O Filho de Netuno - Rick Riordan

O FILHO DE NETUNO
RICK RIORDAN
Intrínseca

Este livro infantojuvenil, cujo original em inglês “The Son of Neptune”, com 432 páginas, é o segundo volume da série “Os Heróis do Olimpo” que usa conceitos da mitologia greco-romana de forma bem atual sucedendo o universo da série “Percy Jackson e os Olimpianos”.

Todo mundo sabe que sempre evito
SPOILER nas minhas resenhas, mas terei que falar um pouco do livro anterior.

Depois de ter lido "O Herói Perdido" e conhecido três semideuses (Jason, Piper e Leo) que tiveram a terrível missão de encontrar Hera, que foi roubada pelos Gigantes e no final algo aconteceu com Percy Jackson.

A história principia oito meses após os eventos ocorridos no volume anterior, onde Percy passou todo esse tempo entorpecido, mas despertou com amnésia no acampamento de Júpiter onde Jason Grace, seu pretor, está desaparecido. Por isso, enfrentará monstros, sempre com a interferência de Murphy, claro, mas dessa vez conta com a ajuda de Frank e Hazel, dois novos semideuses romanos que sentiam dois fracassados, além de outros personagens mitológicos.

- (...). Os monstros que vocês combatem não voltam mais ao Tártaro quando são abatidos. Alguns humanos que morreram há muito tempo caminham de novo pela Terra.

Pág. 125

Infelizmente, este lugar não o ajuda a recobrar a memória, cuja única lembrança é sua namorada Annabeth, já que possui somente fragmentos vagos e confusos. Como se isso não bastasse, a loba Lupa treinou-o lutando para sobreviver em uma missão arriscada e perigosa que, se for bem sucedido, será recompensado, mas a deusa Juno testa-o lhe dando algumas escolhas de esperança ou um futuro de dor e possibilidade. Sem alternativas, ele terá que escolher entre a fuga, o refúgio ou enfrentar uma jornada turbulenta, onde sacrificará muito ao perder algo, sofrendo todo tipo de dor, privação e intensa aflição, pois esta será sua única chance de salvar sua família, seus antigos amigos do Acampamento Meio-Sangue, além de reconquistar sua vida anterior. Apesar da rivalidade, os acampamentos, os deuses e o mundo correm perigo.

Aos dezesseis anos, Frank Zhang é doce, gentil, compreensivo, protetor, notável, ingênuo, inexperiente e tem um bom coração, mas vive se metendo em encrenca. Apesar disso é um arqueiro que subestima sua força, coragem, bravura, lealdade e inteligência. Desconhece quem seja seu pai, já que sua família descende de ancestrais chineses e heróis, o que gerava gozação por parte dos colegas por ser sino-canadense. Apesar do físico parrudo, é bobo, desajeitado, intolerante à lactose e vulnerável, porque carrega um grande fardo nas costas desde a infância por conta de uma maldição. Apesar de sentir-se um fracasso e uma aberração musculosa, confia cegamente em Hazel, por quem tem uma paixonite. Está em busca de seu dom para completar essa missão impossível.

Aos treze anos, Hazel Levesque era uma filha obediente e sempre sonhou ser livre como um cavalo selvagem. Faz de tudo para não gostar de Frank, que era seu único amigo, porque contra a sua vontade sempre ficava alvoroçada quando estava por perto, mesmo tendo um senso de proteção em relação a ele. Esconde um segredo do passado, mas só um descendente de Netuno pode salvá-la dessa maldição que carrega por causa da mãe gananciosa, que vivia repreendendo-a pela vida infeliz que levava. Sempre fora tratada como uma aberração, mas o feitiço virou contra o feiticeiro e trouxe os maiores infortúnios. Sempre tem blecautes e sofre bullying das pessoas por causa desse dom que também é uma bênção, mas será que ela encontrará seu lugar no mundo e terá a paz que tanto necessita?

Os três estão vulneráveis e, para piorar ainda mais a situação, são incumbidos de uma missão impossível, onde
enfrentarão vários deuses e Gaia, que está agitada e despertando desde a derrota dos Titãs, as Górgonas, os grifos, os ciclopes, os centauros, as amazonas, os Gigantes, além de incêndios, geleiras e tantos lugares sombrios repletos de perigos e criaturas que querem ceifar suas vidas.

- (...), se a missão for bem-sucedida, e se vocês voltarem antes do Festival de Fortuna... Talvez então sua honra seja restaurada. Se fracassarem, não haverá acampamento para o qual retornar. Roma será derrotada, e seu legado se perderá para sempre. Por isso, meu conselho é: não falhem.

Pág. 127

Percy Jackson é a alma dessa missão por ser um herói impertinente, impulsivo e inabalavelmente leal. Só ele poderá unir todos que tem um papel a desempenhar na misteriosa Profecia dos Sete. O que há em comum entre as profecias sobre os deuses greco-romanos?

Conseguirá libertar Tânatos, achar as portas da Morte e esmagar as forças de Gaia?

- Carnificinas infindáveis sem desenlace? Massacres sem propósito? Inimigos que se põem de pé repetidas vezes e que não podem ser aniquilados nunca? É isso que você quer?

Pág. 126

Será que os dois acampamentos se unirão nessa batalha? Terão chance de derrotar seus inimigos ou estarão condenados? Essa rivalidade antiga tem que mudar se quiserem derrotar Gaia, mas será possível?!


A leitura é fluida e o livro é narrado em terceira pessoa sob a visão de Percy, Frank e Hazel, sendo que a capa retrata perfeitamente um momento da história, mas não direi qual, porque não quero soltar SPOILER!

Além dos personagens centrais da história, gostei muito de Reyna, a líder do Acampamento Júpiter; Ella, a harpia nerd, como também me irritei com o Octavian, o "oráculo" (juro que quis voar nele como os nossos heróis).

Nessa aventura, há momentos doces, ternos, divertidos com tiradas sarcásticas ótimas, repleto de ação e mistérios com personagens cativantes.

Estou encantada pela sucessão de informações que aprendo a cada livro lido sobre a mitologia greco-romana, sendo que alguns fatos eu desconhecia, porque o autor aprofunda seu lado historiador de maneira instrutiva e, ao mesmo tempo, de entretenimento.

A história foi tão envolvente, que não consegui largar o livro, que prendeu a minha atenção até chegar à última página, cujo final foi surpreendente e eu surtei quando li o último parágrafo (Pensei com meus botões: "NÃOOOOO PODE ACABAR DESSE JEITO!"), porque me deixou ansiosa para conferir o próximo volume. Infelizmente, esse é o grande problema das séries, porque não há coração que aguente tanta expectativa.

Série “Os Heróis do Olimpo”
(The Heroes of Olympus)

1. O Herói Perdido (The Lost Hero)
2. O Filho de Netuno (The Son of Neptune)
3. A Marca de Atena (The Mark of Athena) - Previsto para outubro nos Estados Unidos.

Livro associado:

- The Demigod Diaries - Previsto para agosto nos Estados Unidos.

Acesse o hotsite da série no Brasil, clicando AQUI!





19 comentários:

  1. Oi Carlinha!

    Eu aind anão li nem o primeiro kkkk

    Esto uuma negação para acompanhar séries kkk

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ka.

    Esta série é maravilhosa! Vale muito a pena!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Euuu li!
    E, tipo, o pobre tava mais sem sorte que nunca, hein? #adoro!!! hahahaha
    Louca para chegar em outubro e ler a continuação. Porque, né? Aquele final... argggg!


    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ba.

    Me identifico muito com os personagens em algumas situações, principalmente o Percy. Nunca vi tanto azar para uma pessoa só. Tem que ser forte mesmo p/ aguentar o Murphy!

    Me diverti demais! [risos].

    Aquele final foi de matar mesmo! Ninguém merece (no bom sentido)! hahahaha

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Sou doida pra ler Percy, mas ainda não consegui.... mas se tudo der certo ainda lerei.

    bjs,



    Camila Márcia


    @camila_marcia


    http://delivroemlivro.blogspot.com/


    http://devaneiosfugazes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. KassiaCrislayne19/06/2012 22:19

    Quero muito conhecer as histórias do Percy, mas não é por esse que devo começar! rsrsrsrs


    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Ai, Carlinha, eu quero muito ler esse livro *-* Ainda não comecei a ler essa série, mas tenho certeza que vou amar!

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei bastante da resenha, e das descrições do Frank e da Hazel... Percy achou companheiros a altura de sua falta de sorte... mas três cabeças pensam melhor.
    Quero muito ler, mas não posso começar por ele, pois não tenho nenhum da série...

    ResponderExcluir
  9. Débora Lauton20/06/2012 15:35

    A gente sempre fica agoniada com os finais dos livros do Rick, né?? Eu estou doida pra ler esse desde que li o do Jason... mas só de pensar que vou ficar nessa agonia no final já me dá um desânimo... quem entende...rss
    Sua resenha, como sempre, está ótima e pode ficar despreocupada porque não contou nada demais... muito pelo contrário, me morrendo de vontade de entrar na sub e fazer uma loucura...


    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  10. Oi, Débora.

    Os livros do Rick são maravilhosos. Não há uma série que eu não tenha gostado.

    Se prepare para fortes emoções, porque este está melhor do que os outros.

    O final me deixou doida, mas até que a espera vale a pena. Seria ótimo se tivesse lançamento simultâneo, né?

    Se você comprar, pode ficar tranquila que não será dinheiro gasto, porque o livro é demais!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Danielle.

    Com certeza! Mas também é confusão garantida, porque se metem em cada apuro que só lendo mesmo. [risos].

    Essa série vale a pena! Você vai adorar!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Nanie, com certeza, mas vai surtar também de ansiedade! hahaha

    ResponderExcluir
  13. Oi, Camila.
    Leia sim, que é ótimo!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Kassia.

    Só fui conhecer o Percy pelo último livro da série "Percy Jackson & Os Olimpianos". [risos].

    Pode ler "Os Heróis do Olimpo" de forma independente, se quiser. Sem problemas.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Sou fã do autor e pretendo conhecer esta série em breve.
    bjs ,Rose.

    ResponderExcluir
  16. É o Murphy que adora nos pentelhar! hauhauha

    ResponderExcluir
  17. Gosto muito de mitologia greco-romana, mas infelizmente ainda não li nenhum livro do Percy. Quero muito ler porque parece ser uma história muito boa e envolvente. Sua resenha está ótima, gostei demais!

    ResponderExcluir
  18. Apesar de querer morrer com ele, ele me traz boas risadas. hahahaha.

    ResponderExcluir
  19. Déborah, todos os livros do Rick Riordan são ótimos, porque sempre foca em fatos mitológicos e históricos com o dom de intruir e entreter.

    Você vai adorar todos, porque são envolventes e divertidos demais!

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.