aInda mais depois de ter lido "Julieta", de Anne Fortier, que é maravilhoso.

    Acho que o livro sob a visão de Romeu será bem mais interessante.

    Vamos aguardar.

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.