O Herói Perdido - Rick Riordan

O HERÓI PERDIDO
RICK RIORDAN
Intrínseca

Este livro infantojuvenil, cujo original em inglês “The Lost Hero”, com 432 páginas, é o primeiro volume da série “Os Heróis do Olimpo” que usa conceitos da mitologia greco-romana de forma bem atual sucedendo o universo da série “Percy Jackson e os Olimpianos repleto de aventuras, humor e mistério com velhos conhecidos (Percy Jackson, Annabeth, Grover, Quíron, etc.) e novos personagens do Acampamento Meio-Sangue. Saliento que os personagens de “Percy Jackson” não serão mais os protagonistas, mas terão uma importância fundamental nesta série, que agora é focada, até o presente momento, em três novos semideuses: Jason, Leo e Piper.

Antes de começar a falar sobre este livro, quero dizer que só fui aventurar-me no universo de “Percy Jackson e os Olimpianos” através do guia “Os Arquivos do Semideus” juntamente com o quinto e último volume da série “O Último Olimpiano” (ainda não li todos os volumes da série, mas pretendo ler, quando adquiri-los) e, como não podia deixar de ser, acabei apaixonando-me por toda essa turminha.

Para quem leu a série ou estes dois livros, a história continua daí, porque sabemos que depois de salvar o Olimpo do maligno titã Cronos, o quanto Percy e seus amigos trabalharam arduamente para reconstruir o Acampamento Meio-Sangue. Os novos protagonistas que estudam na Escola da Vida Selvagem, um internato para delinquentes rebeldes e impulsivos, estão em uma excursão rumo ao Grand Canyon com o treinador e
técnico de futebol americano, Gleeson Hedge, que também é um sátiro e protetor dos semideuses.

Aos 15 anos, Jason Grace sofreu uma amnésia temporária. Mal se lembra do passado e, para piorar, não sabe como acordou sentado no ônibus escolar lotado de jovens. O que ele fez para chegar ali e que lugar é esse? A única certeza, é que tudo está fora de ordem e completamente sem sentido. Ao que tudo indica, Piper é sua "namorada" e Leo, seu melhor amigo. Como Percy Jackson, ele tem coragem e lealdade de sobra, mesmo que o universo conspirando contra.

- Não sei quem sou. Não me lembro de nada. Você precisa me ajudar.

(...).

- (...). E que história é essa de monstros e meio-sangue? São códigos ou o quê?


Pág. 17

Seu melhor amigo, Leo Valdez, é um garoto travesso, hiperativo, com transtorno de déficit de atenção, além de ser muito extrovertido e hilariante (cheguei ao ponto de chorar de tanto rir com ele por conta de suas piadas idiotas em alguns momentos). Era o palhaço da turma, pois cedo aprendeu que quem finge não ter medo normalmente não recebe os golpes, porque o humor é uma saída para dor e, caso contrário, a fuga. Se esforça para ser chato com todas as suas forças, mas eu achei-o um chato adorável. Sobrevivera em bairros violentos, escolas difíceis e lares adotivos complicados usando o que sabia fazer melhor. Vive construindo e inventando coisas no estilo do Professor Pardal, porque
ama peças, engrenagens e está constantemente ocupado com ferramentas, demonstrando fervor por todos os seus inventos (igual o Hagrid com sua afeição pelos seus monstros na saga de "Harry Potter", da J. K. Rowling), porque sente-se em casa. De vez em quando, tem algumas visões e morre de medo (me identifiquei com ele nessa hora, porque tenho pavor do sobrenatural! risos). Assim como seu pai, não lida muito bem com nenhuma forma orgânica de vida.

- Sua mãe é a deusa do arco-íris?
- Algum problema? – perguntou Butch.
- Não, não – respondeu Leo – Arco-íris. Muito másculo.
(...).

Pág. 31

A cleptomaníaca e "namorada" de Jason, Piper McLean, é filha de Tristan McLean, um famoso ator cherokee, que desapareceu e, num pesadelo, ela o viu em perigo. Foi abandonada pela mãe desde o nascimento e sentia-se desconfortável em relação a seus antepassados. Apesar de linda, inteligente e violenta, Piper fica confusa, porque não sabe que mensagem é essa que seu sonho trouxe, como também não entende porque Jason não a reconhece mais.

Por que nada podia ser simples? (...) não aceitava as roupas caras (...), os sapatos de marcas famosas, as idas ao salão de beleza. (...). Preferia usar tênis velhos, jeans, camiseta e seu velho agasalho (...).

E odiava aqueles colégios esnobes que seu pai imaginava serem adequados para ela. Vivia sendo expulsa. (...).

(...). Ela tinha de se superar sempre, pois era cada vez mais complicado chamar a atenção do pai.

Pág. 91

Durante a excursão, desaba uma estranha tempestade, que revela ventus (espíritos da tempestade), que são criaturas medonhas, cujo tornado acaba raptando o treinador Hedge e nossos amigos se veem em apuros em meio à terrível luta, colocando suas vidas em risco, quando surpreendentemente são salvos e transportados por antigos heróis ao refúgio seguro do Acampamento Meio-Sangue (que oferece coisas incríveis de um acampamento de férias como prática mágica de arco e flecha, passeios de Pégaso, lutas com monstros, etc.) e descobrem tudo sobre os seres mitológicos.

- Vocês não têm ideia de quantos inimigos despertaram, meios-sangues. Minha senhora vai destruir todos os semideuses. Não há como vocês ganharem essa guerra!

Pág. 23

Muitas coisas estranhas acontecem (como uma maldição que paira sobre o Acampamento Meio-Sangue e o desaparecimento de Percy Jackson), mas a maior é que todos insistem em dizer que os três são filhos de deuses (não revelarei de quais, porque essa é a parte mais divertida do livro e perde a graça se eu contar, porque detesto SPOILERS!).

A partir disso, é que a próxima geração de semideuses terá de se preparar para enfrentar uma nova e aterrorizante profecia, prevista por Rachel Dare, o oráculo de Delfos, em “O Último Olimpiano”, aprofundando-se nesta história, que pode referir-se a qualquer um deles:

"Sete meio-sangues responderão ao chamado.
Em tempestade ou fogo, o mundo terá acabado.
Um juramento a manter com um alento final,
E inimigos com armas às Portas da Morte afinal."

Pág. 103

Os campistas seguirão firmes nesta inevitável jornada para resgatar seus entes queridos, liderados por Jason, mas para sobreviver contarão com a ajuda de antigos heróis dos quais já ouvimos falar. No decorrer da narrativa, Jason, Leo e Piper descobrem alguns poderes (que precisarão ser controlados e induzidos) além de sua força interior, com muita coragem, astúcia e intuição que, com uma boa dose de sorte, conseguirão vencer essa batalha, que apenas está começando, enfrentando toda sorte de perigos possíveis pelo caminho, entre eles: os deuses do vento, os espíritos de tempestade, os ciclopes, a feiticeira Medéia, o rei Midas (a melhor parte do livro), os lobos selvagens, os dragões, as caçadoras, os gigantes e todos os monstros que vocês possam imaginar além de deuses e semideuses greco-romanos.

A leitura é fluida e a capa retrata perfeitamente um momento marcante da história, onde nossos heróis embarcam em uma jornada repleta de perigos e emoções, mas não direi qual, porque não quero soltar SPOILER!

Adorei a forma como os capítulos foram divididos, que fizeram lembrar-me de “A Pirâmide Vermelha”, porque o livro é narrado em terceira pessoa sob a visão de cada personagem. A única crítica que tenho a fazer e, não podia deixar de citar aqui, porque me preocupou, foi em relação à revisão que deixou a desejar, devido a muitos erros nos nomes dos personagens e alguns diálogos fora de sincronia.

Apesar disso, estou encantada pela sucessão de informações que aprendo a cada livro lido sobre a mitologia greco-romana, sendo que alguns fatos eu desconhecia, porque o autor aprofunda seu lado historiador de maneira instrutiva e, ao mesmo tempo, de entretenimento. A história foi tão envolvente, que não consegui largar o livro, que prendeu a minha atenção até chegar à última página, cujo final foi inesperadamente surpreendente e deixou-me boquiaberta. Isso só deixou-me com um gostinho de quero mais com muita ansiedade para conferir logo as novas aventuras dessa encantadora turma no próximo volume.

Série “Os Heróis do Olimpo”
(The Heroes of Olympus)

1. O Herói Perdido (The Lost Hero)
2. O Filho de Netuno (The Son of Neptune)
3. A Marca de Atena (The Mark of Athena) - Previsto para outubro nos Estados Unidos.

Livro associado:

- The Demigod Diaries - Previsto para agosto nos Estados Unidos.

Acesse o hotsite da série no Brasil, clicando AQUI!






12 comentários:

  1. Adoro o tio Rick!!! Quero muito ler esse novo livro dele *-*

    ResponderExcluir
  2. Carla nunca li nada desse autor, mas já li muitas resenhas positivas sobre ele.

    Gostei da sua resenha, foi sincera. Também detesto quando o livro vem cheio de erros :(

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. ei Carla.

    eu amei esse livro, achei a história muito boa.
    Estou ansiosa para ler Percy Jackson, pretendo comprar a série em breve.
    Ansiosa pelo livro dois dessa série.^^
    beijos.

    ResponderExcluir
  4. Esse livro não é o meu número, não curto muito esse tipo de livro, infelizmente nem a capa me atrae, pena!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Carlinha!

    Preciso terminar de ler a série primeiro, para começar ler esse

    Atrasada só um pouco, kkkkkk

    ResponderExcluir
  6. To doida pra ler esse livro... mas como já cansei de falar no msn, exagerei esse mês e me pus de castigo...
    Deve ser bem divertida a abordagem... e estou curiosa pela explicação da diferença dos deuses romanos...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  7. Eu tbm adorei o livro, estou ansiosa pelo proximo volume.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Eu quero ler todos os livros dele!
    Sou fã desse tipo de literatura, adoro a ação a aventura que tem esses livros e com seres mitologicos e sobrenaturais então aí é que me animo mesmo!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Olá, Carla. Vim agradecer a visita ao RG e conhecer o seu cantinho. Posso?...rs
    Bem, amei a resenha, muito bem esboçada. Mas, como a Leninha não sou bem o público-leitor de livros do gênero. O que gosto mesmo é de ver o prazer na fala de quem lê...seja qual livro for. Prazer autêntico que pude ver na sua fala. Boas leituras para você, queridaça!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho os livros do Percy, mas nunca li nenhum rs. Comprei para o meu filho que adorou, agora este esta na lista, acho a capa super linda, beijos.

    ResponderExcluir
  11. Carla!
    Essa série anda badaladíssima, tenho muita vontade de ler, gosto de aventuras e do inesperado.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  12. Estou lendo e adorando a série “Percy Jackson e os Olimpianos” (estou no 3° livro). foi através desta série que conheci o autor, e tenho certeza que esta nova série deve ser tão empolgante quanto a que estou lendo. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.