Reencontros - Linda Howard

REENCONTROS
LINDA HOWARD
Bertrand Brasil


Segundo livro da autora que leio, com 364 páginas, cujo original intitula-se "Cry no More", que me surpreendeu muito em relação ao primeiro dela que li: Revelações.


“Dê valor às coisas que você possui: Elas podem ser levadas embora num piscar de olhos”.

Milla era casada e apaixonada por David, um cirurgião brilhante, que juntamente com outros médicos se dedicou um ano trabalhando numa pequena clínica no interior do México. Honesta e bem-sucedida vivia uma vida plena e feliz ao lado do marido até que um dia, em uma feira, seu bebê de seis semanas é raptado por dois homens, que fugiram sem deixar rastros.


Ela enfiou os dedos em seus olhos e as unhas afundaram em uma esponjosa maciez. Os gritos do homem se transformaram em urros de dor, e o braço em volta de Justin ficou mais fraco. Desesperadamente ela tentou pegar o bebê, conseguiu agarrar um de seus pequeninos e frágeis braços, e por um momento desesperador acreditou que conseguiria pegá-lo. Até que sentiu o outro homem aproximar-se por trás, e uma dor aguda e paralisante nas costas.

Pág. 18

A partir daí, durante dez anos busca incansavelmente pelo filho, porque seu rapto não teve pedido de resgate e foi coberto de mistérios.

Em meio à dor e com o intuito de preencher um grande vazio em sua vida, criou a Finders (uma organização que se mobilizava em encontrar pessoas desaparecidas e sequestradas), que solucionava muitos casos e dava um alento e esperança às famílias que passaram pelo mesmo dilema.


Obsessiva tenta superar as emoções de tragédias passadas, mas ainda convive com a realidade que falhou com o filho e que um dia será feliz e seguirá adiante, mas antes quer justiça e vingança.

Apesar de ter presença e um estilo que desafiava o sexo oposto, não se comprometeu com ninguém após ter seu casamento fracassado, porque não encontrou ninguém que se igualasse a seu ex-marido e que despertasse o mesmo sentimento.

Um dia começa a investigar o destino de crianças que desapareceram há dez anos e foram contrabandeadas por uma quadrilha, que também traficavam órgãos. Por trás disso, encontra pistas de um homem arredio e misterioso de um olho só, que pode ser o raptor de seu filho. 


E agora que tinha certeza de que estava vivo [...] intensificaria sua procura. Ela o perseguiria como um cão raivoso ou morreria tentando.
Pág. 49

Para isso contará com a ajuda de Díaz um caçador de aluguel irritante, com um autocontrole imenso e imparcial, que age de forma sinistra e carrega grandes traumas do passado. Apesar do olhar enigmático e de seu jeito ameaçador, ele era superprotetor, possessivo e másculo, o que a atraía e, ao mesmo tempo, a repelia por sua imprevisibilidade e pelo fato de ser multifacetado.

Enquanto ela era forte, decidida e sensível, ele era evasivo, aparentemente confiante e alheio aos sentimentos por ser reservado e solitário. Apesar de inspirar medo nas pessoas, Milla sentia-se segura ao seu lado. Contra a sua vontade, se vê atraído por ela, que era uma guerreira que persistia em sua luta de encontrar o filho, mesmo com dificuldades de seguir adiante.

Tinha desejado outros homens antes, imaginado fazer amor com eles. Mas nenhum deles, [...], tinham-na tentado a desviar-se do caminho que havia se proposto a trilhar.

Pág. 165

Chegará a um ponto em que tudo fica incerto, colocando suas vidas em risco com toda sorte de perigos
iminentes. Por trás de tudo, há pessoas influentes até que são caçados por alguém assustador, que subestima a força dessa mulher.

- [...]. Talvez seja preciso perder um filho para poder entender realmente. É como se uma parte de mim estivesse faltando, como se não existisse nada além de um enorme buraco onde ele costumava ficar. Não consigo deixar de procurá-lo, da mesma forma que não consigo deixar de respirar. 

Pág. 182

Durante toda a vida se fechou emocionalmente para o amor, mas ficará dividida por dois homens: True (empresário poderoso e destemido que exercia um grande magnetismo) e Díaz (homem rude, bruto e severo que exercia uma atração perigosa e usava suas armas contra a escória da sociedade).


No final, conseguirá encontrar o filho ou um novo amor? Leia e se depare com um desfecho surpreendente e emocionante!

Este livro traz uma fluidez na leitura, além de um enredo hipnotizante, bem desenvolvido e, ao mesmo tempo, denso e visceral, mas carrega algo essencialmente pungente, onde vivi uma montanha-russa de emoções por ser um thriller eletrizante de suspense. Além do drama em si, há algumas cenas românticas picantes e hots entremeadas de momentos comoventes, que me levou às lágrimas.

Desde o princípio descobri quem estava por trás de tudo, mas ver que minhas suspeitas se confirmaram no final foi chocante e inacreditável.

Gostaria que a autora tivesse desenvolvido melhor algumas lacunas das quais senti um pouco de falta como o passado do Díaz, a reação dos culpados ao serem descobertos e mais além da cena final (não vou dizer o que, porque senão soltarei spoilers).

Recomendo, porque é um romance que, apesar do pano de fundo denso, te envolve desde o princípio onde você se pega torcendo pelos personagens a cada página. Maravilhoso!

19 comentários:

  1. Respostas
    1. Com certeza, Lena.

      Personagens fantásticos e um mote que me deixou apreensiva e com o coração na mão.

      Amei!

      Excluir
  2. Carla, fiquei de boca aberta com a resenha.
    Acredita que eu ainda não li ?!
    Já está na listinha agora rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luka.
      SÉRIO?! Vá ler agora! Vai amar.
      O livro é ótimo e os personagens fascinantes!
      Estou me aventurando agora nos livros dessa autora e apreciando muito.
      Amei!

      Excluir
  3. Oi, Carlinha!
    Não curto muito essa autora e nem o mote. =/
    Esse eu deixo passar, hahaha.

    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabi.
      Que pena!
      Este livro nem se compara com o primeiro dela que li. É maravilhoso!
      Vale a pena a leitura.
      Beijos.

      Excluir
  4. Oi Carlinha!

    Ainda não li nada dessa autora =(

    E cade o meu tempo para ler??

    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ca.
      Nem me fale em tempo! :(
      Este livro é maravilhoso. Quando puder, leia que você vai gostar.
      Beijos.

      Excluir
  5. Eu já algumas estórias desta autora e acho uma delícia... Vou colocar este livro na minha listinha. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi. Snadra.
      Estou conhecendo as obras dela agora e apreciando muito.
      Este foi o melhor que li até agora.
      Beijos.

      Excluir
  6. Um livro com este título e esta linda capa, promete mesmo uma leitura maravilhos.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rose.
      Este livro é ótimo!
      Foi o melhor dela que li até agora.

      Excluir
  7. Oie Carlinha!

    Eu li esse livro tem alguns anos e sou completamente apaixonada por ele!
    Juro que não sabia que ele havia saído em português!
    Vou surtar! AHHHHHHHH!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ba.

      Foi o segundo dela que li e só posso dizer que me apaixonei tanto quanto você.

      Sério que não sabia? Faz tempo que a Bertrand publicou.

      Vale a pena reler.

      Beijos.

      Excluir
  8. Gostei muito da resenha.
    Fiquei curiosa para fazer a leitura e descobrir o que a principal encontra no final, se um novo amor ou seu filho. Será que poderia ser os dois!?
    Não sei... só sei que fiquei curiosa com o livro.

    http://grilsandbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Déborah.

      Não posso dizer se ela reencontra o filho ou encontra um novo amor, porque perde a graça da leitura, mas garanto que o final foi emocionante e eu queria muito mais.

      Recomendo!

      Excluir
  9. Oi, sou apaixonada por esse livro e o li faz 2 anos, desde então não encontrei outro tao apaixonante e surpriendentemente maravilhoo quanto esse. Reencontros me fez chorar muito e é famoso aqui em casa por conta do tanto que eu já falei dele. Amo esse livro e mesmo nao me identificando com a história ou qualquer coisa do tipo, ele me prendeu. Enfim... Beijos e parabéns pela resenha, nao deixou passar nada.

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.