Predestinação


Caros leitores,

Conforme o prometido, toda sexta-feira trarei um poema ou mensagem reflexiva que aprecio muito.
 
A poesia de hoje fazia parte de um livro de poemas muito antigo que meu pai tinha (como estava deterioridado, copiei alguns deles na minha agenda). Não sei o título do livro que nem tinha mais a capa (o que me recordo é que tinha várias folhas outonais verdes ilustrando e que a autora parecia ser francesa. Se você souber que livro é, me informe que darei os devidos créditos). Os poemas eram românticos e, ao mesmo tempo, profundos.
 
Espero que apreciem o de hoje.

 
PREDESTINAÇÃO. 

Eu tinha de ser tua (os astros predisseram):
Eu devia te amar, determinou a Lua
Tantos raios de luz à minha alma trouxeram,
Que fiquei a cismar que devia ser tua...

Um dia teu olhar me falou mudamente:
Em teus olhos eu vi toda a verdade nua
E por isso te quis apaixonadamente:
Em delírios de amor só desejei ser tua!

Hoje que te amo tanto, hoje que assim me queres,
Olho os astros no céu, vejo sorrir a Lua...
E sou a mais feliz de todas as mulheres, 
Porque tenho, eu somente, a glória de ser tua!


P.S.: Se souberem a autoria da imagem, me avisem que darei o devido crédito.

2 comentários:

  1. Oi Carlinha!

    Adorei! Apaixonante!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo, Carla.

    Adorei! ^^

    http://grilsandbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.