Eternamente - Elizabeth Chandler

ETERNAMENTE
ELIZABETH CHANDLER
Novo Conceito


Este livro (Everafter, 256 p.) é o sexto e último livro da série Beijada por um Anjo.

Aviso: Por se tratar de uma série, pode conter SPOILER, mas coloquei de tal forma que não revela nada importante, porque são fatos que constam na contracapa do livro.

Em Revelações, vimos que após sair do hospital Ivy acabou se envolvendo com o misterioso Luke – que encontraram com ferimentos profundos e carregava um passado obscuramente conturbado nas costas além de estar sendo acusado de homicídio.

Por outro lado e sucumbindo ao amor e ao próprio desejo, Tristan tornou-se um anjo caído e está pagando por isso.  Será que isso foi um acerto de contas por suas escolhas irrefletidas? É o que Ivy tenta entender.

Mas tudo o que ele conseguia ver eram as coisas mundanas que se manteriam afastadas um do outro, realidade que não sabia como mudar. Sabia, apenas, que teria de protegê-la de Gregory. Daria a alma por isso!
– Você ainda é você, Tristan. E eu o amarei para sempre.
Ele a beijou. Deus o proteja – ele sabia que lhe daria o beijo da vida de novo!
– Mesmo depois...
Ela envolveu a cabeça dele nos braços.
– Eternamente.
Pág. 155

A história começa seis meses após os fatos ocorridos na pousada. Luke continua foragido da polícia, mas agora também está sendo alvo de um criminoso que está assassinando várias pessoas sob a influência de Gregory, que está cada vez mais arrogante e poderoso – já que sempre gostou de exercer o poder manipulando as pessoas –, desde que retornou ao mundo após a sessão espírita. 

– Escute, Tristan, é você quem precisa de proteção. Procure a polícia. Entregue-se, (...). Deixe que o prendam e você fica em segurança. Se (...) matar você antes que tenha se redimido, você vai ser execrado. Irá para o inferno. Para sempre.
Pág. 18

Despojado de seus poderes angelicais, Tristan – que continua cada vez mais apaixonado e com seu humor jovial –, agora ouve vozes demoníacas. O tempo passa e ele precisa se redimir. Convivendo com o perigo, começa a sofrer influências negativas, que o levam à vulnerabilidade expondo suas maiores fraquezas, o que faz com que se aproxime cada vez mais das trevas. Será que seu tempo será abreviado antes de se redimir?

Se ele matasse, se servisse aos demônios do inferno estaria além da redenção. Mas a danação eterna valia a pena, se Ivy estivesse segura.
Pág. 190

Analisando os crimes recentes, Ivy chega cada vez mais perto das pistas que levam ao verdadeiro culpado a fim de provar a inocência de Luke, mas coloca sua vida em perigo por conta de forças poderosas e ocultas que alguns de seus amigos desconhecem. Infelizmente, as pistas apontam para vários suspeitos desprovidos de sentimentos e inconsequentes, que não adiantava apelar pela compaixão e pelo senso de justiça.

(...) qualquer outra pessoa que tivesse presenciado o que acabara de acontecer não teria visto nada além de um flerte (...). Ivy via um assassino que não se importava em arrancar o coração das pessoas e depois jogá-las no mar como conchas quebradas.
Pág. 64

Com a ajuda de Ivy, Beth, Will e Lacey, Tristan pretende parar esta perseguição, descobrindo os poderes que o vilão emana antes que sua força aumente e seja tarde demais, porque a amava demais e sempre a salvaria à custa da condenação de sua própria alma.

– Qualquer pessoa que tenha algo a perder tem medo. É esse o problema do amor: ele lhe dá algo a perder.
Pág. 188

Eles conseguirão vencer esta batalha em meio a muitos perigos, assassinatos, tempestades, trovões, incêndios e deslizamentos, antes que coloquem a perder o objetivo de ficarem juntos para sempre?

– Eu quero a mesma coisa que você, amor. Ficarmos juntos. Mas você não pode destruir Gregory sem se destruir.
Pág. 207

Gostei do símbolo do Infinito na capa, exceto os referentes aos outros livros da série que destoou. Mas depois de ter concluído a leitura em um dia, percebi que todos refletiram exatamente o enredo deste volume, por conta de terminar onde tudo começou.

– Acho que o ciclo está se completando. Tome cuidado, Ivy. De algum modo, a sua batalha com Gregory vai voltar para onde começou.
Pág. 128

O design gráfico e a diagramação continuam similares. Quanto à supervisão de revisão, melhorou muito. A leitura fluiu de forma envolvente por causa da ação, do mistério e do suspense que permeou a trama. Estava com grandes expectativas, mas mal sabia o que me aguardava, porque mais uma vez o final de uma série me decepcionou! Achei frustrante, mas abaixo explico o motivo.

Beth continua sendo a jovem ingênua, romântica e franca. Sensitiva e também vulnerável às forças maléficas, mas nunca subestime sua força interior. Será que ela e Will – que continua um gentleman e o amigo de todas as horas – finalmente encontrarão um novo amor depois de tanta desilusão?

– Will, todo mundo tem um sonho romântico de amor, mas quando encontramos o amor verdadeiro e sentimos que esse amor é maior do que qualquer outra coisa que jamais poderíamos imaginar, essa pessoa dos nossos sonhos se dissipa.
Pág. 198
– Sabia que você nunca tinha deixado de amar Tristan. Mesmo quando eu estava apaixonado por você, sabia que o amava também. Não via problema nisso. Confiava no seu coração, sabia que era grande o suficiente para amar a nós dois. Então, quando vi esse estranho entre nós, não consegui entender. Fiquei zangado... com você e comigo.
Pág. 38

Lacey continua tresloucada e sarcástica. Apesar dela e de Philip aparecerem pouco foram os melhores momentos do livro (Ela merecia um livro somente dela. Tive a impressão que isso pode acontecer. Quem sabe? Tornou-se minha personagem preferida!).

Já Gregory conseguiu me deixar apavorada e arrepiada de medo! [risos].

Philip continua meigo e encantador. Seu reencontro com Tristan – que consta no Capítulo 7, mais precisamente na pág. 97 –, foi profundamente emocionante! No decorrer da leitura há várias passagens engraçadas e tocantes, mas esta cena juntamente com o desfecho me trouxe lágrimas aos olhos.

Por diversos momentos, fiquei apreensiva, como se estivesse prevendo algo ruim (não deu outra), porque os perigos só aumentavam a cada cena, e eu ficava impotente diante dos acontecimentos. Torci pelos personagens a cada página, a cada capítulo repleto de ação e reviravoltas.

O final foi angustiante, mas por trás dele houve um ato de coragem e, ao mesmo tempo, tão sensível e doloroso, que me deixou com o coração na mão! Parecia uma Season Finale de seu seriado favorito, sabe? Daqueles que você fica chocado e sem reação até que blasfema: WTF! Foi exatamente isso que aconteceu!

Apesar de o desfecho ter sido imprevisível e chocante, eu esperava que a autora tivesse desenvolvido melhor algumas questões, pois senti que o final da série deixou algumas lacunas – como a série Sussurro, da Becca Fiztpatrick –, especialmente uma cena entre Beth e Will (Gostaria de ter visto além da descoberta... Não posso dizer, porque é SPOILER! Quem leu saberá a que parte me refiro), a Lacey admitindo seus verdadeiros sentimentos em relação a uma pessoa, algumas questões referentes a Tristan que ficou sem explicação, etc. Não vou enumerar todas as questões pendentes, já que algumas achei forçadas, senão me estenderei demais, por isso só foquei nos fatos principais.

Não é a melhor série que já li, mas mesmo assim é envolvente e gostosa para relaxar e entreter. O que apreciei muito é que ela mostra que a amizade e o amor verdadeiro são capazes de vencer todas as barreiras diante das maiores adversidades.

Série Beijada por um Anjo

1. Beijada por um Anjo (Kissed by an Angel)
2. A Força do Amor (The Power of Love)
3. Almas Gêmeas (Soulmates)
4. Destinos Cruzados (Evercrossed)
5. Revelações (Everlasting)
6. Eternamente (Everafter)

7 comentários:

  1. Ai, Carlinha >< Confesso que fiquei um pouco triste por saber que o final da série deixa a desejar em alguns pontos :(

    Não é a melhor série que já li, mas é gostosinha e estou ansiosa para conferir o desfecho!

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanie,

      Só lendo mesmo para você entender realmente do que estou falando.
      Não pude me estender p/ não revelar nada da trama.
      A série é agradável pra relaxar mesmo.
      Ficarei aguardando seu parecer a respeito do mesmo. ^^

      Beijos.

      Excluir
  2. Oi Carla, meu exemplar acabou de chegar e não vejo a hora de ler , mas já fiquei com um pé atrás diante do que você disse.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rose.

      Como os gostos são distintos, pode ser que você curta o final, mas senti que faltou algo, sabe?

      Se tivesse sido como eu pensava fecharia com chave de ouro.

      Leia e depois me diga o que achou.

      Beijos.

      Excluir
  3. Oi Carla,
    Eu só tenho o volume 5 desta serie quero comprar os outros que estão faltando para ler. Já li muitos comentários positivos. Acho que vou dar mais atenção a serie e ir atrás dos outros exemplares.
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Ei Carla,

    Eu estou até com medo, mas pelo menos é o último volume. Esta série teve muitos altos e baixos para mim, começou bem e depois foi decaindo. Para mim poderia ter sido uma trilogia, até agora não gostei desta continuação, vamos ver se termina bem pelo menos.
    Sua resenha me deixou curiosa, agora estou com medo do que vai acontecer aiai.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fernanda.

      Se prepare, porque nem eu esperava por esse desfecho, que me frustrou!
      Concordo com você em relação aos altos e baixos.
      Esse negócio que se estender uma série nunca acaba bem.
      Depois desse final, por mim já teria encerrado no terceiro volume.
      Beijos.

      Excluir


Quer deixar seu comentário? Fique à vontade!

Agradeço sua visita e volte sempre! ^^

Postagens Recentes

Últimos Comentários

Copyright © 2009, 2015 - Sonho de Reflexão - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
As postagens desse blog são de minha autoria. Se tiver algo produzido por outra pessoa, os créditos serão devidamente mencionados. Se quiser reproduzir algum texto meu, me avise e dê o devido crédito. Leia os "Termos de Uso". A imagem da mulher lendo foi retirada do quadro "A Quiet Moment" da artista americana Sandra Kuck.