Sirensong: O Perigoso chamado da Rainha - Jenna Black

SIRENSONG: O Perigoso chamado da Rainha
JENNA BLACK
Universo dos Livros


Este livro, cujo original em inglês intitula-se Sirensong, de apenas 344 páginas, é o terceiro e último volume da série Faeriewalker.

Como vimos nos volumes anteriores, a prudente Dana fugiu de casa com o intuito de livrar-se da mãe alcoólatra, que está em negação constante, e levar uma vida normal, mas essa esperança foi vã, porque desde que chegou a Avalon está cercada de perigos mortais, devido à influência política do seu pai superprotetor e ambicioso.

Suas mudanças constantes impediram-na de criar laços de amizades, porque sempre teve raiva da mãe beber e negligenciá-la, o que fez com que assumisse as responsabilidades desde cedo, já que era incapaz de protegê-la, mesmo a mantendo afastada das intrigas políticas de Avalon, e isso a atingia tanto que a magoava demais.

Eu estava farta de fingir que estava tudo bem quando não estava, cansada de agradá-la, de forçar meus sentimentos em uma caixinha mental a fim de ser sempre uma filha educada e obediente.

Pág. 46

Ainda carrega a maldição da injunção de Erlking, pelo pacto que fizera para salvar Ethan das mãos dos Caçadores Bárbaros, e não compartilhou esse segredo com ninguém, porque sente que há algo mais e, infelizmente, todos os seus segredos voltam para atormentá-la.

Eu estava desesperadamente viciada em Ethan, e o medo de perdê-lo era muitas vezes debilitante, não importando o quanto meu lado racional e lógico me explicasse que não tínhamos um futuro juntos.

Pág. 156

Ao ser intimada por Titânia, Dana deverá ser formalmente apresentada à Corte Seelie, em Faerie, mas intuía que essa viagem ia acabar mal, porque estava prestes a deixar um mundo familiar e entrar em outro onde a magia reinava com supremacia.

Desde que conheceu o príncipe Henry, deduziu que ele seria seu inimigo, pelo fato das Rainhas Titânia e Mab, respectivamente das Cortes Seelie e Unseelie, se sentirem ameaçadas pelas suas habilidades e quererem vê-la morta, pois sentiu que ele, além de ser arrogante, asqueroso, desagradável e intimidador, emanava vibrações negativas.

Então você tem outro inimigo. Um que está disposto a arriscar a ira da rainha ao desafiar o protocolo.

Pág. 127

Sem alternativas, porque foi ameaçada de forma velada, juntamente com seu pai e seus amigos, parte em uma jornada repleta de ameaças, perigos e medo arriscando a vida de todos, porque apesar da prudência, ela tinha tendência em proteger todos que amava.

Entre magias, monumentos megalíticos, passagens secretas, injunções e ataques de bogles, Damas Verdes (nesta parte, me lembrei de Dumbledore, quando precisou do sangue para abrir um portal na caverna de Voldemort em busca de uma horcruxe), montarias, Cavaleiros, trolls, criaturas sinistras, Dana acaba sendo acusada por algo que não fez e seu destino é a sentença de morte, tornando-se foragida.

- (...), não haverá nada que o impeça de caçá-la e que você tem o equivalente a uma coleira com radar, por isso ele não terá de procurar muito para encontrá-la?

Pág. 65

Em meio às surpresas, descobertas e revelações bombásticas, ela conseguirá encontrar uma luz no fim do túnel e provar sua inocência, libertando seu pai e seus amigos
salvando-os da morte certa?

Quem tinha plantado de fato, a bomba?

Pág. 197

A magia cobra um preço alto, mas ela cederá sem lutar? E depois de tanta indecisão, quem ganhará seu coração: Ethan, Keane ou Erlking?

E Ethan, conquistará sua liberdade? E Keane, Kimber, Finn e seus pais encontrarão a felicidade?

Este livro, narrado em primeira pessoa sob a perspectiva de Dana, é mais focado na ação, no suspense e na magia, mas achei que faltou desenvolver melhor alguns personagens, pois senti que apesar do desfecho satisfatório e previsível, senti que não preencheu totalmente as lacunas que eu ansiava, o que foi um pouco frustrante!

Uma coisa que me incomodou muito nesse volume foram as cenas repetitivas de fatos acontecidos nos volumes anteriores, o que acabou sendo cansativo quase metade do livro. Achei desnecessário! Se não tivesse isso, a autora poderia ter desenvolvido melhor algumas cenas que deixaram a desejar.

Além disso, a história é recheada de personagens com anseios, dilemas, romances, afetos e desafetos.

Dana me surpreendeu muito pela forma como amadureceu ao longo da trilogia; continuo gostando da observadora, compreensiva, prodigiosa e intelectual Kimber, que tinha uma rivalidade fraterna com o irmão Ethan, porque sempre se sentiu em segundo plano, já que este era um prodígio na magia.

Ethan não é mais o garoto extrovertido e despreocupado que conheceu depois do que passou nas garras do antagonista e assassino impiedoso, mas que em alguns momentos era decente. Continua sendo imaturo em algumas ocasiões e essa ligação com Erlking ainda o atormenta. No decorrer da leitura, há uma disputa ferrenha de egos inflados e provocações exacerbadas com Keane por causa de Dana.

Em contrapartida, há um clima estranho entre ela e Keane, que continua sendo o seu instrutor de defesa pessoal. Além dos momentos de tensão, as cenas em que ele e o Erlking aparecem são as melhores.

A sensualidade da capa e as pétalas das rosas representa a Rainha Titânia, como a sedução aflorada de alguns personagens. Mas da trilogia, foi a única capa que não apreciei muito, porque a original se encaixa perfeitamente dentro do contexto. Agora quanto à questão da revisão, não tenho muito do que reclamar, porque melhorou muito em relação aos volumes anteriores e não houve nada que atrapalhasse a leitura. Em relação à tradução não posso opinar, porque não tenho o original para comparar.

Pesquisando no site oficial da autora, parece que a série terá uma história digital "extra” intitulada Girls' Night Out contando sobre uma noite especial na vida de Dana, portanto vamos torcer para que saia por aqui. Seria maravilhoso, porque o desfecho de alguns personagens não me convenceu totalmente.

O livro mostra uma grande lição de que não podemos salvar a todos, mas que devemos nos apoiar e sempre aceitar a ajuda de alguém, mesmo que isso seja inconcebível. E que onde há uma vontade, há sempre um caminho.

A trama é envolvente, com um enredo extrovertido, repleto de aventura, magia, mistério, ação, suspense reviravoltas surpreendentes, entremeado de romance e sedução.

Série FAERIEWALKER

1. Glimmerglass: O Encontro de dois Mundos (Glimmerglass)
2. Shadowspell: O Misterioso Reino de Avalon (Shadowspell)
3. Sirensong: O Perigoso chamado da Rainha (Sirensong)

9 comentários:

  1. Este ivro é parte "vale a pena ver de novo" XD
    Ela deve ter pensado que devia refrescar a memória dos leitores... mas errou na mão...
    Eu quero ler este... apesar de ser trilogia... com sorte surge uma promoção legal e eu compro!!! =)
    Dana é corajosa e tem ótimos personagens em volta. Uma vida nada fácil.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Danielle.

    Você definiu em poucas palavras, mas tive essa sensação quando li este livro até a metade. A partir daí, foi uma surpresa e uma revelação atrás da outra, que fez com que eu prosseguisse na leitura. :D

    É, a vida da personagem não é nada fácil! Só não curti muito o parceiro com quem ela ficou, porque estava torcendo para outro. =)

    Leia, sim. Você vai gostar.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3.  Oi Carlinha!

    Eu até que gostei do final da trilogia, só não gostei do casal principal. Série, podia ser qualquer um, menos o Ethan. Oh rapaz chato! kkkkk

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ka.

    Será que eu fui a única que não curtiu muito? [risos].

    Quanto ao mocinho, isto já estava mais do que previsível, né? Fazer o quê? Nunca é do jeito como torcemos. :(

    Ka, você acabou de soltar um SPOLER para quem ainda não leu. [risos].

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Carla!Mais uma  resenha que nos faz querer muito comprar logo o livro e começar a se inteirar de toda a história . Adorei! Até o próximo post!Lucianahttp://www.apaixonadaporromances.com.br/ 

    ResponderExcluir
  6. Fiquei com vontade de comprar o livro, apesar de não ser o que estou precisando agora. A história pareceu boa.


    bjs no core

    ResponderExcluir
  7. "Uma coisa que me incomodou muito nesse volume foram as cenas repetitivas de fatos acontecidos nos volumes anteriores, o que acabou sendo cansativo quase metade do livro. Achei desnecessário! " O.o Babi com tremores agora.
    Sirensong é a leitura que mais tenho esperado esse ano, estou roendo unhas.
    Essa trilogia foi uma surpresa e tanto para mim, Carlinha. Nunca fui fã de fadinhas, mas a maneira como o tema foi abordado por JB me conquistou de tal maneira que - confesso - li a última página na Saraiva enquanto esperava Sirensong chegar aqui em casa =O


    Tomara que essa história extra saia aqui no Brasil. Deus, tomara.
    É o próximo livro que vou pegar. Já está na mesinha ao lado da cama =D
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Babi.

    Quanto aos pormenores que você mencionou, infelizmente é verdade, mas depois disso há tanta ação e surpresa que você até esquece. :)

    Também estava com altas expectativas, mas queria que algumas coisas fossem mais desenvolvidas. Quando ler, você saberá do que estou falando.

    Torcendo muito para que este "bônus" saia aqui. ^^

    Boa leitura pra você.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Não li nenhum livro da série, mas a partir da palavra Avalon já gostei.
    Gosto muito de livros que trazem magia, mistérios e afins.
    Segundo o que você falou ele tem tudo isso e muito mais.
    Acho que o fato da autora ter repetido cenas que já haviam nos outros livros realmente é uma perda de tempo, ela poderia ter trabalhado mais a trama ou até mesmo os personagens como você disse.
    E com quem será que a Dana fica!? (mega curiosa!)
    Mas aí só lendo mesmo para saber...

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.