Shadowspell: O Misterioso Reino de Avalon - Jenna Black

SHADOWSPELL: O Misterioso Reino de Avalon
JENNA BLACK
Universo dos Livros

Este livro, cujo original em inglês intitula-se Shadowspell, de apenas 280 páginas, é o segundo volume da série Faeriewalker.

No volume anterior, Ethan magoara muito Dana com suas traições, mas arriscara sua vida para salvá-la. Mesmo assim é difícil para a jovem recuperar a confiança nele, mesmo com seus hormônios em ebulição, porque ele é encantadoramente irresistível, mas também ambicioso, experiente, namorador, convencido, cretino, mentiroso e arrogante. O típico rapaz com quem você não quer se envolver.

E, mesmo assim, estúpida que sou, desejava que ele me cortejasse, me fazendo sentir mais mulher do que uma simples garota. A ideia de que um cara gostoso como Ethan escolhesse a mim e não outras garotas mais bonitas e experientes que ele conhecia fazia meu coração perder o compasso.

Pág. 86
Se Ethan achou que não havia problema em paquerar outras garotas só porque eu não estava lá, aquilo era mais uma prova de que eu estaria muito melhor sem ele. Se ao menos eu conseguisse me convencer disso...

Pág. 106

Por isso, agora ela era cautelosa desde que este tentou seduzi-la com magia e orquestrou um ataque para dar uma de cavaleiro em uma armadura brilhante. Os dois vivem com ciúmes infundados, o que é algo inexplorado por Dana que nunca vivenciou isso, já que sempre foi sozinha. E, como se não bastasse, Kimber, sua melhor amiga, está atraída por Keane, o que também desperta o seu ciúme indesejado.

Tem saudade da vida que levava anteriormente com sua mãe, mesmo sendo solitária e ridicularizada no colégio, porque seus sonhos e expectativas foram frustrados quando veio para Avalon, porque nada está como idealizou. Prisioneira em seu novo mundo pelas regras impostas por seu pai inflexível e severamente rígido com suas restrições para protegê-la usando métodos que desaprova, tornava o trabalho de Finn cada vez mais difícil, porque vivia arriscando sua vida, já que as duas rainhas de Faerie (que
vivia sob um jogo político entre as Cortes Seelie e Unseelie, cujos mocinhos e bandidos, nem sempre eram o que aparentavam) querem vê-la morta.

Eu não queria lógica, nem realidade, tampouco moralidade. Eu só queria ser confortada, que me dissessem que tudo terminaria bem, mesmo que não fosse verdade.

Pág. 120

Por isso, continua tendo aulas de defesa com seu instrutor Keane que, apesar de ser um bad boy arrogante, metido e detestável, era atraente, pseudogótico, a irritava demais, mas sabia ser amigo, solidário e atencioso.

- Isso foi como você se saiu com seu pai, que não pretende machucá-lo. Imagine se eu fosse um Cavaleiro hostil disposto a matá-lo.

Pág. 64

Ele tinha um ódio mortal de Ethan por sua má reputação, mas desprezava-o, mesmo que este tivesse algumas qualidades. Diverti-me demais com Keane. Foram os momentos mais extrovertidos do livro.

Toda vez que eu me convencia a desprezar Keane de uma vez por todas, acontecia um desses flashes de humanidade que me faziam pensar que, no fundo, ele não era tão cretino assim.

Pág. 41
Mas eu era apenas uma irmãzinha pirracenta para ele, portanto, por que aquilo seria uma carícia?

Pág. 135

Enquanto isso tenta aprimorar sua magia, porque não sabe usá-la, já que não mantinha segredo sobre sua afinidade, já que os fariewalkers, que viajam entre os dois mundos levando magia ao mundo humano e tecnologia ao reino de Faerie, não conseguiam senti-la muito menos usá-la, mas Dana tinha algo que a atraía.

Entre seus inimigos estão os mercenários do submundo que estão em seu encalço com o intuito de matá-la por motivos políticos onde será usada como arma para usurpar um trono.

Antes de Avalon e Faerie se dividirem, Erlking caçava mortais e feéricos com a permissão das rainhas quer usar a magia de Dana para transportá-lo ao mundo mortal para caçar pessoas. Ele pode colocar tudo a perder deixando-a vulnerável, porque ele é extremamente sedutor, já que é o antagonista e líder dos Caçadores Bárbaros (cavaleiros que caçam feéricos e mortais) e temido pelas rainhas de Faerie. Apesar da beleza selvagem, aterradora e perigosa, ele é um gênio em conseguir o que quer porque é um assassino frio e cruel, como também misterioso.

Eu não queria pensar no Erlking daquele jeito. Sim, ele era lindo, e tinha aquele apelo especial de bad boy, mas era perigoso e cruel (...).

Pág. 191

Essa é a nova rotina de Dana, até que um dia, Ethan, ao protegê-la num ato de heroísmo, acaba sendo ferido e sequestrado por Erlking para aliar-se ao seu bando, que acaba revelando um segredo bombástico acerca da família dela. Ele sente que há algo mais nela do que aparenta, devido a sua afinidade com a magia.

- Ethan não gostaria de ser libertado se isso custasse a vida de inocentes. Ele pode ser um maldito cretino e egoísta, mas no fundo é um cara legal.

Pág. 156

Para salvá-lo, ela arrisca sua própria vida aceitando um pacto do vilão que mudará seu destino para sempre se tornando uma maldição. Para isso, terá que superar um grande obstáculo porque, a partir do momento que são capturados, não podem ser libertos, porque é uma questão de honra. Como não há forma de salvá-los, ela tenta encontrar uma saída.

Será que encontrará uma maneira de impedir que Erlking saia em uma matança desenfreada? Como derrotará o venerável líder que todos temem por ter a essência de um caçador e salvará seus amigos e sua família?

- Não sou seu inimigo, Faeriewalker. Para ser muito justo, também não posso dizer que sou seu amigo.

Pág. 74

Além disso, está dividida entre Ethan, Keane e Erlking. Finalmente
, quem será o dono de seu coração?

O livro é narrado em primeira pessoa sob a perspectiva de Dana. Muitos jovens vão se identificar com os problemas e conflitos vividos pelos personagens, entre eles: problema familiar, a inexperiência amorosa, preconceito, álcool, falta de diálogo e violência. Tudo isso somado a um mundo sobrenatural e mágico.

A princípio, achei
o enredo meio lento e fraco em relação ao primeiro volume, mas com a chegada do vilão, que emana uma forte sensualidade aliada a um perigo mortal que acaba nos atraindo, acabou dando uma reviravolta surpreendente em seu desfecho, porque só aumentou a minha curiosidade em saber o que vem por aí no desenrolar da trama. O fato de séries continuarem nos próximos livros está me torturando demais. [risos].

Em Glimmerglass, gostei muito da personalidade forte da personagem, o que diferenciava das mocinhas que estamos acostumadas a ver, mas infelizmente as coisas mudaram muito, porque achei uma similaridade entre a Ever e a Nora, protagonistas das séries Os Imortais e Sussurro, por agir impulsivamente e cometer um deslize atrás do outro, o que me irritou demais, porque ela fazia tudo o que você não queria que fizesse. [risos]. Teve dois momentos que me lembraram da poção Esquelesce da saga do bruxinho Harry Potter. Lembram?

Além disso, a história é recheada de personagens com anseios, dilemas, romances, afetos e desafetos. Dos mocinhos, continuo apreciando muito o Keane sem a menor sombra de dúvida. Está mais presente neste volume e descobrimos mais acerca da sua vida. De todos os personagens ele e Finn são os mais maduros, já que o Ethan me tirou do sério com suas traições. Humpf! Até o antagonista conseguiu me atrair, podem acreditar? Porque teve momentos que não sabia para qual lado ele pendia, do bem ou do mal, mesmo aterrorizando a população.

Tanto a capa original quanto a nacional são lindas. Mas a nacional, com o cervo branco e os brilhos, faz com que tenhamos a sensação de que a magia está no ar.

Agora o que me chateou no segundo volume é que pecaram um pouco no quesito de revisão. Não são tantos como em outros títulos da editora, o que demonstrou que estão melhorando nesse quesito (seria melhor que não estivessem lá). Os leitores agradecem.

Achei o enredo extrovertido, repleto de aventura, magia, mistério, ação, suspense e revelações bombásticas com muitas reviravoltas, entremeado de romance e muita sedução.

Série FAERIEWALKER

1. Glimmerglass: O Encontro de dois Mundos (Glimmerglass)
2. Shadowspell: O Misterioso Reino de Avalon (Shadowspell)
3. Sirensong

7 comentários:

  1. Tá vendo? Tá vendo? Mais uma masoquista literária pro clube.
    Temos que resolver esses nossos problemas com livros YA que adoram nos fazer sofrer.
    Personagens teimosos já estão me saturando =p

    Agora, deve ser uma epidemia esse problema de erros de revisão.
    Cada livro que termino de ler acho vários!
    Estou preparando uma festa para o livro lido em português, atual, que não encontre qualquer erro de revisão.
    Darei um beijão no(a) revisor(a)!

    Bjus!

    ResponderExcluir
  2. Oi Carlinha!

    Esses persomagens teimosos... não tem jeito! hahah

    Sério, tem hora que me irrito com algumas atitudes. Agora quanto aos erros na revisão, sem comentários, isso já está virando uma bola de neve.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Como não li o primeiro livro dessa série, não sabia o que esperar! Mas, definitivamente, adoraria ler! Sou masoquista? rsrs

    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, eu estou evitando séries... mas confesso que fiquei bem curiosa para ler essa...rss
    Agora essas revisões... que tristeza!! Parece que virou moda...

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Promoção nova no Mistério das letras. Sorteio de 5 livros. Aparece por lá.
    http://arismeire.blogspot.com/2012/02/sorteio-promocao.html

    ResponderExcluir
  6. Nossa, mas essa história de editoras revisar muito mal seus livros já está enjoando né?! Será que não caiu ainda a ficha! Eles ficam desesperados para lançar logo os livros e comete esses erros abusivos, achando que os leitores são tontos em aceitar sem reclamar!

    Espero que isso mude logo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Confesso que não gostei de Glimmerglass, achei bem chatinho e quase nem terminei de ler. Mas lendo a resenha de Shadospell parece que pelo menos teve uma mudança na ação da historia e pode ser que tenha melhorado um pouco. Mas mesmo assim conrinuo com o pé atras qnto a essa historia.

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.