O Óbvio que Ignoramos - Jacob Pétry

O ÓBVIO QUE IGNORAMOS
JACOB PÉTRY
Lua de Papel

Esse livro de autoajuda foi uma grande surpresa para mim, porque foi uma leitura deliciosa e, ao mesmo tempo, divertida, que fez-me compreender melhor o mundo e suas obscuridades!

Já li alguns livros do gênero, mas nenhum deles foi dessa forma, e garanto que os que não curtem muito autoajuda irão adorar, porque o livro é entremeado com inúmeras histórias de algumas das maiores personalidades mundiais, entre elas Gisele Bündchen e sua família, os Kennedy, Sylvester Stallone, Elizabeth Gilbert, os Beatles, Bill Gates, Madre Teresa, Barack Obama, Albert Einstein, Kurt Cobain, Paulo Coelho, etc.

Essa histórias tiveram o dom de entreter e, ao mesmo tempo, informar, porque adquiri muito conhecimento e aprendizagem e isso foi muito válido pelo fato de que eu não conhecia uma boa parte delas. E achei isso muito divertido, ainda mais para quem gosta de aprender sempre mais, que estão sempre ávidas em busca de novos conhecimentos, informações com o intuito de preencher nossa alma ávida por cultura e saber!

E, através delas, o autor nos mostra o que as diferencia das demais: princípios simples e óbvios, que geralmente são ignorados pela maioria e vemos quais as atitudes que devemos tomar com o intuito de explorar ao máximo o nosso potencial e descobrir nossa verdadeira vocação.

No decorrer da leitura, fiquei intrigada com as revelações a respeito dessas pessoas e todas as adversidades que enfrentaram no decorrer de suas vidas em busca do sucesso. E fiquei perguntando-me: "Por que nós temos sempre o péssimo hábito de complicar tanto uma coisa que pode ser simples?".

Abaixo deixo um trechinho com o qual identifiquei-me, porque nunca gostei muito de matemática (risos). Ela só tornou-se minha amiga, quando finalmente, fiz as pazes com ela no ensino médio através de uma grande professora que tinha o dom de ensinar, que parecia mágica. (risos). Quem nunca passou por isso?!

Esse trechinho traduz bem isso, só para instigar vocês um pouquinho mais.

Suponha, por exemplo, que você tenha uma facilidade enorme para aprender matemática, mas que, em gramática, suas notas são um desastre. As lições de matemática você já concluiu ali mesmo, enquanto o professor repete algum ponto que um colega não compreendeu. Você se sente desafiado pela matemática, ela lhe estimula. Olha para seus colegas e se pergunta: "como conseguem complicar algo tão simples?" Em gramática, entretanto, é o contrário: falta ânimo, falta curiosidade, o conteúdo é chato, regras gramaticais não lhe despertam o mínimo interesse. O livro de matemática está rabiscado com exemplos e anotações. O livro de gramática está intacto, como novo.

Nele aprendi um pouco mais de como viver a vida plenamente, desenvolver nosso potencial ao máximo, até encontrar algo que possamos realizar, enfim, nossa verdadeira vocação.

Como diz o autor nesse trechinho, que achei maravilhoso:

"Se você negligenciar o seu talento, omite seu potencial e, como consequência, está impedindo a expansão da vida. Por isso, ela se tornará, inevitavelmente, um fardo."

Destaco aqui algumas das inúmeras questões abordadas que encontrei no decorrer da leitura:

"As crianças mais inteligentes quase nunca são as que mais se destacam na vida."

“Apesar das dificuldades e dos nossos erros, temos como alterar e mudar nossa convicção.”

“Há sempre uma negatividade se estivermos abertos a muitas opções.”

“Sempre temos a mania de desistir de algo quando estamos próximos de conquistá-lo.”

Abaixo deixo um trechinho de uma das histórias, mas essa refere-se a uma parte da entrevista do jornalista Paulo Francis a modelo Gisele Bündchen no comecinho da carreira.

(...)

- E se eu te disser que você é a mulher mais bonita do mundo?

(...)

Francis não viu sua musa subir ao topo por causa de um infarto fatal, (...). Gisele foi muito além do que ele podia imaginar. Ela conquistou o título de mais bonita do mundo. (...)

O que havia na então pouco conhecida Gisele que Francis, observador arguto, notou imediatamente?

Uma das histórias que mais gostei foi da minha escritora preferida, autora do livro "Comer, Rezar, Amar" e "Comprometida": Elizabeth Gilbert, pelo fato de eu já ter lido os livros dela e ver novamente uma parte da sua história aqui. Para quem não leu "Comer, Rezar, Amar", a autora tomou uma decisão inusitada, depois de muitas reflexões profundas e dolorosas, onde largou tudo para viajar por um ano em busca de respostas para sua vida, cujo propósito era desvendar o prazer na Itália, a fé na Índia e o amor, na Indonésia. O livro é maravilhoso!

E outra história que adorei foi do ator Sylvester Stallone, em especial, porque adoro o filme "Rocky", que é um clássico, mas nunca imaginei que ele passou por tantas adversidades, recusas e rejeições para ser escolhido como protagonista. Vocês nem acreditariam, só lendo mesmo para crer. Ele foi um vencedor, porque sempre acreditou piamente em seu instinto, seu talento e sua persistência. Ele, como todos nós, é uma pessoa de coragem, fibra e perseverante em busca do que almeja, mesmo nos piores momentos da sua vida.

A escritora Lya Luft sabe bem o que é isso: "boa parte do tempo andamos meio às cegas, avançando por erro e tentativa, tateando, entre os desafios de cada dia".

Adorei essa dinâmica que fez-me refletir e garanto que depois de lerem esse livro, vocês mudarão suas atitudes de forma simples e adotarão uma nova postura diante da vida.

Como o próprio autor salienta:

"... existe uma vontade natural em cada um de nós. Essa vontade faz com que toda pessoa queira, naturalmente, ser tudo que ela é capaz de se tornar. Esse desejo é inerente a natureza humana. Não podemos evitar querer ser tudo que podemos ser. Onde quer que exista um talento suprimido, ou uma habilidade não desenvolvida, existe uma pessoa insatisfeita e desmotivada”.

Ele acaba ensinando-nos como descobrir nosso verdadeiro anseio e transformá-lo num sucesso, porque as pessoas bem-sucedidas, em geral, são exatamente como nós. A única diferença é a visão que elas possuem sobre si mesmas. “Elas se forçam a superar determinadas situações e insistem em dizer para si mesmas que são capazes de fazê-lo”, ele escreve. O problema é que a maioria de nós não possui conhecimento de como isso funciona. Através de princípios, exemplos e práticas, Pétry nos dá uma compreensão clara de como esse processo ocorre e o que é necessário para desenvolvê-lo.

O autor esclarece coisas através de questões básicas e, após ler o livro, tenho certeza que vocês colocarão em prática imediatamente.

Para concluir, foi muito gratificante a leitura e, quero agradecer muito ao autor, porque através do seu livro me trouxe alguns momentos maravilhosos, divertidos e de profunda reflexão! Obrigada por ter me concedido a honra de conhecer essa obra, que me proporcionou uma leitura profundamente reflexiva e repleta de questionamentos, com muitos ensinamentos, o que acabou sendo surpreendente!

O AUTOR

Foto: Patrícia Quadros
Jacob Pétry é brasileiro, jornalista, filósofo e consultor renomado que vive nos Estados Unidos.

Além do livro O Óbvio que Ignoramos, ele também é autor de O Céu é de Pedra, Ilusões Rebeldes, As Gêmeas e O Enigma da Mudança.

Para saber mais sobre o autor e suas obras, acesse o Site Oficial:

http://www.jacobpetry.com


20 comentários:

  1. Tá muito fofo esse post carla, mais uma vez vc se saiu otima, gostei muito... Sou também uma daquelas fans dos auto-ajuda, que cada vez mais ficam melhores e mais aperfeiçoados colocando mais do que exemplos, colocando historias reais de pessoas reais...
    Xeru grande e parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela parceria... você merece...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  3. Uau...
    Sério, amei o livro e a forma como você o apresentou.
    Tenho me surpreendido com esses livros de auto-ajuda que você tem resenhado, são ótimos!
    Acho fantástica essa coisa de usar exemplos de pessoas conhecidas para chamar a atenção à coisas normais porém essenciais na nossa vida.
    Faz um tempo eu li "Televisionado" de Fernando Morgado, onde ele conta os altos e baixos de ícones do meio televisivo.
    É simplesmente extraordinário.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi querida!
    Parabéns pela parceria, só nós blogueiras sabemos o quanto elas são importantes!

    E esse livro realmente parece ser muito interessante, adorei saber que cita as celebridades do mundo todo!

    Beijão!
    ;)

    ResponderExcluir
  5. Mais uma super parceria amiga!
    Parabéns!
    Seu blog e você merecem!
    Adorei a resenha, perfeita, emocionante, já te falei isso, suas resenhas me dão vontade de ler os livros!kkkkkkkk.
    Bjssss!

    ResponderExcluir
  6. Carla, desculpa não ter passado mais por aqui. Adorei o post e fiquei com muita vontade de ler esse livro.
    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Oi Carla!
    Infelizmente eu não consigo ler auto-ajuda. Não desce. Apesar da sua resenha ter ficabo bem descrita...esse eu passo. rsrs
    Bjs querida.

    ResponderExcluir
  8. Ei Carla,

    Parabéns pela resenha, ficou excelente. Mas auto ajuda não é realmente o meu estilo, este eu vou passar rs

    bjo

    ResponderExcluir
  9. Ei Carla, parabéns pela parceria.
    O livro parece ser bem interessante e sua resenha ficou tão boa que atiçou minha curiosidade. ^^
    Beijos. ^^

    ResponderExcluir
  10. Carla, eu fazia outra idéia.
    Adorei sua resenha :-)

    Bjs
    Luka.

    ResponderExcluir
  11. Olá Carla, tudo bem?

    Moça, você resenha muito bem! Tem muita criatividade e podemos perceber que se aprofundou bastante no livro. Espero poder lê-lo e sentir a mesma coisa que você. Um grande abraço Carla!

    Laerte Lopes - Blog Medo

    ResponderExcluir
  12. Nossa esse livro cai como um luva pra mim. Adoraria lê-lo. Sua resenha esta maravilhosa.Bjks

    ResponderExcluir
  13. Parece ser bastante interessante o livro.
    é o tipo de livro que nos faz pensar, então com certeza eu leria!
    ótima resenha amiga, parabéns!

    ResponderExcluir
  14. Parabéns pela bela apresentação sobre o livro... estou louca pra ler =)

    ResponderExcluir
  15. O livro parece ser bom MEEEESMO! fiquei com muita vontade de ler! (:

    ResponderExcluir
  16. "Esse livro de autoajuda foi uma grande surpresa para mim, porque foi uma leitura deliciosa e, ao mesmo tempo, divertida, que fez-me compreender melhor o mundo e suas obscuridades."

    Ou seja, acabou de descrever o sonho de qualquer leitor.

    ResponderExcluir
  17. eu quero ganhar pelo um livro sou apaixonado por livros e nunca ganhei nenhum sorteio

    ResponderExcluir
  18. Adoro este Livro, também escrevi uma biografia completa sobre o Jacob Petry , Acesse o Site: http://tvmindset.com/jacob-petry/

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.