O Imortal - Vanessa Bosso

O IMORTAL
VANESSA BOSSO
Dracaena


Já conhecia algumas obras da autora e, como sempre tive curiosidade de ler, mas não sabia por qual começar, decidi primeiro ler este por indicação da Nanie Dias, que já tinha lido, com 208 páginas.

Aos 533 anos de idade, Nicolas Deville é um imortal incomum, diferente do que estamos acostumados a ver, ele não é um vampiro, nem lobisomem ou morto-vivo (ao longo da leitura, descobrimos o que o levou à imortalidade). Vive em companhia do leal Pierre, seu mordomo e melhor amigo.

Herdou do pai e do avô o dom da alquimia, mas apesar de riquíssimo e culto, sempre carregou um grande vazio. O suicídio era a única coisa que o mantinha vivo, porque estava fatigado da vida imutável e enfadonha que levava. Há mais quinhentos anos, busca com Pierre um antídoto para o mal que os aflige com o intuito de levar uma vida mortal.

Apenas uma bala me separava do tão sonhado fim. Eu só precisava da coragem necessária para enfrentar o que viria a seguir.

Pág. 22

Nicolas é lindo, encantador, fascinante, intrigante, enigmático, galanteador e viril (a princípio, achei-o maníaco-depressivo, mas aos poucos fiquei completamente envolvida pela trama, o que foi muito gratificante). Antissocial, gostava de viver isolado e passar despercebido, mas um dia sua vida muda para sempre, quando o amor surge em sua porta de forma inesperada: Sophie.

- Eu só a conheço há algumas horas e sinto como se a conhecesse por toda a minha existência. Estou ficando louco? – perguntei.

Pág. 41

É uma psicóloga, inteligente, perspicaz e de princípios, além de uma mochileira que quer se aventurar com seus amigos em busca do inusitado antes de constituir uma família com o egocêntrico, Mark.

Essa paixão os deixa transtornados, restando a decisão de Sophie, que terá de escolher entre ele e Mark.

Será que ela voltará atrás em sua decisão e dará vazão a seus sentimentos correspondendo a esse amor impossível ou será tarde demais?

Eu a abracei sentindo a maior dor do mundo. A dor da perda de um grande amor.

Pág. 65

Será que o amor será capaz de transcender e todos encontrarão a tão sonhada felicidade? Nicolas e Pierre descobrirão o antídoto capaz de salvá-los?

Leia e descubra, mas só garanto que o final foi surpreendente, porque estava seguindo uma linha de pensamento e a autora enveredou por um desfecho distinto e inesperado.

A capa do André Siqueira é sensacional e reflete exatamente o enredo narrado em primeira pessoa sob a perspectiva de Nicolas.

A leitura foi ágil, agradável e fluiu de forma envolvente, onde todas as peças do quebra-cabeças se encaixaram no final da história e, acreditem, tive até pesadelos com uma determinada cena, porque sou muito impressionável. [risos].

Fiquei fascinada com o enredo
, que é ambientado no Vale do Loire, na França. Visualizei cada cenário, comida e cultura durante a leitura, que foi muito prazerosa. Não sei por que demorei tanto para lê-lo (por falta de tempo mesmo, mas valeu a demora, porque pude apreciar cada página e cada capítulo). Superou as minhas expectativas, porque gostei muito da escrita da autora.

A única exceção, que me incomodou um pouco, foi que a minha edição estava com problemas, entre elas alguns erros de revisão e de diagramação, mas isso será corrigido na segunda edição que sairá em breve, o que me deixa feliz. Mas não é nada que interfira na leitura.

Gostei da peculiaridade de cada personagem com suas qualidades e defeitos, além do humor sarcástico de alguns. Por diversas vezes tive a impressão de sentir suas emoções e sentimentos conflitantes, como se eu estivesse dentro da história

O mais curioso foi quando li o nome do protagonista, que achei muito similar com Nicholas DuVille, personagem do romance histórico da saga da "Dinastia Westmoreland", da autora Judith McNaught. O mais engraçado é que a Vanessa nunca tinha ouvido falar, o que me surpreendeu. Só garanto que os dois personagens são queridinhos dos leitores!

O livro mostra que nós devemos acreditar sempre no poder e na força do verdadeiro amor, que deixou transparecer em cada página em muitos momentos emocionantes.

Além do sobrenatural, do mistério e do suspense em si, o enredo mescla romance e um pouco de ficção científica.

- Sempre estamos em busca de algo que perdemos ou que ainda não temos. Por isso não encontramos a alegria de simplesmente viver.

Pág. 92

Se você ainda não leu, vale a pena conhecer e se apaixonar por essa história onde você torcerá a cada página lida pelo destino dos personagens.

Saiba mais sobre a autora Vanessa Bosso e suas outras obras:



15 comentários:

  1. Ah, Carlinha, eu sou completamente suspeita para falar sobre os livros da Vanessa, porque sou uma grande fã da autora!
    Eu adorei O Imortal e, principalmente, o Nick =D hahahahaa

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nanie.

    Agradeço a sua indicação e realmente este livro foi uma grata surpresa.
    Agora, preciso ler "Senhor do Amanhã". [risos].
    Agora quanto ao Nick, acho que vai ter briga... hahahaha.
    Gostei muito do Pierre também, pela lealdade dele. E torcia para um final diferente para este personagem. :D

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Ainnnn, adorei essa resenha, Carlinha! Fico feliz por ter permitido que O Imortal tenha entrado em sua casa e tmb invadido seus sonhos... hahahahahahaha... a Nanie que não nos leia!!! Bjoooooo

    ResponderExcluir
  4. Oi, Vanessa.

    Fico feliz que tenha apreciado. Foi difícil escolher qual quote colocar. [risos].

    Também pudera com aquele final, não tinha como eu não sonhar, não é? [risos].

    Agora preciso abrir uma brechinha no tempo para ler "Senhor do Amanhã". ^^

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Carlinha, 
    da Vanessa eu só li 2012. Escuto críticas bem positivas dos outros livros dela, quem sabe um dia eu não me aventuro?

    Beijocas

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da resenha.
    Deu muita vontade de ler o livro ^^

    ResponderExcluir
  7. Fofinha a resenha!!!
    Não conheço nenhum livro da Vanessa, mas parece uma boa escolha. O Nick é bem interessante e envolto em mistérios...
    Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Gabi.
    Como não li "2012", da @vanbosso  não posso opinar! Mas adorei este.
    Se você gosta de romance, ficção e suspense vai gostar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Lilian.

    Fico feliz que tenha gostado.
    Com certeza, você vai adorar!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Danielle.
    Também nunca tinha lido nada dela. Mas já tinha curiosidade de ler alguns.
    Por indicação da Naniedias, foi uma leitura prazerosa e surpreendente.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Acabei de ler outro livro da autora e adorei, agora vou querer ler todos.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. Fiquei curiosa pelo livro, afinal não é sempre que temos uma história com um imortal que não é vampiro, lobisomem ou algo do tipo.
    Quando comecei a ler a resenha que fala que ele é alquimista eu lembrei do Nicholau Flamel do HP.
    O livro parece ser muito bom, fiquei com vontade de ler. ^^

    ResponderExcluir
  13. Oi, Rose.
    Qual livro foi? Fiquei curiosa agora. =)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Déborah.

    Concordo plenamente com você. Foi bem inovador mesmo.

    Quanto ao alquimista também me lembrei do Harry Potter e o curioso é que o Flamel também é citado no livro. Daí a homenagem ao nome do personagem.

    Para quem não sabe, o alquimista é conhecido:

    Em português, como Nicolau Flamel;
    Em francês, como Nicolas Flamel; e
    Em inglês, como Nicholas Flamel.

    O livro é muito gostoso. Leia que você vai gostar. ^^

    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oi Carla, acabei de ler Possuída. Adorei e recomendo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.