Garota Apaixonada em Apuros - Carolina Estrella

GAROTA APAIXONADA EM APUROS
CAROLINA ESTRELLA

Em novembro do ano passado, ganhei através de uma parceria com a autora Carolina Estrella, mais um novo talento nacional, este livrinho infantojuvenil fofo, com apenas 144 páginas!

Assim que recebi, li-o em poucas horas, mas só agora sobrou um tempinho para postar a resenha aqui. (risos).

Como não podia deixar de ser, já que também adoro esse gênero literário, apreciei muito a leitura, que foi leve, agradável e prazerosa, onde fui transportada e arrebatada desde o princípio. Passei alguns momentos de puro lazer e entretenimento, divertindo-me com as peripécias de Gabi, uma garota apaixonada em apuros, e de seu pretendente, Nelson, que não dão o braço a torcer para ficarem juntos, além de toda a sua turma.

Este livro foi publicado em 2010, onde conhecemos a jovem Gabriela que, aos 22 anos, resolve contar, através de um diário, a história mais emocionante que vivenciou quando tinha 15 anos, e ainda era um "patinho feio" de aparelho nos dentes e um corpo avançado para a idade, de como ela conquistou o seu primeiro amor, que fugia de suas investidas amorosas como o diabo foge da cruz (risos) e os desafios que enfrentou com a ajuda das amigas para conquistá-lo.

E, como ela mesma diz:
"A gente passa a vida toda querendo sofrer de amor e quando estamos apaixonados desejamos que nunca acabe. Tudo se torna melhor, (...) e fica o dia inteiro pensando na pessoa amada".

Tudo que acontecia com Gabi era bizarro e sem o menor cabimento, por isso ela decidiu contar a sua história de amor ambientada em Niterói, no Rio de Janeiro.

Na época, Gabi cursava o ensino médio e era muito popular entre os jovens, até que um dia, durante um papo com sua amiga Talita, um olhar chamou sua atenção.

Eu estava contando para Talita sobre os passos de dança que tinha aprendido na aula de lambaeróbica, que fazíamos juntas, quando um amigo dela do segundo ano veio correndo, como uma gazela, abraçá-la. eu me assustei, porque em um momento você está dançando e em outro tem um animal estranho, magrelo, loiro, com barba nascendo e, ainda por cima, com nome de Nelson, pulando a seu lado.

Por ironia do destino foi exatamente por ele que me apaixonei.

Pág. 11

Além de Talita, Gabi tinha vários amigos, entre eles: Thaís, Lívia, Carol e Gustavo; enquanto Nelson vivia à sombra de seus fiéis escudeiros, Pedro, Júlio e Lucas, que eram maledicentes e terríveis. Ele sempre nutriu uma paixão secreta, tinha um carinho e uma admiração muito grande por ela.

"Talita, Gabi é muito bonita e inteligente, mas ela não pode saber que estou a fim dela, senão os meninos vão me zoar muito. Arruma um jeito da gente ficar a sós. (...)."

Pág. 14

Por isso, Talita resolveu dar aquele empurrãozinho.

Como uma jovem decidida, de personalidade forte, Gabi acaba tomando a iniciativa por conta de Nelson ser tímido como uma porta, mas tinha um pequeno porém. Dessa vez, ela está completamente desarmada, porque ele era encabulado e ela orgulhosa.

(...), ele me ligava todos os dias. (...), mas não me dirigia a palavra no colégio e fugia de mim o tempo todo. Eu não conseguia entender essa atitude e me sentia um lixo, (...). Mas como a esperança é a última que morre, (...).

Pág. 16
"Ai, no começo, é tudo tão romântico..."

Pág. 18

Seu maior desejo era encontrar o seu príncipe. Acho que todos nós ansiamos por isso... Se o mundo fosse igual os contos de fada. (risos).

Será que Nelson era o meu príncipe encantado? Sei não, ele estava mais para sapo do que para qualquer outra coisa...

Pág. 20

Os dias passam e eles vão se distanciando. O que era um começo de romance torna-se um pesadelo, porque este passou a ignorar e implicar com ela quando se esbarravam.

(...). Era eu reclamando de um lado e ela, do outro. Mulher gosta mesmo é de sofrer por homem.

Pág. 22

O tempo passa e Pedro, um dos amigos de Nelson, começa a aproximar-se de Gabi, mas, como é de praxe em todo livro infantojuvenil, fiquei com as "antenas" ligadas, como dizia o honorável e famoso Chapolin Colorado: "Silêncio! Silêncio! Minhas anteninhas de vinil estão captando a presença do inimigo?" Percebi que alguma bomba explodiria a partir desse momento e minha intuição não falha. "Não contavam com minha astúcia!" (risos).

Pedro gostava muito de contar vantagem e morri de rir com o trechinho abaixo, porque é um fato crucial na nossa realidade:

Menino gosta de contar vantagem, né? Maracanã de mulheres? Acho que nem Caio Castro, Fiuk, Taylor Lautner e Robert Pattinson juntos ficaram com tantas meninas assim... rs!!

Pág. 23


Ele sempre trazia as piores notícias de Nelson para Gabi que, juntamente com suas amigas, passou a investiga-lo e colocou seu plano mirabolante em prática. Lembrei-me do Cebolinha e seus planos infalíveis, mas torcia para que o plano de Gabi desse certo, já que os do Cebolinha... (risos).


(...). Nelson estava muito dividido, porque os amigos não gostavam de mim e ele tinha de esconder seus sentimentos, pois sentia vergonha. Bem, não sou feia, nunca fui. Então, qual era o meu problema? (...).

Pág. 24
(...), mas ficava triste com essa situação, (...). Mas, como sou brasileira e não desisto nunca, resolvi tentar pela última vez. (...).

Pág. 25
(...) iria demorar muito tempo para que Nelson demonstrasse algum sentimento de afeto por mim. Aquele lá era mais tímido que uma porta.

Pág. 26

Todas as amigas de Gabi queriam saber de tudo nos mínimos detalhes, ansiavam por notícias e por um final feliz também.

Sinceramente, não consigo entender (...). Afinal, (...) o que eu significava? Por que me ignorar deste jeito?

Pág. 32
(...). Esperar um garoto crescer para aprender a te amar é loucura! Só se valer muito a pena mesmo...

Pág. 34

Depois de tanta raiva, Gabi passou a primavera inteira bolando um plano para esquecê-lo e acabar com ele. Mesmo que seus romances não deram certo, ela torcia pela felicidade das amigas e ajudava-as incentivando-as.

Era tão fácil para os outros e para mim sempre tão difícil me acertar no amor. (...).

Pág. 39
- (...). adoro o romance de vocês, mas (...) não vejo mais futuro. Acho melhor você desencanar de vez.

Pág. 42

Algo muito esquisito estava acontecendo e Gabi queria que suas amigas entrassem em ação, porque achava que o Nelson está no meio disso tudo. Até que descobre algo que a deixa arrasada e de coração partido. Pobre, Gabi! Melhor partir pra outra. (risos).

- (...). Nelson não está nem aí pra mim. Ele está ficando com a Mirela, aquela loira, com o bumbum avantajado, da oitava série.

Pág. 53

Depois dessa desilusão, decidiu dar um rumo na sua vida, mas, mesmo assim, sentia que faltava algo para sentir-se completa. Ai... ai... ai... Gabi, como você gosta de sofrer!!! (risos).

(...) soava muito estranho, porque eu não era um monstro, nem burra, eu só era feliz demais. (...) a felicidade alheia pode causar inveja até mesmo em quem amamos.

Pág. 64

Até que um dia, Nelson, que está passando por um momento conturbado em sua vida familiar, flagra Pedro beijando Gabi... Era só o que faltava!!!

- Pedro, (...). Eu já te disse que... - parei no meio da fala porque avistei um espectador inesperado.

Era Nelson, me olhando de longe, com uma cara de apavorado. Eu só podia estar vivendo um pesadelo. (...).

Pág. 99

Agora, para saber como essa história termina você tem que ler o livro, é claro! (risos).

Será que Pedro vai conseguir conquistar Gabi ou Nelson vai encarar, correr e lutar contra o tempo perdido? Só garanto a vocês que o final foi muito emocionante e lembrou-me do filme "Nunca fui Beijada" com a Drew Barrymore e o Michael Vartan, com direito até a contagem regressiva.

Diverti-me muito com as peripécias da Gabi e teve momentos que eu quis "matar" o Nelson, de tanto que este me irritou. (risos). No decorrer da leitura, tive emoções bem conflitantes: não sabia se ria, chorava, esbravejava ou sacudia a Gabi para que ela desencanasse dele, mas mesmo assim, divertia-me com as suas neuras com suas opniões atuais, revendo seus conceitos e suas atitudes aos 15 anos. Todos nós já passamos por isso e hoje nós rimos das bobagens que fazíamos nessa idade. Se pudéssemos voltar no tempo... São tempos que deixarão saudades e restarão apenas boas lembranças.

Diverti-me muito com as peripécias da Gabi e teve momentos que eu quis "matar" o Nelson, de tanto que este me irritou. No decorrer da leitura, tive emoções bem conflitantes com a Gabi por ser tão ingênua, já que o Nelson tira qualquer um do sério! Mesmo assim, divertia-me com as suas neuroses. Todos nós já passamos por isso e hoje nós rimos das bobagens que fazíamos nessa idade. Se pudéssemos voltar no tempo... São tempos que deixaram saudades e restam apenas boas recordações.

Foi uma leitura muito relaxante e gostei de ver uma personagem pé no chão, centrada mesmo diante das suas maiores atribulações. Além de ser uma amiga que todos queríamos ter, porque está lá em todos os momentos te apoiando, incentivando, aconselhando, torna-se sua confidente, o que acaba sendo terapêutico para ambas as partes!

Adorei os pais da Gabi pelos diálogos e dos ótimos conselhos que eles davam, afinal um filho sempre precisa do amor dos pais para crescer e amadurecer. Isso é maravilhoso, porque retratou a minha família, já que meus pais sempre foram os meus melhores amigos.
Achei superválido a autora mostrar isso, porque muitos jovens não têm um diálogo em casa e acho importantíssimo essa lição que o livro mostra através da família de Gabi que tem uma relação de amizade, afeto e companheirismo. Por isso, acho que o amor e o diálogo é imprescindível na relação entre pais e filhos. Como também mostra temas bem atuais como o divórcio, a relação entre pais e filhos, o álcool na adolescência, o amadurecimento, enfim mostrando ao jovem o quanto é difícil crescer e tornar-se adulto!

Além de diversão, o livro nos mostra uma grande lição, com uma linguagem coloquial que mostra o cotidiano e o universo adolescente, que seria um chicklit teen, porque vemos a história de Gabi através dos seus diários, bilhetinhos e mensagens via MSN.

E, para minha alegria, o livro terá continuação, cujo título provisório é "Garota Apaixonada de Férias". Fiquei muito feliz em saber disso, porque no final vi nas entrelinhas algo que a autora deixou em aberto na história e fiquei curiosa para saber as novas aventuras de Gabi.

Para quem ainda não sabe, o livro foi reeditado pela Matrix Editora, com novo design e capa.

Adorei as ilustrações e a forma de escrever da Carolina Estrella, lembrou-me muito dos livrinhos infantojuvenis, entre eles: "Caixa de Desejos", da autora brasileira Ana Cristina Melo, da Coleção "Primeiro Amor", da série Vagalume... Livros que entretiam e, ao mesmo tempo incutia-nos uma lição de moral. A autora
tem talento e uma carreira promissora na literatura nacional, porque escreve com sentimento e segurança.

Os jovens vão adorar e, é claro, os adultos também, para relembrarmos os bons momentos de nossa adolescência (estou me sentindo jurássica, ou para um entendimento melhor, "velha"! risos) e divertir-nos com boas risadas relembrando através da história de Gabi os velhos tempos.

Quero agradecer à Carolina Estrella,
porque através de seu livro, trouxe-me momentos divertidos! Obrigada por ter concedido-me a honra de conhecer essa obra, preferencialmente nacional, que proporcionou-me uma leitura bem relaxante e gostosa!

Por isso, está mais do que recomendado!



A AUTORA

CAROLINA ESTRELLA

Jornalista e escritora, Carolina Estrella, desde pequena, escreve suas aventuras e desventuras. Escreveu peças de teatro para as amigas, reinventou contos de fadas, encheu páginas e páginas de diários.

Fez Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, já que sempre viveu metida entre os livros e tinha a cabeça cheia de ideias.

Em seu romance de estreia, Carolina mergulhou nos seus antigos diários, voltou no tempo da primeira paixão avassaladora, do frio na barriga, das descobertas e paixões.

Saiba mais sobre a autora e suas obras:

No Blog da série: http://www.seriegarota.com/
No Blog do Livro:
http://www.garotaapaixonadaemapuros.blogspot.com
No Twitter: @caestrella

8 comentários:

  1. Adorei esse livro quando o li, Carol tem muito talento.
    ótima resenha amiga, adorei!
    Você sempre me surpreendendo com suas palavras tão bem descritas de um livro, me fazendo ter até vontade de reler.
    beijão e continue assim!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, Carla! Eu já estava afim de ler esse livro antes depois de ter visto a capa e lido algumas resenhas, mas agora to ainda mais ansiosa pra ler esse livro. Essa Gabi se parece em muito comigo na adolescencia. Eu era igualzinha a ela, fazia cada coisa, me humilhava por um garoto, e ele não tava nem aí pra mim. Hoje eu lembro, e é como vc disse, morro de rir com as lembranças hahuahauhua

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha, deve ser um livro bem divertido! Será mais um que irei ler... a autora é brasileira,ne? Amo livros de escritores brasileiros! Queria saber mais sobre a autora,mas não consegui entrar no blog...que pena! Mas muito obrigada pela dica Carla Fernanda!

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha!

    O livro deve ser bem divertido, kkkkk

    Fico imaginando tudo o que a garota passou, kkk

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. O livro parece ser muito fofo! Estou ansiosa para lê-lo! ;)

    ( Tem algumas promoções acontecendo lá no blog. Se quiser, dê uma olhada!
    - Sorteio do primeiro exemplar de Eras!
    - Sorteio Meta Mil
    - Mega promoção de Páscoa )

    Beijinhos, Amanda - :D

    ResponderExcluir
  6. Adorei o livro da Carol! Ela escreve muito bem e tem um futuro promissor ^^

    Louca para ler o segundo!

    Esperando aqui e roendo minhas unhas de curiosidade!

    beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Aline Lopes.

    Fico feliz que gostou e garanto que o livro é divertidíssimo.

    A autora é brasileira, sim.

    Quanto ao site dela, eu retirei da resenha, porque estava fora do ar, mas ela me disse que pretende retomar e, assim que voltar, ela me avisa e eu posto aqui. :)

    Enquanto isso, você pode acessar o site do livro, que tem mais informações sobre a autora.

    Espero ter te ajudado.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha e estou louca pra ler esse livro, recomendei o grupo livro viajante pra carol e consegui pegar a ultima vaga pra este livro ehhehehe ainda bem. bjs

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.