Herdeiros do Trono - Elysanna Louzada

HERDEIROS DO TRONO
ELYSANNA LOUZADA
Ases da Literatura


Adquira o seu exemplar: IMPRESSO | AMAZON

Com 352 páginas, este livro de fantasia Young Adult, que é o primeiro volume da trilogia Herdeiros do Trono — que me lembrou dos livros de Rick Riordan e de Harry Potter, apesar do tema distinto —, foca na história de quatro amigos: os gêmeos Eloise e Pedro Pontes e seus amigos inseparáveis e irmãos, Isabel e Tomás Fernandez.

Pobres e humildes, eles sonham sagrar-se cavaleiros e se esforçam para entrar na academia militar, exceto Tomás, carinhosamente chamado pelos amigos de Tommy, o campeão juvenil de boxe. Aos 19 anos, o rapaz era um lutador nato, ágil e forte. Filho de um cavaleiro e de uma médica, o jovem dramático, rebelde e carismático não simpatizava com a instituição.

Havia uma disputa e rivalidade entre duas raças étnicas, que está se complicando cada vez mais: gazares e mestiços (imigrantes), mas estes últimos foram esquecidos pela assistência social do governo.

Por isso, os mestiços eram coagidos pela gangue liderada pelo popular e cobiçado Estéfano Talmai, filho do poderoso primeiro-ministro, a abandonar a instituição à força.

Bel e Elô lideravam um pequeno movimento estudantil criticando as ações segregacionistas do primeiro-ministro e encorajando a resistência da dignidade desse povo carente e isso gerava represálias por parte dos gazares e os mestiços acabavam cedendo para não ver suas famílias prejudicadas, pois ficavam à mercê de agressores maus-caracteres e implacáveis.

Elô era linda, forte, determinada e teimosa. Tratava o arrogante Estéfano com indiferença profunda. Um dia, é pega em flagrante pela gangue e é ameaçada quando descobrem sobre os panfletos estudantis, mas acaba sendo salva por um estranho misterioso que simpatiza com a sua causa.


— Obrigada... — Eloise sussurrou e olhou para os cinco gazares caídos rente à parede.
— Não por isso. Um dia pode ser você a me salvar.
— Eu conheço você? — Eloise não sabia explicar, mas o estranho, de repente, lhe transmitiu uma sensação de familiaridade.
Pelo Criador, o que eu vou fazer com Estéfano? Ou melhor, o que ele vai fazer comigo?

Ela teme uma vingança por parte de Talmai, que mesmo humilhando e desprezando os mestiços, a deseja a qualquer custo. O jovem sempre teve tudo e nunca teve limites. Todos se mantinham cautelosos acerca do seu caráter porque ele era obsessivo, mimado, arrogante, preconceituoso e possessivo. Perigoso e sem escrúpulos é capaz de qualquer coisa para conseguir seus objetivos.


— É exatamente isso que me fascina. É corajosa. Não se deixa intimidar por qualquer coisa, (...). Gosto disso.

Por outro lado, ao perceber as verdadeiras intenções do gazar, o teimoso e sarcástico Tommy arde de ciúmes, porque ama a amiga de infância platonicamente, mas nunca foi correspondido porque ela o vê apenas como um irmão e melhor amigo. Mesmo sonhando com a liberdade, o jovem não consegue lutar contra esse sentimento intenso e arrebatador.


“Pior do que saber que seu amor não era correspondido, era ter a certeza de que não estava à altura dele.”

Ambos tinham personalidades opostas e objetivos diferentes, mesmo que ele resistisse bravamente aos anseios do coração.


“Por que não fiquei com a Amanda? Seria tão mais fácil... Talvez eu fosse um daqueles caras que gostam de sofrer. E que passam a vida cultivando um amor platônico e impossível. É... talvez eu seja um masoquista mesmo. Se eu não posso ficar com ela, pelo menos ficarei perto dela.”

Aparentemente frágil, Elô possuía inteligência, coragem e força. Sensível e culta, queria ser amazona e seguir carreira na cavalaria junto com seu irmão Pedro. Por conta de seus ideais se preocupava com a política e as questões raciais, além de adorar esgrima. Já o pugilista, era rude, inculto, detestava política e pouco se importava com o futuro, pois não se encaixava como um cavalheiro altruísta, já que desprezava a cavalaria.

Um dia, os dois amigos se metem numa briga e vão presos, correndo o risco de uma retaliação por parte de Estéfano e, ao procurar os registros do irmão, Isabel descobre fatos de uma vida inexistente acerca do passado dos seus pais que mudarão suas vidas para sempre.


— Minha história! — A voz de Laura aumentou alguns decibéis. — Você quer dizer o meu pesadelo, a minha tragédia, a minha desgraça. — Ela estava visivelmente descontrolada.
(...)
— Quantas pessoas morrerão à custa da sua escolha? — Eduardo a acusou, incapaz de se conter.

Sem alternativa diante de um futuro incerto e prestes a ser arruinado por conta de uma guerra iminente e de um combate de proporções épicas, Isabel arrisca uma última cartada diante de alguém poderoso e imprevisível com o intuito de salvar tanto sua família quanto a de seus amigos, mas não contava que estava brincando com fogo num universo em que a tirania imperava sobre o bem.

Em meio a flashbacks de lembranças vagas em um mundo paralelo, anseios, dúvidas, ansiedade, medo e culpa esses quatro amigos estarão em busca da verdade inimaginável sobre suas origens. Só não imaginam que seus destinos já estão traçados, pois sofrerão uma reviravolta após descobertas surpreendentes que abrirão as portas de um passado trancado há mais de 18 anos e que volta inexorável para roubar tudo o que lhes restou e que mais amam.


“Um sentimento de medo a tomou de maneira súbita e inexplicável. Então, veio a floresta, a garotinha, o jovem menino, a urgência, a aflição, a dor física do corpo fatiado por arranhões, a caverna fria, o sangue, o garoto à beira da morte...”


Até que algo inesperado acontece e embarcam numa jornada incrível em busca desse mistério que virou suas vidas de cabeça pra baixo. Com garra, coragem, determinação, fé, agilidade e proteção, esses mestiços destemidos, conseguirão realizar seus sonhos?

Garanto a vocês que eles viverão a maior aventura de suas vidas em meio a mágoas, tristezas, ciúmes, amizade, lealdade, intrigas, ataques de animais selvagens, sequestradores, avalanches, nevascas, frio extremo, maus tratos, tortura e violência psicológica e muito mais.


“De repente, tudo o que eu sabia sobre a minha família e sobre mim mesma era uma mentira. Foi como se minha identidade tivesse sido roubada.”

Com uma guerra prestes a eclodir e um perigo imenso no ar, esses heróis impetuosos, ingênuos e comprometidos com um ideal sairão vencedores em busca do amor e da justiça ao desvendar este segredo guardado a sete chaves?

Entre a covardia e o egocentrismo, o bem e a justiça, qual deles prevalecerá entre ações impulsivas e imaturas?


“Ali ele percebeu que tinha tudo de que precisava para viver. Ele a amava com todo o coração, sentimento e razão. E não havia dúvidas de que (...) se tornara o sentido fundamental de sua existência.”

Sabe aquele velho ditado: "Nunca julgue um livro pela capa"? A princípio foi um livro cuja capa não me chamou a atenção, mas depois de pesquisar mais a respeito da história algo me chamou a atenção na sinopse, que é completamente vaga acerca da trama e seus personagens. Por este fato fui agradavelmente surpreendida e, sem dúvida, este acabou sendo o melhor livro nacional de fantasia que tive o prazer de ler no final do ano passado e reler este ano. Li-o nas duas versões: em e-book (que comprei pela Amazon) e o livro impresso, que me foi cedido em parceria com a autora. Fui arrebatada a partir do segundo capítulo e me envolvi de tal forma que só parei quando concluí a leitura.

Sou uma leitora exigente e infelizmente encontrei problemas graves de revisão na primeira edição deste livro, o que foi uma pena, mas fiquem tranquilos que a autora está ciente disso e os erros já foram corrigidos para a próxima edição. Mas diante do que a história nos inspira e nos ensina, esse pormenor chega a ser ínfimo.

Os personagens são encantadores e bem construídos com anseios e dramas inerentes a qualquer ser humano: amor, saudade, ódio, revolta, indignação, amizade, lealdade, fé, esperança e muitos sentimentos conflituosos.

Apesar de alguns defeitos, que chegam a ser irritantes como o jeito dramático de Tommy, eles gradativamente evoluem e amadurecem ao longo da trama e isso fica mais evidente no próximo livro da série.

Gostei de vários personagens pela sua personalidade e seu jeito peculiar de ser, me conquistaram aos poucos: Arnon, por seu equilíbrio, bom senso e erudição. Identifiquei-me e me compadeci dele por ser regrado e insondável em suas emoções devido a um drama do passado. Adorei sua afinidade com uma personagem e torço muito por ele no decorrer da trilogia. Espero que a Elysanna não me surpreenda tramando algo inesperado para os próximos, já que até o presente momento estou surtada em grande expectativa; Pedro, por sua inteligência, agilidade e seu jeito impulsivo de ser; Elo, por seu altruísmo e generosidade; Isabel, por sua determinação, inteligência, perspicácia e sabedoria; e Tommy, por sua lealdade e bravura.

Por isso, não tem como o leitor não se cativar por esses quatro heróis que nos ensinarão lições de amor, amizade, fé e esperança, sempre lutando, persistindo e superando todas as adversidades com muita garra e coragem!

Ambientada num mundo desconhecido e fascinante, as cenas foram muito bem descritas nos transportando para diversos contrastes tão comuns aos dias atuais como as belezas e as mazelas do mundo político e social em que vivemos.

Com uma escrita fluente e sensível, em uma narrativa objetiva e envolvente, a autora desenvolveu com maestria uma trama intensa e fantástica arrebatando o leitor desde o princípio, sem perder por nenhum momento o foco da narrativa onde todos os mistérios foram muito bem elucidados sem deixar nenhum furo tornando o livro ainda mais emocionante e condizente com a nossa atualidade.

Além de me emocionar e me divertir, apreciei muito as descrições da ambientação da trama (isso é um fato que pode incomodar alguns leitores), onde pude visualizar cada momento, repleto de aventura, suspense e perigo deixando com a adrenalina a mil. 


Se você curte romance, aventura, fatos históricos medievais, mistério, suspense e ação é uma boa pedida, ainda mais se tiver algumas lições nas entrelinhas. Lições que abordam reflexões acerca da nossa atualidade porque não tem como não se identificar com as situações vividas pelos personagens que, diante das adversidades que a vida lhes impõe, acabam colocando-os à prova em meio aos valores essenciais e verdadeiros da vida em um turbilhão de emoções e conflitos existenciais.

Entre possíveis inimigos, como confiar e saber quem realmente serão seus aliados nesta luta?

Tommy dará vazão aos sentimentos acreditando que amar não é tão impossível quanto imagina? 


Seus pais impedirão que a verdade venha à tona, proibindo que um passado de dor retorne?

Em meio a dons, mistérios, coragem e apreensão alguns personagens deixarão que o passado escancare os segredos mais profundos que guardam n'alma?


“Quando a vida de outra pessoa depende da sua própria existência, é mais fácil manter-se vivo. Eu vou resistir. Não por mim. Meu corpo está vazio de emoções. Mas, sim, por Pedro. Ele não suportaria me perder também. Não sentimos os maus tratos. Não há espaço para mais dor.”
"Exausta pela luta, enfraquecida pela fome e sede, ela se deixou consolar pelo estranho, que a salvara no momento em que sua fé estava praticamente perdida."

Apesar de ser um livro de fantasia, ele nos faz conhecer o pior e o melhor que esse mundo tem a oferecer, mas nos ensina belas reflexões acerca da vida e que o amor — este sentimento sublime — é capaz das maiores transformações.


“Interessante é a vida. Ela nos coloca à prova a todo o momento. Ainda que tomemos noventa e nove decisões corretas, se a centésima for equivocada pode colocar todas as outras a perder. Errar é humano, sim. Todos cometemos erros. Acontece que determinados erros podem custar uma vida. Ou duas.”
“A fé será sempre o seu esteio, sua fortaleza. Ainda que enfrente as mais terríveis adversidades, você seguirá adiante, se tiver fé. A paciência, vai mostrar-lhe o momento certo para agir. (...) não pode hesitar, mas também não deve ser guiado pela impulsividade. Uma ação desencadeada em uma ocasião imprópria traz consequências catastróficas. Para tudo existe um tempo certo. Saiba esperar por ele com sabedoria.”

Seja um ser humano melhor diante das adversidades e valorize as coisas belas da vida!

Mas nada me preparou para o que encontrei na sequência deste volume: Círculo de Fogo, que está surpreendente e sensacional, e prevista para ser lançada ainda este ano. Mas isso fica para uma outra resenha. Só garanto que vocês ficarão boquiabertos com essa história.

Saiba mais acerca da autora e suas obras: SITE OFICIAL




4 comentários:

  1. Oi Carla, puxa vida, que passeio completo pela narrativa! Você não sabe o quanto estava ansiosa por sua resenha. Sei que é uma leitora exigente e sua opinião é sempre sincera e coerente, por isso estou muito, muito feliz mesmo em ver o quanto você gostou do Herdeiros do Trono. Obrigada. Grande beijo
    @ElysannaLouzada

    ResponderExcluir
  2. Resennha linda de Herdeiros do Trono, um livro com personagens fortes e encantadores ao mesmo tempo, que nos cativa logo no início. Parabéns à autora, pela obra mágica que criou, e para a blogueira, pela bela parceria. Um grande beijo para as duas!!!

    ResponderExcluir
  3. Gostei mesmo da resenha, você descreveu de maneira bem completa o que sentiremos ao lermos este livro. Me fez querer ler o quanto antes, parabéns.

    Abraço,
    Diego de França
    http://leitorsagaz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.